segunda-feira, 10 de novembro de 2014

Se Marco Silva insistir muito, o que é que eu posso fazer?!...

Rinus Michels também seria teimoso?!...

"... O Sporting jogava no seu habitual sistema, mas no meio campo, enquanto William Carvalho não decidir mexer o rabo e aprender a marcar, vamos passar maus bocados. Os passes eram precipitados e a pressão não surtia efeito. O futebol era mastigado e mais uma vez a posse de bola não significa vitórias. Muito pelo contrário, os passes eram muito centralizados e muitos eram mal medidos.{...]

Carrillo estava ausente e só num lance criou perigo. Pois bemMarco Silva, ao intervalo, tirou o peruano e ainda William Carvalho e colocou Montero e Mané. Isto significou uma mudança táctica. Passámos a jogar em 4-4-2 declarado e o SCP cresceu imenso.

Os passes eram rápidos , a bola variava de flanco para flanco com rapidez e João Mário e Adrien mandavam no meio campo. Nas pontas , Nani e Mané começaram a criar perigo mas foi Fredy Montero que fez um golão..."

"... Onde estaria o Sporting de Marco Silva sem Nani, é algo que fica para discutir... [...] Uma certeza porém, que serve também para Paulo Fonseca e Rui Vitória. É sempre mais fácil ter sucesso em modelos de 442, linhas próximas e baixas e saídas em transição, do que quando é pedido/exigido que se assumam jogos em organização."


Manda o bom senso concluir, que quando amantes do futebol como RCF e PM, têm a coragem de afirmar que o 4x4x2 que Marco Silva "decidiu" ao intervalo do Sporting-Paços de Ferreira, fez o Sporting "crescer imenso" e que com tal modelo, "com linhas mais próximas e baixas e saídas em transição, é sempre mais fácil ter sucesso", saberão do que estão a falar.

Eu, adepto sportinguista, apenas posso dizer que, a meu ver, o Sporting da segunda parte deste jogo, melhorou como da noite para o dia. Assim como de todas as vezes que Marco Silva recorreu a este modelo.

E assalta-me uma dúvida terrível: porque será que Marco Silva continua a batalhar ingloriamente no 4x3x3, a dar as primeiras partes de avanço aos adversários, a desgastar o seu já de si tão reduzido plantel - em qualidade e quantidade -, na disputa de três competições tão exigentes, e só depois de se apanhar com as "calças na mão", recorre ao 4x4x2?!...

Cá por mim, cujos conhecimentos tácticos terminam, depois da bola beijar o véu da noiva da baliza adversária, com o salto que dou na cadeira da bancada ou no sofá cá de casa, está-me a chegar uma comichão tão esquisita como aquela que senti há alguns anos, quando a "casmurrice" não inventava nada para além do gasto, regasto, conhecido e previsível... losango!

Será possível que Marco Siva seja tão teimoso como o outro?! Por mim, continuo a dar-lhe o benefíco da dúvida. Mas se insistir muito, o que é que eu posso fazer?!...

Leoninamente,
Até à próxima

12 comentários:

  1. Sou a favor do regresso de Paulo Bento ao Sporting como Treinador Principal e também como Responsável Máximo de todo o Futebol de Formação da Academia. Acho Marco Silva uma Excelente Pessoa mas não me parece com capacidade para treinar um Clube com as exigências do Sporting. Esta é a minha opinião como Adepto e Simpatizante.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ao "anónimo das 04.01", naturalmente com o devido respeito pela sua opinião, eu quase diria que aceitaria todas as soluções menos aquela que preconiza! Por mim fiquei vacinado com o "Paulo Bento forever"!...

      Eliminar
  2. Amigo eu tb não diria para mudar de sistema pq também jogamos bem em 4-3-3. O que tb interessa é a mobilidade dos jogadores. Se o SCP teimar em andar a dar toques na bola para os lados e não jogar rápido vai ser sempre mais fácil os adversários defenderem. Nos jogos abertos é a nossa praia. Mas qd se fecham ui ui e temos que saber jogar das duas maneiras.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Amigo RCF, com toda a certeza que se afirma esse pensamento, será porque acima do sistema que possa ser utilizado, acredita que nenhum deles resultará sem as dinâmicas que o sustentem no objectivo fundamental do golo. Não me custa absolutamente nada compreender onde pretende chegar e estou de acordo consigo. Mas estamos quase com 1/3 do campeonato realizado e se o Rio Ave ganhar à Académica com mais de dois golos de diferença, o nosso lugar será o OITAVO, com uma média de 1.7 pontos por jogo e isto é INACREDITÁVEL!

      Estaremos a caminho de repetir a nossa mais degradante classificação de sempre e o Marco Silva continua a atribuir as culpas à falta de intensidade e agressividade... dos jogadores! Quando será que o ouviremos a falar da falta de intensidade e agressividade ... DELE PRÓPRIO?!...

      Abraço, obrigado e SL

      Eliminar
    2. Não discordo de si amigo. Este é o preço de contratar-mos treinadores jovens e sem muita experiência. Quais serão as hipóteses de acharmos outro Mourinho ?? Não digo que Marco Silva não venha a ser um excelente treinador e até acredito no seu trabalho, mas a inexperiência paga-se dentro de campo. E não será só a inexperiência de Marco Silva. E os adjuntos ? A equipa do Leonardo Jardim , por exemplo, não eram jovens.

      Eliminar
    3. Claro que sim, amigo RCF, a inexperiência paga-se dentro do campo e reflete-se nos resultados. Marco Silva além de jovem e inexperiente, também na constituição do seu "staff" não terá tido o cuidado de se rodear de pessoas que lhe fizessem chegar alguma da experiência que ainda não tem.

      Dá-me ideia de que uma das suas principais preocupações, andará muito próxima de um predicado comum a quase todos nós, portugueses: a sua medalha de ouro será poder ser considerado, quer no balneário, quer pela estrutura do Clube, quer ainda na CS, como "um gajo porreiro"! E os "gajos porreiros" acabam sempre por ser afastados, demitidos, corridos, de todos os projectos, sejam eles de que índole forem!...

      Marco Silva ainda poderá ir a tempo de corrigir quase tudo o que de mal tem vindo a fazer no Sporting, mas precisará de realizar um prodigioso "golpe de rins", que não se me afigura fácil, se tivermos em conta a envolvência de uma estrutura muito "sui generis" e a quantidade de vícios e egos que o plantel manifesta...

      Também acredito que MS tem potencialidades para se aproximar do estatuto conseguido e da obra realizada por José Mourinho. Só que a sua personalidade nada terá a ver com este e nessa condição...

      Abraço, obrigado e SL

      Eliminar
  3. "Sem paciência" para longas dissertações, lembro apenas que...:

    Marcámos 2 golos limpos (limpinhos são os do "outro lado"...), a verdade é que "os do costume", apenas validaram 1...e sendo assim...:" empataram-nos"...!!

    A culpa é claro que não foi apenas dos "do costume"...mas foi uma grande ajuda...

    "Talvez" a culpa seja em parte minha...: é que com medo de agravar a constipação..."faltei à chamada"...

    Uma boa semana...!

    Abr e SL

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Amigo Max, só os cegos dos adeptos benfas continuam a não se aperceber do "andor" que vem conduzindo o seu clube ao "altar"! Mas se estivermos cegos e não repararmos nos erros e culpas próprios, seremos iguais a eles, o que recuso liminarmente!...

      O amigo não tem por aí um alfinete, que se possa utilizar nas nádegas do Marco Silva?!...

      Rápidas melhoras para a constipação, com um abraço e SL.

      Eliminar
  4. Viva Álamo,
    Que o Sporting jogue bem ou jogue mal, o resultado será sempre o mesmo, a única dúvida, será saber se é tramado antes do Natal ou antes da Páscoa. Há muito que percebi, que neste enquadramento mafioso do futebol luso, não resta lugar para o Sporting. Os anteriores dirigentes descuraram as necessárias e determinantes influências nos órgãos onde se ganham as taças e os campeonatos. Não vale a pena andar aqui a perder tempo, a questionar tácticas ou afins: isto tudo se explica pela forma premeditada como os bois de negro ajuizam os lances capitais do nosso clube e dos outros. Por acaso alguém me pode dizer o que é que o Carnide fez mais para mercer ganhar os jogos con o Rio Ave e Nacional do que o Sporting ontem com o P. de Ferreira? O Sporting não pode ganhar jogos pela margem mínima?! É verdade que o Sporting fez uma péssima primeira parte. Então, e o Carnide não tem feito recorrentes péssimas primeiras partes? Na verdade, O Carnide, ainda não fez um bom jogo , este ano: e quantos pontos já perdeu na Liga?
    Neste status quo atual do nosso futebol, de ditadura vermelha, ainda estamos pior, do que na era do Apito Dourado, porque o Benfas, pode ser benefeciado à vontade, pois, tem uma máquina infernal de propaganda, ou seja, a Comunicação Social (quase toda) a branquear o que se passa.


    Mais uma vez reitero: deixemo-nos de ingenuidades: como de jogar com muitos portugueses e outros sentimentalismos do género... Não podemos continuar a andar a trabalhar para a seleção encher os bolsos. Nós apostamos nos jovens jogadores lusos, aguentamos os seus erros consubstanciados em perdas de pontos, enquanto os nossos adversários ganham títulos.
    Teremos que lutar com as mesmas armas deles. Caso contrário, o nosso estatuto de clube grande, em futebol, está em causa. É que as nossas performances no futebol, nas últimas décadas, têm sido paupérrimas.
    Teremos que incentivar jovens, autênticos sportinguistas, a entrarem no mundo da arbitragem. Caso não preparemos o futuro nesta área e noutras a ela relacionadas como os conselhos de disciplina e de justiça, contnuaremos a nada ganhar, por melhor equipa que venhamos a ter. E os próximos anos serão negros neste âmbito,porque os árbitros coevos são lampiões inveterados e o porco e o benfas mandam em todas as instâncias de cúpula do futebol cá do burgo.
    . Com regularidade dou por mim a perguntar-me: por que é que ainda acompanho os jogos de futebol, se isto, tanto, anível nacional como internacional, é um exemplo do que não se deve fazer, uma escola de falta de virtudes? A resposta é simples: só continuo a ligar ao futebol, por uma questão de clubismo, ou seja o Sporting; caso contrário, o futebol de competição, era coisa que já nada me dizia: exemplo eloquente disto: é que os grandes certames internacionais de futebol, já nada me dizem.
    Cumprimentos e obrigado, a todos vós, por continuarem a manter a chama leonina bem viva.
    Helder Mestre

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Amigo Helder Mestre, tudo o que afirma no seu comentário é a mais pura das verdades, que só não vê quem pretender tapar com a peneira o sol dos outros!

      Mas que em causa própria continuamos a cometer pecados do nosso tamanho, teremos de reconhecer...

      Abraço e SL

      Eliminar
  5. Claro que cometemos pecados retumbantes. O grande problema, é que mesmo que não os cometamos, à partida já sabemos que iremos ser "lixados" mais tarde ou mais cedo. Um clube entrar em qualquer competição já consciente desta verdade (é um desgaste psicológico, tanto para atletas, dirigentes, como adeptos incomensurável) é meio caminho ou mais para o insucesso. Pelo contrário, um clube entrar em campo sabendo que jogando mal ou bem terá a ajudinha do costume, é o caminho completo para o sucesso.
    Mas, ainda bem que existem muitos sportinguistas que acreditam que se o Sporting tiver grandes performances tácticas e estratégicas conseguirá vencer qualquer troféu. Neste sentido, eu já deixei de acreditar.
    Só voltarei a acreditar quando, não só mudarem as moscas como também mudar a trampa na orgânica dirigente do futebol.
    Quem disse: «Mais importante que contratar jogadores é meter pessoas nos C. de Disciplina, C. de Justiça e de Arbitragem?»
    Só peço ao presidente, que não caia na ingente asneira, de pensar que o problema se resolve com a mudança de treinador. Quantos treinadores já tivemos nas últimas décadas? Peço que continue nesta linha, e, que não gaste dinheiro em novas contratações em Janeiro. Já que não podemos ganhar troféus, pelo menos, que tenhamos a calma para ir equilibrando as contas, embora o plano financeiro esteja inextricavelmente ligado ao desportivo.
    Cumprimentos.

    ResponderEliminar
  6. Olá,
    Que os sportinguistas não se iludam com as performances de P. Bento, enquanto esteve no Sporting. Os segundos lugares que conseguiu, foram à custa de um Carnide que estava de rastos. Hoje o cenário é bem diferente.

    ResponderEliminar

PUBLICIDADE