sexta-feira, 27 de maio de 2016

Um passo importante para o tão desejado, nunca visto, mais que certo e já apregoado TETRA!...


Sporting já não desce de divisão!...

«O antigo vice-presidente do Sporting, Paulo Pereira Cristóvão, foi condenado a quatro anos e seis meses de prisão com pena suspensa, no âmbito do processo Cardinal.

Pereira Cristóvão foi condenado por dois crimes de peculato, por uso indevido de dinheiro e bens do Sporting, um crime de acesso ilegítimo e ainda por denúncia caluniosa agravada ao árbitro José Cardinal. Foi, porém, absolvido dos crimes de burla e branqueamento de capitais.

Foi também condenado ao pagamento de 57.500 euros de indemnização, sendo que 40 mil serão para José Cardinal por danos patrimoniais e o remanescente a dividir pelos 35 árbitros que interpuseram pedido de indemnização.

O antigo inspector da Polícia Judiciária foi ainda interdito de desempenhar funções como dirigente desportivo por três anos mas nesse período serão descontados os 15 meses que já tinha cumprido em termos disciplinares no Sporting.

O tribunal conclui pela inexistência de responsabilidade do Sporting neste caso, pelo que o clube não terá de pagar qualquer indeminização a Cardinal, já que considerou o juiz que Pereira Cristóvão agiu como vice-presidente do clube mas na exorbitância de tais funções
(in A Bola, há momentos)

Paulo Pereira Cristóvão vai ter de pagar, supostamente, a José Cardinal 38 mil euros - depreende-se que terá ficado provado o pagamento antecipado de 2 mil euros na sua conta na Madeira! - e mais 500 a cada um dos 35 árbitros da sua corporação - APAF -, que se sentiram ofendidos na sua honra e dignidade, no processo que hoje teve o seu desfecho.

A notíca foi recebida em Alvalade com justificado alívio, dado que sobre o Clube Leonino recaía a "poderosa espada vermelha de Dâmocles", acerca de uma "eventual descida para a II Liga", com o concomitante baixar ao Campeonato de Portugal do Sporting B. Felizmente o senhor doutor Juiz, presumivelmente, será... sportinguista!...

José Fontelas Gomes ainda não se terá pronunciado, mas será legítimo esperar a manifestação do seu profundo júbilo, face ao "pé de meia" a receber por José Cardinal. A esfregar as mãos de contentamento estarão também as 35 instituições de solidariedade social, a quem a quase certa doação dos "quinhentinhos" de cada um dos árbitros contemplados, certamente farão um "jeitaço"!...

Permitam-me apenas em remate, discordar do acordão: PPC deveria também ter sido condenado a pagar, o total da despesa em "carbonato de di-hidróxido de alumínio e sódio" para combater a azia do outro lado da rua! Apesar de tudo...

Um passo importante para o tão desejado, nunca visto, mais que certo e já apregoado TETRA!...

Leoninamente,
Até à próxima

2 comentários:

  1. Faça um favor à sua personalidade e honestidade e apague este jumento post. Sinceramente não o via a branquear aquilo que é uma nódoa na vida do clube. E não é o fim do mundo. Fez-se merda. Tem de se assumir. E o clube afinal é um vítima deste indivíduo.

    João Simões

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ao caro João Simões direi que o post não pretendeu, nem na mais insignificante vírgula, branquear o que quer que fosse. A nódoa colocada por PPC jamais terá branquemento possível. O propósito foi apenas e tão só ridicularizar as "facas que já iam sendo afiadas do outro lado da rua" para que recaísse sobre o Sporting toda a culpabilidade e consequências do estúpido acto praticado por PPC. Lamento não ter sido capaz de fazer entender isso ao caro João Simões, pelo que não acatarei a sua sugestão e o "jumento post" continuará por aqui. Talvez se voltar a ser lido mais algumas vezes passe de jumento a cavalo ou quiçá, a leão!...

      Eliminar

PUBLICIDADE