quarta-feira, 4 de março de 2015

Citius, altius et fortius !...


Com 11 jornadas para disputar até final da LIga, depois de nas Antas ter atirado a toalha ao chão na questão do título e afastando da discussão o seu futuro na Taça de Portugal, creio que restará ao Sporting a preocupação exclusiva da conquista do último lugar do pódio, fixando a sua atenção no único adversário que, colocado neste momento apenas a 1 ponto, será aquele que, aparentemente, estará em posição de nos fazer frente: o Braga.

Olhando para o calendário, ao Sporting caberá defrontar o Penafiel (c), Marítimo (f), V. Guimarães (c), P. Ferreira (f), V. Setúbal (f), Boavista (c), Moreirense (f), Nacional (c), Estoril (f), Braga (c) e Rio Ave (f).

Quanto ao Braga, terá pela frente, Porto (c), Benfica (f), Académica (c), Gil Vicente (f), Penafiel (c), V. Guimarães (f), Belenenses (c), P. Ferreira (f), Marítimo (c), Sporting (f) e V. Setúbal (c).

Se tomarmos em linha de conta que, afastado da LE, o Sporting deixou de estar sujeito ao "stress" competitivo que essa prova determinava, apenas por duas vezes - nas duas mãos da 1/2 final da Taça de Portugal - terá de regressar à Liga com intervalos de quatro dias e somando  os imponderáveis em que o futebol sempre será fértil, não será descabido pensar na possibilidade de poder conseguir amealhar uma pontuação que se venha a situar num intervalo de 22/25 pontos, em 33 possíveis.

Já o Braga, dentro dos mesmos critérios e sujeito a esforço competitivo bem próximo, muito dificilmente conseguirá superar um intervalo situado entre 18/21 pontos até final do campeonato.

Quer isto dizer que o Sporting, a menos que caia o Carmo e a Trindade, conseguirá defender com naturalidade e sem grandes problemas, o último lugar do pódio que lhe garantirá o acesso à pré-eliminatória de apuramento para a Champions.

Se não o conseguir, então, pesem embora todas as críticas que este meu pensamento possa merecer da parte dos sportinguistas que me dão o privilégio da sua presença neste cantinho, a tal cláusula de salvaguarda estabelecida no contrato celebrado com Marco Silva e última e amplamente divulgada pela CS com outros, evidentes e bem diferentes objectivos, deverá ser naturalmente accionada!...

Nenhum promissor atleta alguma vez assegurou a presença nos Jogos Olímpicos, sem cumprir os mínimos estabelecidos!...

Citius, altius et fortius !...

Leoninamente,
Até à próxima

5 comentários:

  1. Perdoe fugir momentaneamente ao tema, mas gostaria de saber o que anda a fazer a tal equipa contratada recentemente para a gestão da comunicação. O Sporting está a ser alvo de um "ataque" mediático enorme, com a comunicação social a associar permanecente o Pereira Crist

    ResponderEliminar
  2. Inadvertidamente publiquei o comentário incompleto. Continuando, os media estão permanentemente a associar o Pereira Cristóvão e mustafá ao Sporting, apesar de os casos de polícia pelos quais foram presos não estarem relacionada com o clube. Como se não bastasse a imprensa de fala despoduramente no interesse dos nossos rivais no Cêdric e no Carrillo (sem dúvido que o lobby lampiónico no CM e o lobby fruteiro na Controlinveste tem tudo a ver com estas notícias). E perante isto a comunicação do Sporting fica imóvel. Não se percebe...

    Quanto ao assunto do terceiro lugar, na próxima jornada é muito provável que as coisas decorram no nosso interesse porque Porto e Braga vão defrontar-se enquanto o Sporting recebe o Penafiel. Com maior ou menor dificuldade o Sporting não ficará abaixo do terceiro lugar. E é forçoso vencer a Taça de Portugal. Os nossos adversários quererão evitar que isso aconteça, mesmo não sendo os beneficiados directos de um desaire do Sporting. A isso não é alheia esta campanha nos media a que estamos a assistir, visando provocar a derrocada do nosso clube. Vencer a Taça deve ser um desígnio de todos os sportinguistas, ponto. Custe o que custar, contra tudo e contra todos.

    ResponderEliminar
  3. Caro Jordão, julgo ver no silêncio do Sporting acerca das matérias que refere, uma opção estratégica, reflexo precisamente de uma nova filosofia comunicacional. Penso que nos viciámos nos sistemáticos comunicados que, mesmo em questões de "lanacaprina", saltavam cá para fora com inaudita frequência e agora estranhamos o desprezo a que algumas "provocações" são votadas.

    Cedric e Carrillo estarão em negociações para renovação dos respectivos contratos e tudo o que por aí vai aparecendo, não passará de devaneios de quem nos pretende desetabilizar, ou então, golpes de asa dos respectivos empresários. Mas tudo aparece sem rosto e o Sporting não deverá incorrer no erro que tantas vezes cometeu no passado próximo recente, de andar à espadeirada contra moinhos de vento. O caso do andebolista Rui Silva será bem mais grave e nem a isso o Sporting respondeu. Penso que haverão razões fortes e se calhar, é bem provável que esse seja o melhor caminho. Diz quem sabe, que os novos homens da comunicação do Sporting, SABEM DA PODA! Então o melhoe será sentarmo-nos calmamente e... ESPERAR!...

    Quanto à Taça e 3º lugar, teremos de fazer o mesmo: ESPERAR, SEM DRAMAS !...

    ResponderEliminar
  4. Então se o Cristóvão foi vice presidente do clube há pouco tempo e o outro é líder de uma das claques mais conhecidas não queriam que os ligassem ao SCP? Olha se fosse um vice presidente do Benfica mais um chefe das claques o que não se diria por aqui!
    Se houve todo o chinfrim por causa de um assunto de lana caprina, as taxas autárquicas!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Bem aventurados os pobres de espírito!...

      Eliminar

PUBLICIDADE