domingo, 16 de outubro de 2016

O lirismo poético de Alberto do Rosário!...


AVISOS À NAVEGAÇÃO

«Luís Filipe Vieira deixou cair, com estrondo, Rui Gomes da Silva. A vida não se avizinha fácil para os opinadores benfiquistas. O presidente percebeu, finalmente, que os excessos de linguagem para com os outros clubes, de tais pontas de lança, estavam a atingir a marca Benfica.

Luis Filipe Vieira percebeu isso e agiu, primeiro com aviso pessoal e directo à navegação: " Não falem dos outros". Telhados de vidro recomendam cuidado com as pedras. A seguir a esta ordem de "calem-se", o presidente das águias "arrumou as botas" de Rui Gomes da Silva. O ambiente ficou menos poluído.

Todo o mundo do futebol, todos que amam o jogo da bola, todos que gostam que os debates e comentários incidam sobre os jogos, aguardam com fé que se iniciem aqui princípios de ética e respeito dos opinadores, que tanto mal têm feito ao futebol.

Ao apresentar as contas, Fernando Gomes, dirigente do FCPorto, veio mostrar que os dragões tinham descido à terra, que não era mais possível suportar os actuais custos do futebol e indicou cortes de 20 milhões anuais. Não tem sido nada fácil aos clubes portugueses assumirem a sua pequenez e, como tal, ajustarem os seus orçamentos. A realidade, dura e pesada, vai-lhes caindo na cabeça e, como bons portugueses, lá vão, tarde, à procura dos prejuízos.

Fernando Gomes, presidente da FPF, demorou alguns anos a fazer o luto dos anos de chumbo no Dragão, mas valeu a pena essa espera. No seu estilo e ao seu ritmo lá vai levando a carta a Garcia. Abriu fogo sobre a corrupção, ficamos a ver.
Rui Santos apontou armas aos agentes do futebol. Boa.»

Se não me chegassem das ilhas de Sua Majestade os regulares "alertas críticos" do caro Chronus...

Se não tomasse na devida conta o cepticismo exibido nos comentários de uma boa mão cheia de leões indefectíveis leitores de Leoninamente que, pela extensão do seu número, me será difícil de enumerar, correndo até o sério e imperdoável risco de me esquecer de algum...

Se não tivesse a minha cabeça repleta de cicatrizes de tanta martelada ter levado com esta minha mania de acreditar na bondade que governa o mundo...

Até que talvez aplaudisse o lirismo poético de Alberto do Rosário!...

Leoninamente,
Até à próxima

10 comentários:

  1. E assim é, caro amigo.

    Arriscarei dizer o seguinte, tenho a certeza de que, fosse o mui nobre e pacífico LFV reconduzido ao cargo, que "legitimamente" ocupa, por mais 15 anos, veríamos pelo menos 2 ou 3 ciclos de "paineleiros" ofensivos, descaradamente mentirosos apoiados por uma máquina de propaganda e intoxicação oriunda de certos vectores da Comunicação Social.

    E para quê? Qual o objectivo?

    Simples: é um simples "call to arms" como há 76 anos o fez Winston Churchill. Então, o inimigo eram os "krauts", os nazis.

    Hoje em dia, é o Sporting, como o foi há 10 anos o FCP. Fabricam-se mentiras, fabricam-se notícias, provoca-se o rival incessantemente até que este começa a dar resposta. É então que a "virgem ofendida" se revela e começam os discursos de ataque e os "call to arms".

    Na Física Nuclear há um conceito que se aplica à estratégia do SLB: massa critica. Neste caso, gera-se tal confusão, gera-se tal quantidade de desinformação e omissões, que é inevitável que ocorra uma reacção. Nesse momento, a reacção é auto-sustentada.

    E pará-la não é fácil. Nem para os gandhis e papas do clube da Luz.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Comungo a visão que o seu comentário sustenta. Por detrás dela estarão as razões que sustentaram o "tri", mas entendo que "eles" estarão a cometer um colossal erro estratégico, quando pressupõem que bastará prosseguir o mesmo caminho para chegarem ao "tetra". E aí entro em discordância com o meu caro amigo: julgo que só uma manifesta ausência de inteligência do "nosso lado", permitirá que "gerada uma tal quantidade de desinformação e omisões, seja inevitável que ocorra uma reacção". Essa inevitabilidade foi até agora e continuará a ser se não for alterada, o motor que os poderá levar ao cumprimento dos seus desígnios. Então, será que nunca seremos capazes de impedir que ocorra a reacção que eles pretendem?! Será que não existe do nosso lado "massa crítica" suficiente para lhes destruirmos a "estratégia"?! Creio que seria a nossa própria negação, admitir que estaremos condenados "inevitavelmente" a reagir. Ora há muito que venho defendendo que esse nosso "inevitável" comportamento se tem revelado nada benéfico para nós e nada terá de inteligente. Creio que nem que seja pelo silêncio, se queremos cumprir a nossa ambição de lhe beliscarmos ou mesmo destruirmos aquilo que eles supõem ser a sua "fatal hegemonia", deveremos encontrar rapidamente um modo diferente de reagir! Um modo diferente de estar, que os confunda e faça perder completamente as estribeiras, passando a provocar neles a cisão que, tendo acontecido em nós, tanto os tem beneficiado. Como aprendemos em miúdos na primária, na operação de divisão de fracções: trocar os termos ao quebrado divisor e aplicar a regra da multiplicação!...

      Eliminar
    2. Pano para mangas, Álamo - interessantíssima resposta, a sua.

      Espero conseguir ser breve. E citando-o com >>"....."<<:

      >>"mas entendo que "eles" estarão a cometer um colossal erro estratégico, quando pressupõem que bastará prosseguir o mesmo caminho para chegarem ao "tetra"."<<

      Infelizmente, penso que não. A pantomina em torno de RGdS revela que estão atentos.

      E o factor X tem sido o nosso Director de Comunicação Saraiva, bem como intervenções brilhantes, embora pontuais, de Fernando Mendes, Futre e a constante discussão da estratégia encarnada em blogues Sportinguistas.

      >>"gerada uma tal quantidade de desinformação e omissões, seja inevitável que ocorra uma reacção".<<

      "Eles" têm a massa critica, "eles" fornecem o gatilho, "eles" têm os operadores e observadores espalhados para controlar os acontecimentos. A reação é inevitável.

      O Sporting poderá controlar a SUA reacção - evitar a linguagem rasteira que caracteriza os encarnados, nunca enveredar por um jogo de mentiras (até agora assim tem sido). Contudo, não se pode controlar a imprensa mais ou menos neutra (a pouca que resta), não se pode controlar os outros clubes, não se pode controlar a tomada de posição de órgãos que tutelam o futebol português.

      Eis o busílis da questão, que o Povo português traduz de forma ímpar com o curioso "preso por ter cão, preso por não ter cão", e os americanos classificam de "catch-22".

      Seja o que for que o Sporting faça, hoje em dia, com a Comunicação Social (e os seus Grupos) largamente a piscar o olho e a proteger o slb, "eles" ganham.

      Protestamos, "eles" dizem que passamos a vida a protestar, a Com. Social ecoa o que dizem. Claro, convenientemente esquecem que LFV começou a queixar-se de tudo e todos em 2003, até projetando queixas à FIFA e à UEFA.

      Não protestamos, mantemos o silencio e simplesmente...trabalhamos, e tudo o que dizem passa em claro, é a completa anuência ao que dizem, e como "quem cala consente", as mentiras por "eles" ditas espalham-se como verdades.

      Até as peças colocadas por eles no tabuleiro caírem, apenas podemos -e devemos- controlar os danos. E isso implica não estar calados. NUNCA.

      O segredo, aqui, não está em fazer barulho constantemente. Nem em ter quarenta ou cinquenta vozes publicas a lançar farpas a essa gente.

      O segredo está em ter um discurso comum, uma intenção única. Erradiquem-se as agendas pessoais, as ambições individuais e dos grupos (croquetes e outros similares). Tenha-se preferencialmente apenas uma pessoa a comentar oficialmente pelo clube, e duas ou três com um discurso similar "fora" do âmbito interno do clube.

      Ruis Oliveiras e Costas produzem mais dano ao Sporting do que o defendem. Não pode, não deve o Sporting aceitar que pessoas assim se apresentem como seus "representantes". Deve o Sporting apostar mais em pessoas inteligentes como André Dias Ferreira ou Pedro Batista para comunicar a visão Sporting ao exterior.

      Eliminar
  2. Tenho sérias reservas que
    Gomes da Selva saia mesmo da máquina goebbelsiana de Vieira. E porque é que o adversário a abater, agora, é o Sporting e não o FC Porto? Então o Porto é que tem um lastro recente de muitas vitórias!

    ResponderEliminar
  3. Caro Amigo Álamo,

    Normalmente só comento no seu espaço a partir de horas tardias e, mesmo lendo todo esse espaço, nem sempre me sinto à altura de emitir uma opinião que mereça ser lida! Começo por o felicitar por ter leitores assíduos já quase nos quatro cantos do Mundo! Foi uma novidade para mim agradável saber que que um desses leitores vive do outro lado da Manche e, no que é fundamental, costumo estar de acordo com ele! Estou a citar Chronus cujo nome para mim é recente!
    Não me lembro já muito bem se no que escrevi até hoje eu tenha utilizado frases feitas em Inglês mas é certo que a partir de hoje as evitarei por ter praticado o meu inglês nos estados da Louisiana, Texas e Delaware onde a qualidade dessa língua não é assim tão elevada. Não sei se o sabe mas eu estive "longe" de Portugal por muitos anos já que só tenho Internet em casa desde 2003 e a RTPi desde 1993. Não tenho (nem poderia ter) outros canais portugueses pois é-me proibida a instalação de parabólica para, eventualmente, poder ter acesso a outros canais que a RTPi distribuida por cabo! Por esse afastamento "físico" há muita coisa de que nem me apercebi e do Rui Gomes da Siva e do Fernando Gomes (do FCP) só mantenho uma vaga recordação deles como ministros! O Rui Santos penso vê-lo com alguma assiduidade quando vou a um restaurante português mas sempre com o som cortado!

    Abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Caro Amigo Aboim Serodio, Chronus será de facto o mais recente leitor de Leoninamente e creia que isso me satisfaz particularmente por razões de vária ordem que se poderão depreender da troca de comentários.

      Mas será com muita satisfação que acrescentarei o facto de Leoninamente já ter conseguido atingir um espectro de leitores repartidos por 164 países em todo o mundo, como poderá comprovar, devidamente discriminado, no link (Locations), do logotipo de "revolvermaps", imediatamente anterior ao meu endereço electrónico.

      Sem colocar em causa a sua "competência de navegador" na internet, dir-lhe-ei que estará nas suas mãos usar essa preciosa arma para colmatar todas, repito, todas as lacunas que eventualmente o serviço de televisão que tem ao seu dispor possa revelar. E não cometa o "crime" de se refugiar nas múltiplas limitações que todos temos. Acredite que tem uma arma poderosa nas mãos, que o pode levar, se quiser, quase até ao impossível...

      Abraço

      Eliminar
  4. Caro Álamo,
    É claro que agradeço a suas palavras de encorajamento mas acredite que nem sempre é fácil estar ao corrente de tudo sobretudo quando se é um nulo em informática que sou de verdade! Mal habituado nunca tive que escrever no teclado dum qualquer computador! Até isso me perturba! Prometo melhorar o meu desempenho mas, acredite, só emitirei comentários quando tiver a impressão de que eles possam ter uma qualquer utilidade! Ou, por outras palavras, continuarei a ser o que sou!

    Abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Receio não ter sido exemplarmente específico no meu comentário anterior, caríssimo amigo Aboim Serôdio. Nem pela cabeça me passou algo que de perto ou de longe se relacione com o seu desempenho perante um teclado, nomeadamente comentários, que recebo sempre com satisfação, respeito e amizade.

      Naquilo em que pretendi estimulá-lo, foi apenas e tão só, na busca de conteúdos que o seu serviço de televisão eventualmente não lhe proporcione. Encorajei-o sim, a cavalgar o Google, por exemplo, ou outro qualquer "motor de busca", e partir em busca de mares nunca dantes navegados, muito para além da "taprobana"! E isso poderá sempre fazer, na serenidade da sua solidão, sem críticos correctores a reprovarem-lhe a habilidade informática. E remato com uma confissão que apenas a si concedo, em nome desta empatia que nos une: falo com o saber adquirido pela minha própria experiência!...

      Um grande abraço

      Eliminar
  5. ... e foi com o esforço de encontrar as teclas que me esqueci do mais importante! Como se deve ainda lembrar é do outro lado da Manche que eu tenho as duas pessoas a quem mais quero! Uma delas é o meu primeiro neto que completará 19 meses exactamente hoje dia 17! E já o não vejo (exceptuando o Skype) desde 31 da julho 2016!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Um homem de sorte o meu amigo Aboim Serodio! Que hei-de dizer eu, com um filho de 38 anos e que ainda me não deu o privilégio de ser avô?!...

      Tomara eu poder ver um neto meu pelo Skype. Assim, vou-me contentando em ver esse neto pelo buraco de uma agulha...

      Abraço

      Eliminar

PUBLICIDADE