segunda-feira, 2 de março de 2015

E assim se vai temperando o aço!!!...



Já jogou 90 minutos pelo Sporting B, ajudou no empate conseguido em casa do líder da II Liga e, dizem as crónicas, que terá sido... intransponível!...

Está aqui estará a lutar pela titularidade com Tobias Figueiredo, que ontem nas Antas até nem terá sido muito feliz, sem no entanto ser dos piores!...

E assim se vai temperando o aço!!!...

Leoninamente,
Até à próxima

 

5 comentários:

  1. Penso que devemos comprar o passe do Ewerton se ele realmente for bom mesmo que tenhamos uma dupla de confiança em Tobias e Paulo Oliveira, pois um dos problemas atuais da equipa é exatamente esse, falta de opções aos titulares (principalmente nesta posição). Se puder lutar pela titularidade, ainda melhor!

    SL

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ainda será cedo amigo Peyroteo, mas as indicações, para uma zona tão carenciada, começam a ser bem positivas!...

      Mas vamos dar tempo ao tempo...

      SL

      Eliminar
  2. ESTAREMOS ASSIM TÃO MAL????
    COPIADO DA NET:
    POR FAVOR DIZ QUE É MENTIRA

    ""Sporting: A Sporting SAD facturou metade da Benfica SAD e gastou 1/3 da Benfica SAD, tendo apresentado 53,8M€ de proveitos e 30,1M€ de custos.

    Para estes resultados, muito contribuiram 4 situações GRAVES:


    1ª situação: Acontece que para esses resultados muito contribuiu o registo a 100% da venda do Rojo, e é pouco compreensível como é que os auditores da Pwc permitiram registar toda a mais-valia do Rojo, sem a realização de uma provisão, tendo em conta o litígio da Doyen com o Sporting no TAS (Tribunal Arbitral do Desporto). Só nesta operação existem 15,75M€ de proveitos questionáveis, que por norma não deveriam ter sido registados da forma que o foram. A Doyen só recebeu 3M€ e reclama pelo menos 18,75M€ + juros de mora.


    2ª situação: Por outro lado, para tal resultado positivo a Sporting SAD está a beneficiar de um perdão de juros atribuido pelo NovoBanco e Millenium Bcp, que terá superado os 10M€, neste Semestre. Ou seja, sem a influência dessas 2 situações "anormais", a Sporting SAD teria facturado 38,8M€ e teria custos de 40M€, apresentado resultados negativos no 2º Semestre de 2014/2015.


    Ao nível dos Activos e Passivos, surgem outras 2 situações igualmente graves face às 2 situações que referi anteriormente (caso Rojo e perdão de juros).


    3ª situação: A Sporting SAD teve de recorrer a uma reestruturação financeira que envolveu um aumento de capital da SAD, passagem da SPM para a SAD (empresa detentora dos direitos de superfície do Estádio de Alvalade), e recorreu a 127,9M€ de VMOC's, que são obrigações (financiamento) que serão obrigatoriamente convertidas em acções dentro de 10 Anos. E quanto às VMOC's das 2 uma: ou o Sporting dentro de 10 Anos arranja os 127,9M€ para adquirir as VMOC's ou a Sporting SAD passará a ser detida maioritáriamente pela Banca. Apesar de as VMOC's não serem registadas contabilisticamente como Passivo, na prática são responsabilidades que o Sporting terá de assumir se quiser manter o controlo maioritário da SAD.

    4ª situação: Com base na informação do R&C, sabe-se que o Sporting "valorizou" os direitos de superfície do Estádio de Alvalade em 208M€ "brutos" e 147M€ líquidos!!! Se os direitos de superfície de Alvalade valem esse montante, gostaria de saber quanto valem os direitos de superfície do Estádio da Luz!


    Considerando as 4 situações (contabilização indevida do "Caso Rojo", Perdão de juros por pressão junto da Banca, VMOC's que poderão levar à venda do Sporting à Banca, valorização "anormal" dos direitos de superfície do Estádio de Alvalade) arrisco-me a afirmar que nem o Vale de Azevedo se lembraria de tais atitudes.""

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oh "anónimo das 00.36", apanhou-me bem disposto e contrariamente ao que é habitual, quando um comentário excede os caracteres do post a que se refere e é colocado absolutamente "fora do contexto", publiquei o seu, sem o "guilhotinar"!

      Mas deixo-lhe aqui o significado de CONTEXTO:

      1. Conjunto de circunstâncias à volta de um acontecimento ou de uma situação. = CONJUNTURA, ENQUADRAMENTO
      2. Aquilo que envolve algo ou alguém (ex.: contexto social). = AMBIENTE
      3. [Linguística] Conjunto de elementos .linguísticos à volta de som, palavra, locução, construção, frase, parte de discurso, etc. (ex.: contexto fonético, contexto semântico).
      4. Modo pelo qual as .ideias estão encadeadas no discurso.
      5. Ligação entre as partes de um todo. = CONTEXTURA

      "contexto", in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2013, http://www.priberam.pt/dlpo/contexto [consultado em 02-03-2015].

      Rematando, a guilhotina fica para a sua próxima DESCORTESIA!!!...

      Eliminar
    2. Tu é que sabes, Anónimo, tu é que sabes!... Aliás, sabe-la toda!

      Eliminar

PUBLICIDADE