segunda-feira, 16 de março de 2015

É o preço da dignidade!!!...



"No lance mais polémico do Marítimo-Sporting, que acabou por decidir a partida, o árbitro Rui Costa esteve bem ao assinalar a grande penalidade sobre Jefferson."
(in Record)

Obviamente! Pesem embora as "desculpas esfarrapadas" de Raul Silva, dizendo não ser transparente!...

Rui Costa, sem surpresa para quem tem acompanhado o seu trajecto, cotou-se como o melhor em campo! Este Professor de Educação Física, sempre foi um excelente e competente árbitro, ostracizado pelo "sistema" instalado no nosso futebol. Quase a perfazer 39 anos, nunca chegou a internacional, assistindo, silenciosamente, à imposição das insígnias da FIFA, de tantos incompetentes que o ultrapassaram.

É o preço da dignidade!!!...

Leoninamente,
Até à próxima

4 comentários:

  1. Pois é amigo Álamo, o dito sistema nunca perdoou a RC a sua "dignidade", aqui está a prova de que o adágio popular "a corrupção compensa", está bem vivo e de saúde....

    SL

    ResponderEliminar
  2. É, amiga Leoa Maria, "a miséria não acaba porque dá lucro"!...

    SL

    ResponderEliminar
  3. Quanto a transparências a estupidez é tal que nem sequer me merece comentários...

    Talvez o «sistema» não lhe perdoe é o facto de - em abono da verdade tenho algumas dúvidas -não marcar eventuais penaltis, como o do encosto do Cédric ao avançado do Marítimo... Só é pena é que noutras circunstâncias, bem mais ofensivas à dignidade da profissão, não actue da mesma forma...

    Mas de uma coisa eu tenho a certeza... Não me recordo de nenhum árbitro ter, alguma vez, feito um "frete" para o nosso lado... Pelo menos não conscientemente... e claro, que não tenha rapidamente corrigido em oportunidade posterior.... pelo que de fretes estaremos falados...

    Sinceramente o nome Rui Costa não me recorda coisas assim tão positivas para o nosso lado mas pode muito bem ser o meu mau feitio... e a minha memória não me ajuda...!!!

    SL

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Amigo JLB, não devendo nada a Rui Costa, nem pretendendo fazer dele um modelo ou uma excepção na arbitragem portuguesa, o facto é que são do meu conhecimento alguns episódios de "domesticação" que a sua dignidade não permitiu. E isto, na podridão do nosso futebol, levou-me a acompanhar com alguma curiosidade os relatos que têm surgido na blogosfera sobre o seu singular percurso na arbitragem. E devo confessar que me vi obrigado a excluí-lo daquele naipe abjecto que constitui a maioria dos "apafs"! Errará como qualquer ser humano, em missão tão difícil! Mas vejo-o actuar, como gostaria de ver actuar todos os árbitros: com espírito de justiça, com a preocupação de errar o mínimo possível, com a determinação de se orgulhar do seu trabalho e sempre com o desejo de que a sua consciência não lhe estenda o dedo acusador! É assim que vejo Rui Costa! E garanto-lhe que também durmo tranquilo!...

      SL

      Eliminar

PUBLICIDADE