segunda-feira, 3 de novembro de 2014

Roupa suja lava-se em casa !...

O Sporting não é o Big-Brother !....

Falta de comparência

"... o Sporting deu um passo atrás numa carreira em que vinha mantendo um nível de grande qualidade, quase unanimemente reconhecida. Fica por perceber a falta de comparência no estádio do Fundador, onde nenhum jogador mereceu nota positiva, e que o próprio Presidente verberou em termos inesperadamente violentos. 

Mas as críticas dirigidas por Bruno Carvalho, ainda que merecidas, são uma novidade. Discursos como aquele que fez chegar através das redes sociais e que por hábito apenas são escutados em todos os clubes na intimidade do balneário, podem ter um efeito devastador que só os próximos dias poderão ou não confirmar. 

Sem que nada o fizesse prever, e quando menos se esperava, agitou-se o reino do leão. 
De repente, o desafio da Champions da próxima quarta-feira, assumiu assim contornos inesperados, aguardando-se com justificada expectativa a reacção dos jogadores para então começar a perceber-se como foram recebidas as palavras acusatórias do seu Presidente."

Gostaria de ter escrito isto! Porque é o sentimento que anima o meu espírito depois da "falta de comparência" do Sporting em Guimarães, onde apenas esteve presente o leão rampante, ao peito de uns inesperados e dóceis imitadores, daquilo que deveria ser um futebol intenso de garra e determinação. 

Já deixei por aqui transparecer a minha opinião, pouco tempo depois de visionar os 90 minutos mais decepcionantes desta nova vida de um leão disposto a ocupar o seu verdadeiro lugar no topo do futebol nacional: a mente dos leões que estiveram no estádio do Fundador, ficou embrulhada em celofane, no balneário, guardada para Champions na 4ª feira.

Mas, a meu ver, não terá sido escolhido por Bruno de Carvalho o melhor mensageiro para o "raspanete" que  o colectivo leonino, de uma forma tão abrangente que não se esgotará apenas nos que deambularam abúlicos e conformados no relvado, fez por merecer em Guimarães.

Porque a roupa suja deve lavar-se em casa!...

Leoninamente,
Até á próxima

4 comentários:

  1. Coitadinhos dos jogadores e do técnico, que não se lhes pode dizer nem apontar nada, que amuam... Mas estamos todos parvos ou quê ? É óbvio que têm de ser chamados à atenção, sob pena de isto voltar a acontecer, o que não pode, em nenhuma circunstância, suceder. A isto chama-se exigência e tem de ser praticada por todos os que representam o SCP. Compreendo perfeitamente a estranheza de muitos comentadores, bloguistas e afins, dado ser algo que há muito estava arredado de Alvalade. Preparem-se e acostumem-se, porque com este Presidente será sempre assim (e ainda bem !).

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Caro Kikas, será tão respeitável a sua forma de ver as coisas, como a que defendo, de que o Presidente deveria expressar, exactamente pelas mesmas palavras, o seu sentimento de frustração, junto dos jogadores, no balneário!...

      Formas de ver diferentes, sendo que o objectivo será igual. Veremos se a fórmula utilizada, em vez de curar, não venha a agravar a doença...

      Eliminar
  2. Tenho quase 100 % de certeza que o Presidente o fez no local e hora próprias (balneário, autocarro, enfim, em circuito fechado), fazendo-o depois publicamente, essencialmente dirigido aos sócios e adeptos, inclusivamente pedindo desculpa e utilizando o plural.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Caro Kikas, não me é difícil admitir a possibilidade de a sua percentagem de certeza estar correcta. Mas nessa condição, não concordarei nunca com os termos colocados no FB. O pedido de desculpas perante os sócios e adeptos, não fere a minha sensibilidade. Já o restante do recado, se havia sido transmitido aos próprios, no local próprio e no tempo e modo adequados, terei de o achar, inconsequente, desnecessário e, eventualmente, de efeitos, no mínimo, imprevisíveis. Um autêntico líder, não deve nunca cair nesse erro, se quiser salvaguardar o futuro, próximo ou remoto...

      Eliminar

PUBLICIDADE