quarta-feira, 4 de março de 2015

"A miséria não acaba porque dá lucro"!...



Estão na moda as "fugas de informação"! E não será apenas as que nos chegam das "sinecuras governamentais" ou das "catacumbas judiciais"! Elas assaltam-nos e provêm de tudo quanto é departamento estatal ou instituição privada. Porque são bem pagas e haverá cada vez mais quem seja capaz de negociar a sua dignidade, mesmo que por um miserável prato de lentilhas.

Creio que terá sido Arnaldo Jabor a afirmar, "que a miséria não acaba porque dá lucro"! As "fugas de informação", constituindo uma parte da miséria que nos envolve, também dificilmente acabarão, porque dão lucro!...

O Sporting Clube de Portugal será uma das instituições privadas onde há décadas de instalou essa "miséria"! E embora pontualmente, aqui e ali, possamos e devamos reconhecer que noutros tempos algo terá sido feito para amenizá-la, a verdade é que, qual erva ruim, sempre acaba por renascer, quiçá mais pujante ainda. Deve dar muito lucro essa miséria! E por isso será quase impossível de erradicar.

Já lá vão quase dois anos que os sportinguistas ofereceram uma vitória límpida e tranquila ao poder ora vigente em Alvalade. Entre muitas outras razões, porque acreditaram que o Sporting Clube de Portugal passaria a ter... UMA SÓ VOZ! E de facto, o Clube parecia ter passado a ter uma só voz... AUDÍVEL E BEM GROSSA POR SINAL! Mas...

Puro engano! Há muitas vozes em Alvalade! Audível e tonitroante, haverá na realidade apenas uma! Mas os mensageiros parecem ter explodido exponencialmente e até de um qualquer peido de leão, chega em segundos o eco às redacções! A que preço?! Ninguém sabe, mas... 

"A miséria não acaba porque dá lucro"!...

Leoninamente,
Até à próxima

5 comentários:

  1. Tamos tramados. Que ano péssimo nem quero pensar que possamos perder com o Nacional.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ai 'tamos, 'tamos, caro Leão 45, a brincar que o diga! Mas pode ser que não percamos! Também haverá "fugas de informação" por lá!...

      Eliminar
  2. A miséria instalou-se no Sporting porque ao longo dos tempos e isso acentuou-se muito mais a seguir ao 25/4 o Sporting foi perdendo o seu elitismo.

    O proletariado ou o neo-proletariado tem vindo a estender a sua influência e inclusivé chegou à liderança do Sporting.

    Assim não vamos lá.

    ResponderEliminar
  3. Caro nostalgia de figuras elitistas do calibre de Góis Mota ou Casal Ribeiro?! Com elite dessa eu vou já juntar-me ao escravo Spartakos...

    ResponderEliminar
  4. Mas onde é que andam os proletários?

    ResponderEliminar

PUBLICIDADE