quinta-feira, 6 de outubro de 2016

Nunca, jamais, em tempo algum serei ingrato!...



INGRATIDÃO

«Uma equipa como a do Sporting não pode sofrer, em apenas 15 minutos, três golos que transformam uma vitória folgada num empate que o afasta da liderança. As legítimas criticas à arbitragem não chegam para explicar o inexplicável. Mas responsabilizar Jorge Jesus por bloquear uma equipa, retirando-lhe capacidade ganhadora, só mesmo Rui Gomes da Silva. E só ele para ter o descaramento de apoiar esta acusação na prestação de Jesus como treinador do Benfica. Não me aborrecem os comentários desagradáveis sobre o Sporting. Bruno de Carvalho já pôs vezes suficientes o pé em ramo verde para me faltar autoridade para me atirar a bocas alheias. O que me incomoda, como mero observador, é a ingratidão.

Mal chegou ao Benfica Jorge Jesus deu-lhe o melhor campeonato da sua história. Nos anos seguintes chegou duas vezes à final da Liga Europa, venceu uma Taça de Portugal e cinco Taças da Liga, foi o treinador com mais vitórias no dérbi da capital, conseguiu, numa das épocas, a maior percentagem de vitórias desde a década de 70 e, com uma equipa já totalmente construída por si, deu ao Benfica dois campeonatos seguidos. Foi, ninguém o pode negar, o elemento central para o ressurgimento do clube. E por isso mesmo era tratado, pelos adeptos, como um deus. Isto é o que o Benfica deve a Jesus. O que deve a Rui Gomes da Silva? Rigorosamente nada. A não ser esta disponibilidade para dizer o que ninguém, no seu perfeito juízo, aceita dizer. Uma disponibilidade compreensível vinda de quem foi obrigado a refugiar-se num clube para fugir à sua evidente mediocridade política. E o Benfica, ao contrário de Gomes da Silva, não é ingrato. Dá ao pobre diabo, pelos tristes serviços prestados, o estatuto de vice.»
(Daniel Oliveira, Verde na bola, in Record)

Pois eu aqui declaro publicamente e sob minha palavra de honra, que se Jorge Jesus for capaz de dar ao Sporting aquilo que deu ao anterior clube...

Nunca, jamais, em tempo algum serei ingrato!...

Leoninamente,
Até à próxima

2 comentários:

  1. O Benfica não deve nada a Jorge Jesus, pois pagou-lhe principescamente o seu contributo, que foi grande, para os titulos que ajudou a ganhar.

    Mas vou dar uma ajudinha ao cronista, e citar alguns que contribuíram, e muito - David Luis, Luisão, Maxi Pereira, Fabio Coentrao, Javi Garcia, Di Maria, Cardoso, Aimar, Saviola, Ramires, Mantorras e Nuno Gomes.

    Se alguém demonstrou o seu caracter nesta novela em que se transformou este caso, um deles foi JJ, como outros que estão no Benfica.

    Este Daniel Oliveira, serve-se do seu espaço de opinião para também demonstrar o seu carácter, com os ataque pessoais a Rui Gomes da Silva, de quem eu também não partilho nem o estilo nem a forma, mas acho um abuso tratar alguém por "pobre diabo" por motivos que se adivinham.

    ResponderEliminar
  2. Tu por muito que o consagres
    Eu também não o desdoiro
    Digo-te : - Não faz Milagres!...
    Nem transforma m%$d@ em oiro

    ResponderEliminar

PUBLICIDADE