quinta-feira, 26 de maio de 2016

Um abraço para todos os que amam o Sporting!...



BASQUETEBOL

«Vem hoje à tona algo que já se ia falando nos últimos dias. O Sporting decidiu suspender a equipa sénior feminina de Basquetebol.

Esta decisão tem tanto de surpreendente como de injusta e incompressível. Um projecto começado em 2012/2013 (e espero que não resida aqui a vertente politica e revanchista da decisão) no que equivale ao 3º escalão e que em 2015/16 chega à principal divisão competitiva nacional e lá se mantém, numa época difícil mas em que cumpre os seus objectivos, projectando uma época seguinte de consolidação e possivelmente de ataque à presença nas decisões finais do playoff. Uma equipa que merecia, como aconteceu ao hóquei no final da época de 2013/14 passar a ser assumida como oficial pelo Clube é assim desmantelada pelo próprio, nas suas acções e omissões.

Uma modalidade com história no Universo Leonino. Uma modalidade com 8 Campeonatos Nacionais e 5 Taças de Portugal em seniores masculinos. Uma modalidade que sempre se demonstrou lutadora, mesmo tendo passado por várias crises e renascimentos ao longo do seu historial.

Uma equipa com valor, com jogadoras de referencia a nível nacional e com Sportinguistas. Com Sportinguistas como a Cheila cuja exigência que fez para jogar pelo seu Clube de coração foi uma GameBox na Sul para ver o seu Clube de coração.

Um projecto que se imaginou auto-sustentado, baseado na formação (que espero se mantenha) e numa equipa feminina senior que servisse de referencial nos obectivos globais da secção, que foi levado a investir e a queimar etapas pelo Clube (que queria mais visibilidade) e que sofreu pressões politicas internas que resultaram num golpe palaciano, passando a ser gerido por pessoas sem grande experiencia mas de confiança do poder, tendo ainda assim e apesar da inexperiencia conseguido fazer a época dentro dos objectivos.

Uma equipa que no panorama alargado do orçamento do Clube, e logo num ano fortemente expansionista, custa pouco. Como custaria pouco mais projectá-la com capacidades reais de conquistar títulos nacionais.

Num ano em que se investiu forte numa espécie de sponsoring para o Ciclismo. Num ano que se investirá ainda mais forte nas modalidades próprias e no regresso do Futebol Feminino. Num ano em que se fala que até nos desportos virtuais (gaming) investiremos. Numa semana em que se festejam 140.000 sócios (sabe-se lá quantos pagantes...). Num ano em que a quotização prevista em orçamento atinge os quase €8.5M, num aumento de 16.2% em relação ao orçamentado na época anterior. Numa altura em que se aumenta a pressão na angariação de novos sócios (fazendo depender o sucesso do orçamento aprovado apenas dessa capacidade). Numa altura em que se constrói um pavilhão próprio (de lembrar que uma das razões para o romper com a anterior construtora foram exactamente as tabelas electromecânicas de basquetebol, sendo que a nova assumiu integralmente essa equipamentação).

E é nesta altura que se dá este sinal...

O basquetebol merecia que fossemos melhores!

E porque os nomes são para lembrar, mesmo que incómodos ou non-gratos aos olhos do "status quo" vigente, o meu agradecimento pelo esforço e pedido de desculpas pelo desfecho ao Edgar Vital, ao Jaime Brito da Torre, ao Juvenal Carvalho, ao Miguel Galvão, ao Jorge Patinho, ao Miguel Graciano, ao Carlos Rebelo Sousa, ao Raul Castanheira, ao João Almeida, ao Nelson Ferreira e à Lúcia Gomes.


P.S. - E do que sei, poderão não ficar por aqui as suspensões de modalidades ou equipas de modalidades.»
(TRINCO, Basquetebol, in Dia do Clube)


"O poeta é um fingidor.
Finge tão completamente
Que chega fingir que é dor
A dor que deveras sente."
(Fernando Pessoa)

"Tu que tanto prometeste
Enquanto nada podias
Hoje que podes, esqueceste
Tudo quanto prometias."
(António Aleixo)
(Juvenal Carvalho, na sua página do facebook)


Sinto que estará tudo dito! Interrogo-me sobre se valerá a pena prosseguir esta luta diária que venho travando em LEONINAMENTE, há mais de cinco anos!...

Enquanto tento encontrar respostas...


Deixo também um abraço ao Trinco, ao Edgar Vital, ao Jaime Brito da Torre, ao Juvenal Carvalho, ao Miguel Galvão, ao Jorge Patinho, ao Miguel Graciano, ao Carlos Rebelo Sousa, ao Raul Castanheira, ao João Almeida, ao Nelson Ferreira e à Lúcia Gomes...

Leoninamente,
Até à próxima

4 comentários:

  1. a pergunta que eu faço é se mesmo assim não é possível manter a equipa a competir...

    ResponderEliminar
  2. ... já agora um agradecimento às jogadoras também ... . Apetecia-me muito ter um SCP imune a merdas destas.

    ResponderEliminar
  3. e devo acrescentar algo que não tem importância nenhuma... além de jogar um desporto que eu até gosto de ver (pra jogar nunca tive jeito), elas são todas bem giras. Maior é pena se tudo isto acabar.

    ResponderEliminar
  4. Muito triste
    A pagina que criei no Facebook continuará

    ResponderEliminar

PUBLICIDADE