segunda-feira, 23 de maio de 2016

Feliz e de consciência leve e imaculada só Marcelo Rebelo de Sousa!...


FOI BONITA A FESTA

«Gostei da festa no Jamor. É bonito de ver um estádio cheio a meias pelos dois clubes da contenda, duas cores intensas no apoio ao seu clube. Lá no campo três boas equipas a fazer espetáculo, lá em cima um Presidente que o povo gosta, finalmente. Antes, milhares de adeptos movimentaram-se, de norte para sul, enchendo os caminhos em convívio e paz. Como se quer.

Relvado impecável, inauguração com beleza e início do que importava, o que trouxera aquela multidão às bancadas, a grande final da Taça de Portugal. E aos 12 minutos, um benfiquista ao serviço dos minhotos, golpeava fundo o FCPorto. E não foi um feito de somenos, executou uma terrível maldade a dois defesas do dragão e deixou o Helton, atarantado, a falar sozinho e a patinar pela área, enquanto anichava a redondinha nas malhas azuis.

No primeiro quarto de hora da segunda parte, o Braga marca o segundo e, desta vez, ironia máxima, é golo de Josué, um jogador do dragão emprestado ao Braga. Divertiam-se os deuses.

O FCPorto carrega e reduz logo de seguida. Fica tudo em aberto e as emoções subiram em espiral, como convém na história de qualquer taça. No minuto final os azuis empatam, repetição da cena do ano passado com o Sporting. Uma assombração para os minhotos.

E chegou prolongamento e mais prolongamento, mas golos "nicles" e, taça é taça, para a festa ficar completa vieram os penáltis, a lotaria. E houve taça, não ganhou o favorito e o Braga rasgou o papel químico, a assombração, do ano passado. Minho em transe.»
(Alberto do Rosário, Bilhar Grande, in Record)

O Minho em transe?! Pudera, com os "deuses a divertirem-se", o que caberia aos "arcebispos" fazerem?! Legítima e justificada alucinação, com o ego do tamanho do mundo. Já em termos de desconsolo, desconforto, angústia, choro e lágrimas, o final de tarde do Jamor ficará por muito tempo na alma de muita gente, a começar em Pinto da Costa, passando por José Peseiro e desaguando em Fernando Santos.

Sim, Fernando Santos na tribuna do Jamor, seria muito provavelmente a criatura mais desconsolada, desconfortável e angustiada de quantos encheram o anfiteatro do estádio nacional: Ederzito e Renato Sanches terão sido os nomes que ao longo de toda a partida mais tempo passaram a atazanar a consciência do seleccionador! Porque André Silva terá sido, apenas, o melhor de quantos pisaram o relvado bem tratado do Jamor: os seus pés estarão nos antípodas dos "tijolos" que Éder sempre traz dentro das chuteiras e sobre a sua juventude e inexperiência, só se Fernando Santos sabe mais do que aquilo que todos nós desconfiamos sobre a verdadeira idade do "prodígio do Seixal"! Por certo o "engenheiro do penta" passará muitas noites sem dormir até ao França 2016 e muitas preces dirigirá aos "divertidos deuses do Jamor" para que alguém dos seus 23 seja apanhado numa qualquer curva "gastroentérica"!...

Feliz e de consciência leve e imaculada só Marcelo Rebelo de Sousa!...

Leoninamente,
Até à próxima

2 comentários:

  1. Oh amigo Álamo, não acredito que FS vá perder mtas noites de sono, pois já estamos fartos de saber que está alinhado com o sistema, o desconsolo dever-se-á a outros factores que nós desconhecemos....

    SL

    ResponderEliminar
  2. Foi um dia engraçado... Ficar a ver um jogo de futebol... sem unhas roídas é sempre agradável. Sabendo, de antemão, que as minhas preces nunca poderiam ser cumpridas... pois a atualidade diz-me que é daqueles jogos em que desejo que os dois percam..., acabou por ganhar o que menos merecia... (e não esqueçamos que não deveriam lá estar...!!!)

    É FUTEBOL...!!! (parece que os deuses escolheram 2016 para gozar com a verdade desportiva... dentro e fora do campo) É FUTEBOL...!!!

    Foi bonita a festa da taça... neste futebolês que se desenha em PORTUGAL... nada melhor que ter o mestre e o seu aprendiz com os canecos na mão...

    nota: O SPORTING faz mesmo muita falta à arbitragem portuguesa... É que quando nós não jogamos as arbitragens são à inglesa... quando jogamos, pelo menos, temos arbitragens caracterizadas, personalizadas e portugues(inh)as...

    Quanto ao Nandinho... Pois, pois...!!! Confesso a minha ignorância e desatenção - mas eu não sou seleccionador certo...!? - até ontem, acerca de André Silva... mas depois do que vi... Oh Lá... temos ali jogador... De fato... o que dizer acerca da convocação do 'pino'... - no mínimo INFELIZ e de CONSCIÊNCIA PESADA...

    SAUDAÇÕES LEONINAS

    ResponderEliminar

PUBLICIDADE