domingo, 1 de maio de 2016

Habituem-se a sofrer, que o suplício ainda está no início!...





"Comme d'habitude", também os céus de Leoninamente enegreceram de tanta passarada a "berrar impropérios" de forma estridente ao Artur Soares Dias. Costuma dizer-se que "só fala quem tem que se lhe diga"! Coitados, começam a entrar em pânico e lá vão, com a cabeça decepada debaixo da asa...

Para eles vai todo o conforto desta velhinha canção de Claude François que, como muito bem lembrou o caríssimo leitor e amigo Aboim, nem todo o mundo saberá que é o verdadeiro autor da música da coisa mais bonita que até hoje ouvi cantar em Alvalade...

E nessa canção que dedico a toda essa passarada, vai o repto que lhes lanço:

Habituem-se a sofrer, que o suplício ainda está no início!...

Leoninamente,
Até à próxima

P.S. - Por falar em hábitos, tenho a convicção firme que não será dispiciendo começarem a habituar-se ao "humor leonino" de Rui Monteiro. Hoje rebolei a rir com a "alfinetada" com que picou as "nádegas" do Luís Freitas Lobo. Vá, toca a correr para "A Insustentável Leveza de Liedson" e depois contem-me as vossas gargalhadas. É que "Portugal ainda pode vir abaixo"!... 


1 comentário:

  1. Obrigado mas, e isto é muito pessoal, gosto muito da Cavatina sobretudo quando interpretada por John Williams! Mas essa eu posso ouvi-la quando "me da la gana"!

    ResponderEliminar

PUBLICIDADE