quinta-feira, 28 de julho de 2016

Carvão para a fornalha, fogo nas caldeiras e que se f.... os adversários!...



Desde muito novo, como a imagem suficientemente elucida, que aprendeu a arte. E cedo demonstrou que como "boiler man" chegaria muito longe! Com Cândido de Oliveira, Ribeiro dos Reis, Carlos Pinhão, Homero Serpa, Vítor Santos e tantos outros, aprendeu a ser lido avidamente por todos, concordando ou não com a sua opinião. Eram os bons tempos de A Bola e, na altura, alguns que hoje serão eventualmente considerados, lidos e ouvidos por tudo o que é "media", não passavam de meros aprendizes. Mas ele transportava a bendita estrelinha do sucesso e porque os mestres "se foram da lei da morte libertando" a ninguém surpreendeu o ter ocupado a sua "cadeira de sonho"!...

O pior terá sido a terrível doença da amnésia que lhe perpassou pelos miolos e... as más companhias e influências, muito particularmente desde que se entregou de alma e coração à nobre missão de espalhar e defender a fé que já lhe minava as entranhas, por todo o glorioso, transparente e impoluto império!...

E não há dia em que não nos entre pelas "windows" adentro, já que de papel das "sobras pasquináceas" a Travessa da Queimada estará atafulhada até vigas do tecto, com umas boas pazadas de carvão para que nunca se extingam as chamas da fornalha em que deseja incinerar em lume brando tudo o que mexa e tenha tido o infortúnio de não nascer vermelho, muito particularmente se for verde ou mesmo azul!

Rúben Semedo afasta possível saída de Alvalade (LINK1)

Boca Juniors tenta incluir Jonathan na transferência de Meli (LINK2)

Slimani desiludido com o empresário (LINK3)

Pedro Henriques deu acção de formação em Alvalade (LINK4)

Inter vai voltar à carga por João Mário (LINK5)

Argentinos dão Marcelo Meli certo em Alvalade (LINK6)

O esquema é sempre o mesmo, as fontes as mesmas de sempre, a credibilidade um valor desprezível, a verdade uma coisa que até os relógios parados dizem duas vezes por dia, os factos inventam-se quando não acontecem...

Dignidade? Valores? Princípios? Ética?! Deontologia?! Que importará toda essa parafernália de conceitos estupidamente arcaicos e que em nada contribuem para o desígnio único e avassalador de colocar no terreno "armas de destruição massiva" que reduzam os adversários ao pó de uma desestabilização que lhes garanta caminhos livres de escolhos indesejáveis e inoportunos...

Tudo vale a pena e é permitido, em nome de um horizonte onde parece já estar antecipada e inexoravelmente inscrita a  "obrigatoriedade" do tetra...

Carvão para a fornalha, fogo nas caldeiras e que se f.... os adversários!...

Leoninamente,
Até à próxima

7 comentários:

  1. O carvão irá prosseguir. Se não vejamos:
    http://www.rtp.pt/noticias/economia/lucro-da-cofina-sobe-16-para-234-milhoes-de-euros_n937035

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Amigo Helder Mestre, com o jornalismo que se faz por cá, espere mais algum tempo e verá o que vai acontecer a todos esses "jornaleiros"!...

      Eliminar
  2. Tem toda a razão, mas eles ao contrário de nós, não leram os clássicos de "A Bola".
    Só percebi que Alfredo Farinha, jornalista de "A Bola", era um ferrenho do Benfica, quando num programa televisivo se assumiu como tal. Nesse tempo, além de escreverem bem, cultivavam a verdade e a isenção. Hoje, a maioria não são jornalistas, mas "jornaleiros", como diz Carlos Dolbeth.
    No tempo presente, só temos "A Burla", o "Rascord" e o "Nojo", porque já não há jornalistas, nem deontologia, nem bom senso e ainda por cima, escrevem mal, sem jeito e sem imaginação.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Completamente de acordo, caro A. Martins. Receio bem que nunca mais teremos o jornalismo dos bons velhos tempos!...

      Eliminar
  3. Eu não tenho nada essa imagem de enorme isenção de Alfredo Farinha! Pelo menos no processo da ida de Paulo Sousa e Pacheco para o Sporting, ele mostrou bem o seu indefectível benfiquismo. Recordo-me bem das suas crónicas na Bola Branca da Renascença. Ele odiava Sousa Cintra. Ele levou a cabo uma autêntica cruzada para que o seu Benfica ganhasse o processo de indemenização na comissão arbitral. E na verdade não foi reconhecida justa causa na rescisão que tinham declarado por falta de pagamento dos seus salários , tendo o SCP que pagar uns milhões ao Carnide, para gáudio desse jornalista.

    ResponderEliminar
  4. Quando num blog "de bola" se aprofunda a essência do ser humano... deixamos de falar do comezinho mundo das tricas dos clubes para falar daquilo que nos define enquanto espécie neste mundo que povoamos à milhões de anos!
    Esta gente que sabe o mal que faz e continua, num mundo idealizado por mim não teria qualquer espaço. Não tem a ver com preferências clubísticas ou de discordância de opiniões, ou mesmo de tiques ditatoriais pessoais... tem a ver com as palavras do caro Alamo. Estes montes de esterco manipulam, através de todo o tipo de artimanhas do mais baixo que o ser humano possui e isso nada traz de bom na evolução que é suposto termos. Andam-se a formar homens e mulheres com base nestes valores? Qual é o objetivo? É que a mossa eventual que possa fazer atualmente, mancha a atuação dessas pessoas para sempre... ainda para mais com textos produzidos a que todos podemos aceder. Serpa podia figurar na galeria dos notáveis que o Alama elencou... mas no fundo há-de ser sempre um faccioso miserável. Um abjeto incendiário bipolar que enaltece a sua dama e arrasa as outras à sua volta.
    Caro Alamo já lhe disse isto noutro forum e reafirmo... o seu trabalho é notável porque faz uma coisa que há muito deixei de conseguir fazer... ler esta podridão dos jornais desportivos diários e ter a clarividência de nos brindar com textos como o de hoje.
    Intitulei-o de garimpeiro de etar e pedi-lhe para não me levar a mal... mas sinceramente acho que andar no meio do pântano à procura de pérolas ou de peixe podre como o do serpa, só para nos tornar mais esclarecidos é um trabalho notável. Poucas vezes valorizado ou compreendido sequer... O mais fácil é fazer como eu... "deixei de acompanhar à muito".
    A sua persistência faz-me vir cá todos os dias e por isso lhe agradeço, dando-lhe os parabéns por mais um texto que fica para a minha galeria dos notáveis!
    SL
    Basco "O Leão"

    ResponderEliminar
  5. Caro Álamo

    Era bom, mas era mesmo bom que assim continuasse, ou seja, que fossem apenas esses bocados de papel a não serem isentos e a lamber tudo o que seja vermelho, mas infelizmente é em todo o lado e já começa a cansar.

    Eram perto das 7 da manhã(hoje) e na tvi24 numa peça que não durou mais que dois minutos sobre as fracas vendas das barraquinhas ao pé da praia tive que levar com a "coincidência" da miúda que foi entrevistada ter vestida a camisola dos vouchers, o rapaz que foi entrevistado também por coincidência tinha uma toalha ao pescoço dos vouchers para além de terem filmado uma barraquinha que tambem por pura coincidência tinha uma bandeira dos vouchers, como disse, tudo isto em menos de dois minutos qual lavagem cerebral.

    Na rádio comercial nos minutos em que dão notícias, no dia a seguir ao Sporting ter jogado falaram sobre a derrota do Sporting por pênaltis em casa, sobre os vouchers, no dia a seguir ao jogo deles, como diz o Mister, bola! Nada! Nem sequer que tinham jogado um troféu que para eles tem tanto sentimento..

    É em todo o lado nesta sociedade seja cargo importante ou não.

    E atenção a uma coisa, o vouchers nunca foi tetra na vida, não acha o caro Álamo que quem deu uma ajudinha nos últimos 3, não vai fazer mais um esforço para fazer algo histórico como o tetra?

    Será que apenas caindo um peão como o Vítor Pereira, que mais não era que um pau mandado que julgava que tinha o mínimo o poder, que o nosso futebol ficou limpo, harmonioso, legal e justo?


    SL

    ResponderEliminar

PUBLICIDADE