quinta-feira, 19 de maio de 2016

E só eu sei quanto lamento...



ISABEL TRIGO MIRA: O SEGUNDO ANO É PARA GANHAR

«Cumpriu a última coisa que disse: não posso deixar esta gente. Esta gente são os sócios do Sporting. [...]

Foi o primeiro ano, estava numa fase de adaptação, não conhecia os jogadores, mas o segundo ano é para ganhar. [...]

Deve haver um bocadinho de verdade! (no propalado interesse do Porto no treinador do Sporting) Mas só um 'bocadinho', porque se Pinto da Costa fosse assim tão amigo dele e gostasse tanto dele como treinador, já o teria levado noutra altura qualquer. Se calhar ainda não está na altura de ir para o Porto. [...]

Que estejam mais calmos, tanto ele (Jorge Jesus) como o presidente, porque não é assim que se ganham campeonatos. [...]

É preciso que tenham calma e não comecem a abrir a boca. Creio que já aprenderam. Calem-se! Nós sócios estaremos lá na mesma. Se pensam que os sócios gostam muito 'disto', só se forem os sócios com menos de 15 anos... Os sócios 'normais' não gostam...»


Já lá vão alguns anos que num almoço de confraternizão entre sportinguistas, por ocasião da celebração do aniversário de um dos mais antigos Núcleos do Sporting e quando "Leoninamente" ainda dava os primeiros passos, algures por esse Portugal que calcorreou com uma entrega, perseverança, dedicação e devoção leoninas, tive o privilégio de me dirigir a Isabel Trigo Mira e pedir-lhe respeitosamente, se lhe podia manifestar todo o meu reconhecimento e gratidão leoninas num beijinho de profunda admiração por tudo o que para mim representava na estrutura dirigente do Sporting Clube de Portugal. E com um sorriso bonito de dentro para fora, inclinou para mim a face e segredou-me algo sobre o meu blog que a minha modéstia  aqui e agora não me permite divulgar.

Os anos passaram, mas a admiração por essa grande Senhora permaneceu igual até hoje, indiferente às opções que cada um de nós tomou em relação ao passado recente, presente e futuro do Sporting. Porque nada nos separa num ponto: este amor incondicional ao nosso Clube de sempre!...

E só eu sei quanto lamento ter que lhe dar razão em alguns pontos que defende!...

Leoninamente,
Até à próxima

7 comentários:

  1. Pois eu discordo. Desde logo porque ouvindo a senhora, não me parece que ela mereça o tempo de antena, porque nunca diz nada digno de destaque. Mas o pior é que o tipo de remoques que ela faz a Bruno de Carvalho e a Jorge Jesus revelam snobismo, e isso eu não aceito.

    Tanto o presidente como este treinador (mesmo com erros na comunicação, que quando muito se podem traduzir em falta de eficácia, e não propriamente em dano para o clube) fazem muita falta ao Sporting. Já esta senhora, que é uma sócia "normal", como tantas outras e outros, devia por isso ter um bocadinho de noção da sua importância, que é nenhuma.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Com as "calças" do anonimato o "anónimo das 17:53" parece um homem!...

      Eliminar
    2. Desde quando é que as banalidades que a senhora diz merecem relevo?

      Eliminar
    3. Come um croquete que isso passa, artista de circo, vulgo contorcionista.

      Eliminar
    4. Ao "anónimo das 19:57" direi que banal será todo aquele que apenas descortina banalidades para além do seu umbigo, quase sempre sujeito a deficiente ou precária higiene...

      Eliminar
    5. Ao "anónimo das 20:11" recomendarei as "novas oportunidades": pode acontecer que, ajudado, ainda consiga aprender a ler...

      Eliminar
  2. Reconheço que esta Senhora teve uma acção muito relevante na ligação do clube com os núcleos sportinguistas salve erro, no consulado do Sr. Sousa Cintra. No entanto, julgo que não terá tanta legitimidade, para falar do sentir dos sócios "normais", com mais de 15 anos de associado, nem da forma como se ganham campeonatos, uma vez que me parece não ter tido tal experiência, enquanto dirigente do clube. Antecipadamente, e porque não tenho a absoluta certeza do que afirmei, penitencio-me, desde já das minhas falhas factuais, tanto mais que sou um associado "normal" com + de 30 anos ininterruptos de sócio e de certo com muito mais idade, uma vez que só pude associar-me, a partir do momento em que me foi possível, financeiramente.
    Não estarei totalmente de acordo com a nossa antiga dirigente, mas isso sou eu.

    ResponderEliminar

PUBLICIDADE