sexta-feira, 29 de julho de 2016

60 MILHÕES DE EUROS!...



Tenho diante de mim, pela primeira vez na imprensa desportiva deste país de gente "que nem se governa nem se deixa governar", a opinião desassombrada de um jornalista que, erradamente,  julgava conhecer vagamente pela sua ligação ao ténis. Afinal, José Morgado, não deixando de estar ligado à modalidade que muito justa e legitimamente aprecia, parece ser capaz de olhar à sua volta e entender aquilo que muita gente não será capaz ou não deseja, por razões do foro pessoal, compreender.
                                      


José Morgado, em local muito reduzida e que provavelmente escapará aos mais desatentos, apenas afirma que "João Mário é um dos jogadores com mais mercado do futebol europeu"(LINK). Coisa simples e fácil de dizer numa qualquer mesa de café, mas muito difícil de escrever e fazer publicar num jornal "enfarelado" e sem director com eles no sítio, como cada vez tansparece mais no jornal Record.




O que José Morgado desassombradamente afirma, todos os adeptos de futebol para além daqueles 14 milhões que apenas conseguem ver o capote flutuando ao vento nesta arena em que se transformou o futebol português, mesmo antes do Euro'2016, tiveram oportunidade de constatar ao longo das 34 jornadas do último campeonato: João Mário não é um cometa, é uma estrela cujo brilho este reduzido universo rectangular à beira mar plantado muito provavelmente não será capaz de comportar!...

Nesta condição, todos os esforços de "agentes FIFA representantes do jogador", de "agentes TUGAS representantes de forças adversárias" e de todos os "agentes, fabricantes e vendedores de capotes" revelar-se-ão infrutíferos, se a única entidade decisora, a Presidência do Sporting Clube de Portugal, continuar empenhada em demonstrar a toda a Europa, que o velhinho e glorioso Clube de Alvalade é tão gande e mais digno ainda, que os maiores da Europa!...

O Sporting Clube de Portugal e o fabuloso atleta que o Clube formou e colocou na grande montra do futebol mundial, João Mário Naval da Costa Eduardo, assinaram há menos de um ano a renovação do contrato que vinculava ambas as partes, no qual, para além das cláusulas que só às duas partes dirão respeito, constam tanto o limite da duração que passou a estender-se até 2020, quanto uma cláusula rescisória que poderá ser accionada antes do termo previsto, mediante o depósito em conta da Sporting Clube de Portugal, Futebol SAD, de um valor fixado em 60 milhões de euros.

O que será que Kiavash Joorabchian, o pai do jogador, os grandes "tubarões europeus" e todos os "dâmasos salcedes" dos nossos "media", ainda não perceberam no meio desta famigerada e nojenta novela?! Querem contratar João Mário?! Pois serão exactamente e tão só, se acaso não deixarem prescrever o prazo de 31 de Agosto de 2016...

60 MILHÕES DE EUROS!...


Leoninamente,
Até à próxima

1 comentário:

  1. Querem contratar Joao Mario num pais que consideram de terceiro mundo, de esquemas e chicos espertos, habituados a negociar com presidentes de outros clubes... cujos milhoes dos recibos nao cozem com os buracos financeiros...
    Tratam os jogadores como gado, mas estao habituados a sentar/se a mesa para repartir a engorda que alguem levou meses/anos a fazer.
    Aqui apanham, provavelmente, alguem que quer o melhor para o atleta e para o clube e nao gostam... por mim se querem lear o "porquinho mealheiro" que tanto nos custou a encher que levem os cacos.
    SL
    Basco "O Leao"

    ResponderEliminar

PUBLICIDADE