sexta-feira, 13 de março de 2015

Sem desvios, vacilações ou desculpas esfarrapadas!...


O Sporting terá encaixado cerca de 11 milhões de euros, pela sua participação na edição 2014/15 da Liga dos Campeões. Tudo isto, sem tomar em linha de conta as receitas de bilheteira, merchandising e uma pequena percentagem relativa ao denominado "market pool" dos direitos televisivos, que eventualmente poderá vir a receber no final da temporada!...

É muito dinheiro! Quase metade do orçamento actual do Sporting para uma época! Mourinho tem razão, quando defende que há coisas que deverão ser afixadas em placards de letras garrafais, nas paredes do balneário!...

A deslocação à Madeira e o jogo no estádio dos Barreiros, foge por completo à normalidade competitiva. Perdidos todos os anéis, o resultado que a equipa conseguir trazer do Funchal, poderá representar a salvação dos dedos. E os nossos atletas precisam de interiorizar essa tremenda realidade! Precisam de viver com ela na mente, cada segundo que nos separa desses 90 minutos.

Trabalho ciclópico o de Marco Silva, ter que juntar à preparação física da equipa, à escolha da melhor estratégia de jogo e à condução táctica da sua gente, o trunfo maior de lhe focar a mente nesse único e incontornável objectivo!...

Sem desvios, vacilações ou desculpas esfarrapadas!...

Leoninamente,
Até à próxima

3 comentários:

  1. Caríssimo Álamo:
    Depois de mais uma semana profissional atribulada, tomei nesta manhã a minha dose de sportinguismo saudável, ou seja, li de uma assentada os seus posts e respectivos comentários daqueles nossos indefectíveis parceiros que seguem este estimável blogue.
    Portanto, escrevo só para o saudar a si e aos amigos, e aproveito para recomendar um post que li noutro blogue, pedindo desculpa se não gostam do dito. Eu cá, como tento passar por todos, recomendo que se dirigam à Tasca do Cherba, e leiam o post de ontem, que fala dum rapaz, de seu nome Luís Carlos Almeida da Cunha, o nosso Nani. Chama-se "Obrigado, Nani!".
    Caramba, por vezes precisamos de um murro destes para nos lembrarmos de que há jogadores que gostam mesmo do Sporting. Amanhã, na Madeira, espero que o Luís Carlos dê uns berros no balneário, para aquela malta chorar como, como recordava quem com ele privou, fazia o Grande Francisco Stromp, nos jogos em que se tinha que ganhar.
    E espero que, independentemente da classificação ou do que significar, se encha o estádio onde se jogar o último jogo da época, e que as nossas claques façam uma tarja gigante, onde esteja só uma frase, para gritarmos a uma só voz: " Obrigado, Nani!"
    Um enorme Abraço deste seu Amigo que muito o estima,
    José Lopes

    ResponderEliminar
  2. O resultado na Madeira ( e os que se seguirem...) só pode ser...: ganhar...ou ganhar...!

    Ao nosso amigo José Lopes, dizer que também eu comungo das suas ideias acerca do Nani ( na Tasca do Cherba num comentário acerca dos que o assobiam, dizia eu...:"... não duvido do seu sportiguismo…mas tenho sérias dúvidas da sua sanidade mental...")...

    Na verdade, não concebo que se assobie um jogador do Sporting, seja o Nani ou outro...
    Os assobios "devem ser guardados" para os adversários...aos nossos, apenas devem ser dirigidos os aplausos...!

    Pode acontecer que o jogador ou a equipa estejam abaixo do desejável, mesmo assim, se não "houver coragem" para o aplauso que pode ajudar a equipa "a regressar" ao seu melhor...então fiquem em silencio...
    Se não capazes de passar sem "atacar" os nossos...façam um favor a si próprios e ao Sporting...: fiquem em casa por uns tempos... "até que passe a doença...!"...

    Sporting Sempre...!!

    Abr e SL

    ResponderEliminar

PUBLICIDADE