sexta-feira, 26 de fevereiro de 2016

Tão perigoso como um mau treinador só aquele que se julga insubstituível!...


NÃO RIR


«Foi há pouco mais de meio ano que Rui Gomes da Silva forjou uma demorada gargalhada televisiva quando se falou da possibilidade de Jorge Jesus treinar o Sporting. Com a comprovada capacidade de previsão que então demonstrou, o benfiquista diz agora que Jesus vai treinar o Porto. Compreendo a vontade em destabilizar o Porto e o Sporting em simultâneo, mas suspeito que Gomes da Silva será, agora como antes, o último a saber.

Ao contrário dele, tento não fazer figuras tristes e não me vou rir de qualquer possibilidade. Prefiro concentrar-me no presente. E no presente Jesus tem um contrato de três anos e vai à frente no campeonato. Comprovou, aliás, que o sucesso do Benfica não se devia a nenhuma ‘estrutura’ oleada, mas a ele próprio. Porque me falta a fanfarronice de Gomes da Silva, sei que se passa o mesmo com o Sporting. E que Jorge Jesus se ama muito mais a si mesmo do que às equipas que treina. Ao ponto de, depois de perder com Leverkusen em Portugal, dizer que já lhe ganhou na Alemanha e que não seria novidade voltar a fazê-lo. Esquecendo-se que não é ele que ganha ou perde, é o clube. Como se viu, os seus feitos noutros clubes não entram no currículo do Sporting. Não ponho de lado a possibilidade de Jesus ser campeão pelo Sporting e ir para o Porto para provar que o campeão é sempre ele. Razão pela qual, estando satisfeito com o trabalho de Jesus (e irritado com a displicência com que tratou a competição europeia), não deixo de querer que o Sporting se prepare para a eventualidade de viver sem ele. Só há uma coisa quase tão perigosa como um mau treinador: um treinador que se julgue insubstituível.»
(Daniel Oliveira, Verde na Bola, in Record)

Com apenas um pau Daniel Oliveira conseguiu matar três coelhos:

1 - Aderiu ao Grande Movimento Leonino de acabar com o "sangue azul" da colectividade das Antas, acabando com a subserviência no tratamento: é Porto só, sem "efes" e sem "cês" a preceder o nome! Com a implantação da República, os títulos nobiliárquicos foram extintos.

2 - Desferiu a machadada final no cavaleiro benfas da triste figura!

3 - Proferiu o primeiro mandamento de uma futura cartilha dos treinadores!

Tão perigoso como um mau treinador só aquele que se julga insubstituível!...

Leoninamente,
Até à próxima

2 comentários:

  1. Só um pequeno, GRANDE, reparo....

    "que o sucesso do Benfica não se devia a nenhuma ‘estrutura’ oleada"...

    Não estamos tão certos disso pois não??? Eu não estou... e ninguém deveria estar, mediante o que se tem passado nesta "Época da Vergonha"...

    A ver vamos...

    SL

    ResponderEliminar
  2. Bem argumentado,bruno de carvalho e jesus necessitam de uns pozinhos de humildade. para bem deles proprios e do SPORTING.

    ResponderEliminar

PUBLICIDADE