sexta-feira, 14 de novembro de 2014

Jogo encerrado...


Jogo encerrado

"Um presidente dizer que exibições de jogadores “não dignificaram” o seu clube e acusá-los de falta de “garra e vontade de vencer” atinge, seja como for lido, a dignidade profissional de qualquer atleta. E é ainda mais desagradável quando é feito nas redes sociais. Parece-me que depois do desastre do Sporting em Guimarães Bruno de Carvalho apenas pretendia uma reacção dos jogadores no campo. E ela veio no jogo seguinte, com Schalke 04. No resultado e nas palavras de Rui Patrício: “Somos um grupo e é lá dentro que tratamos das coisas.” Nani acrescentou: “Quem não sabe perder, também não sabe ganhar. Perdemos sábado e hoje demos uma boa resposta.” Na resposta directa ao presidente os jogadores foram cuidadosos. Jefferson desdramatizou: “O presidente disse algumas coisas mas nem levámos isso a caso.” Paulo Oliveira foi compreensivo: “Ele, mais do que ninguém, quer que o Sporting vença, gosta do clube, e cabe-nos a nós, jogadores, interpretar e entender as suas palavras.”

Várias notícias deram conta de que o presidente ponderou instaurar processos disciplinares a Nani, Rui Patrício e Jefferson depois das suas declarações públicas. Tratar-se-ia de um gesto de pura arbitrariedade. Bruno de Carvalho garante ser falso. E o desmentido veio acompanhado de palavras de solidariedade para com os jogadores. Parece-me evidente que Bruno de Carvalho geriu mal este jogo psicológico, ainda mais quando os resultados não permitiram mudar de página. Ele acabou por se virar contra si, contra os jogadores e contra o clube. Fechou a polémica com uma grande entrevista na Sporting TV, com palavras de pacificação. Assunto encerrado e lição aprendida por todos: a autoridade não se conquista pela força. Conquista-se pelo exemplo."
(Daniel Oliveira, Verde na bola, in Record)


Concordo inteiramente com Daniel Oliveira! Assunto encerrado, serão as palavras certas, no momento certo, agora que a borrasca já lá vai!...

Vamos continuando a "temperar o aço" !....

Leoninamente,
Até à próxima

8 comentários:

  1. eu só nao concordo porque se assume que houve alguma polemica. mas todos os envolvidos, presidente e jogadores refutam essa possibilidade.
    portanto, porque andamos a dar para esse peditorio?
    porque saiu nos jornais?

    pode ter caido mal aos jogadores ou pode ser tal e qual como o P Oliveira diz.
    Portanto, porque razao preferimos acreditar que caiu mal aos jogadores?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Com o devido respeito pela opinião do Lourenço, tanto a intenção de Daniel Oliveira, a minha ou a de milhares e milhares de sportinguistas e absolutamente à margem de toda a especulação da CS e das diversas posições de conveniência dos intervenientes, não será a de assumir ou deixar de assumir a polémica. Importante será reconhecer, sem tibiezas, a verdade dos factos, que foram factos e jamais poderão ser pintados de outra cor, interpretá-los correctamente nos seus efeitos - "...ele acabou por se virar contra si, contra os jogadores e contra o clube,,," - e retirar deles a lição, "...a autoridade não se conquista pela força, conquista-se pelo exemplo.".

      Não se trata de "andarmos a dar para este peditório"! Trata-se de não esquecer o que infelizmente aconteceu, que não ficou a dever-se aos jogadores, nem à CS!...

      E aprendida a lição, por quem terá cometido os erros, desejar que nunca mais se repitam e... assunto encerrado!...




      Eliminar
  2. Que seja, pois, assunto encerrado e a lição apreendida por todos -e vamos em frente, que atrás vem gente!

    ResponderEliminar
  3. Talisca: «Já estou num clube grande»
    BRASILEIRO DIZ ESTAR FELIZ NA EQUIPA DA LUZ
    sexta-feira, 14 novembro de 2014 | 17:00
    11 ComentáriosVisto: 5750



    Apesar de recentemente ter sido apontado a meia Europa, numa lista de pretendentes onde entram Chelsea, Arsenal e alguns clubes italianos, o médio brasileiro Talisca não se mostra preocupado com os rumores e diz-se feliz no Benfica.



    "Imagino-me a ganhar títulos, conquistar muitas taças pela seleção. Ganhar muita coisa na Europa, experiência e aprender com a vida. É sempre importante o ser humano crescer. Imagino jogar o Mundial'2018, estar na seleção. Num grande clube eu já estou. O Benfica é um grande clube", garantiu o brasileiro, esta sexta-feira durante a conferência de imprensa realizada em Viena, onde a seleção brasileira está concentrada.



    "Não esperava que um rendimento tão bom em tão pouco tempo, por causa da adaptação. Achei que fosse uma coisa e foi outra. Parecia que eu estava no Brasil e não senti nada. Só agora é que vou sentir aquele friozinho", admitiu.


    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oh Daniela, mas o que é que eu tenho a ver com o Talisca?! E que é que o texto que publiquei tem a ver com o seu benfas?! Ah, já sei o benfas é um clube muito grande!...
      Claro que é! Em tudo, até nos maus motivos: na corrupção, na lavagem de dinheiro, no compadrio do sistema, na "santa aliança" com D. Bufas Corleone e, na maior de todas as coisas... na diarreia mental!...

      Oh Daniela, poupe-nos! Não se cubra de ridículo...

      Eliminar
  4. Espero bem, que este assunto seja definitivamente encerrado amigo Álamo,e tb espero que todos tivessem aprendido a lição, como diz o amigo Liondamaia "vamos em frente que atrás vem gente"...

    SL

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu também espero, amiga Leoa Maria! Só não sei se a lição terá ficado bem apreendida e não voltaremos a ver repetido aquilo que agora nos entristeceu! Sinderamente e com grande pena minha, não sei não!...

      Mas lá "vamos nós em frente que atrás vem gente", na esperança de que o aço possa ser temperado rapidamente...

      SL

      Eliminar

PUBLICIDADE