terça-feira, 3 de março de 2015

O espreguiçar do polvo!...


O execrável "polvo comunicacional", braço armado do abominável "sistema" que continua a dominar o futebol português, agora consubstanciado numa "santa aliança" que, só aparentemente, poderá ser considerada anti-natural e impossível, vá-se lá saber porquê, com o Sporting em absoluto arredado da discussão do título, resolveu estender os seus tentáculos e espreguiçar-se dolentemente pelas páginas de papel e ecrans das nossas casas.

Agora que o calor parece ter vindo para ficar, há que lavrar as terras e atirar as sementes à terra. E os próceres desta "república de bananas" em que se transformou o futebol luso, não quiseram perder tempo e distribuiram tarefas, prontamente obedecidos pelos lacaios:




7 - Bruno de Carvalho quer 14 milhões de euros por Carrillo.




E assim vai o futebol, mai-lo seu braço armado em Portugal! Uns vão bem e outros... MAL!...

Leoninamente, 
Até à próxima

15 comentários:

  1. Atenção que o Carlos Xistra é um conhecido sportinguista da Covilhã.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sob o anonimato, até eu seria capaz de dizer que o Cavaco é comunista!

      Eliminar
    2. O que tem o anonimato a ver com factos? Carlos Xistra é sportinguista!

      Eliminar
    3. Bom, a credibilidade do anonimato é óbvia! Quanto ao Xistra ser sportinguista, olhe que não se tem notado nada, bem pelo contrário...

      Eliminar
  2. Junte-se a isso a campanha contra o treinador efectuada pelos "soldadinhos" do Bruno de Carvalho. Isto é uma coisa de gente DOIDA. Em primeiro lugar revela a falta de autoridade do presidente, que precisa de incentivar campanhas para destruir a imagem de um treinador para o despedir. Nunca se viu uma coisa destas neste clube. E por arrasto leva a que muitos sócios, eu inclusive, não tenham confiança neste presidente, porque já perceberam que ele mente frequentemente e assim questionam a sua agenda e capacidade. Vai ser um "milagre" se o Sporting conseguir ganhar alguma coisa neste ambiente. Que vergonha.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu não estaria tão seguro, caro Jordão! Por mim, vou esperar que o tempo traga as respostas que me dissipem muitas dúvidas que tenho! Cabral estava certo e não era o Brasil que procurava!...



      Eliminar
    2. Sou sócio do SCP há muitos anos. Não votei nas últimas eleições, mas sei que "Godinhos" e "PERs", não obrigado. Não sei se o Dr. Bruno de Carvalho é mentiroso, mas uma coisa sei: defende o meu clube com "unhas e dentes", ao contrário de muitos outros presidentes e isso me basta. Acho que irei percorrer umas centenas de Kms para votar nele e não sou seu "soldadinho". Mas há algum presidente que necessite de "campanhas" para despedir um treinador? O que ganhámos com Godinho Lopes e, Bettencourt? Dívidas, passivos, subserviência? Quanto ao nosso treinador, tenho a opinião que não se constitui num "bezerro de ouro" e como tal está sujeito a criticas, nomeadamente, quando as coisas não correm bem. No entanto, deve-se ao nosso presidente a sua contratação e no exercício das suas funções terá sempre legitimidade para o despedir, se fosse caso disso,. Recuso-me a participar em campanhas, muitas delas externas, que entre treinador e presidente pretendem muito simplesmente o afastamento de um homem que sempre defende o Sporting Clube de portugal. De facto, os nossos adversários, SLB, FCP, Liga, arbitragem, Conselhos de Disciplina e da Justiça, não gostam do homem.

      Eliminar
    3. Se isso a si lhe basta, problema seu. Ao Sporting não chega, de certeza.

      Eliminar
  3. Falta a notícia do jantar de namorados com o proencinha.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ao caro Simão Costa direi que foi intencional a omissão, na medida em que desconheço em absoluto a ementa do jantar!...

      Eliminar
  4. É preciso que o Sporting volte à sua génese elitista, já chega do proletariado mandar no clube.

    ResponderEliminar
  5. Isso era no tempo do comunismo. Agora já não há proletários. O elitismo é uma coisa que nem toda a gente tem, a começar pelos Reis. O elitismo não é uma condição do "berço", mas de elevação humana, coisa que o caro "Superleão" é capaz de não entender.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Concordo plenamente, o elitismo, não é só uma condição de "berço" mas também de elevação humana, quer através do enriquecimento financeiro e/ou intelectual e cultural.

      Caro Anónimo, os proletários estão aí aos milhões, tanto ao nível financeiro como ao nível intelectual e cultural, como até ideológico (não podemos esquecer da sua vitória eleitoral na Grécia), enfim são os esquerdalhos.

      Voltando às coisas práticas, BdC, vulgo Bruninho, tem vindo a enterrar o Sporting.

      Eliminar
  6. Concordo plenamente com o superleão. O sporting tem que voltar às suas origens e correr com esta corja do povão e estes lideres de claques que como negros raptores e ladrões só envergonham o clube.

    ResponderEliminar
  7. É impressão minha ou anda para aqui muito CROQUETE ressabiado...!!!

    Vão apodrecer longe..... que o SPORTING É NOSSO (dos sportinguistas) OUTRA VEZ

    SL

    ResponderEliminar

PUBLICIDADE