quarta-feira, 25 de junho de 2014

PORQUE ESTA É A HORA DE MUDAR !!!...



"... Infelizmente, o mesmo (do ocorrido em Espanha) não se passa entre nós. Fomos também ao tapete com um grupo de jogadores muitos dos quais a atingir a veterania, e não se vislumbra quem possa receber deles o testemunho.

Por isso, também nós vamos ter necessidade de um debate urgente. Só que as bocas que deviam abrir-se vão continuar provavelmente fechadas e as mentes permanecerão abstrusas porque, verdadeiramente, a vontade de mudar não existe. Está na cara!".
(Ribeiro Cristovão, A hora de mudar, Bola Branca/RR)

Ribeiro Cristovão, pese embora a assertividade da sua análise, personalizará o sentimento mais comum entre os analistas do futebol português. Um sentimento derrotista e de pouca ou nenhuma esperança e crença no Futuro. Nem parece sportinguista, porque será precisamente nas horas difíceis, que se conhecem os homens capazes de construir esse futuro.

Claro que não será com homens como Humberto Coelho, que alguma vez poderemos sequer pensar em construir o Futuro:

"... Quando a Direcção (FPF) renovou o contrato com (Paulo Bento) fê-lo na perspectiva de ser até ao Euro-2016 e é esse o nosso objectivo. Não vemos razão para acabar com o vínculo que temos com o nosso seleccionador e com a equipa técnica. Esperamos que Paulo Bento nos leve até à fase final do Euro-2016, mas não podemos prever o futuro".
(Humberto Coelho, hoje em conferência de imprensa no Brasil)

Muito menos com Paulo Bento, o "coveiro-mor" da nossa selecção! Compreender-se-à, embora ninguém jamais seja capaz de o entender, que Humberto Coelho e os seus pares, continuando a defesa "assanhada" do seu tacho, prefiram aspergir "água benta sobre Bento".

Mas que Ribeiro Cristovão e todos os jornalistas lúcidos deste país, prefiram enterrar a cabeça na areia, isso ninguém compreenderá e muito menos entenderá. Deveriam ser eles os primeiros a apontar a nudez do rei! Quiçá com mais veemência, porventura mais violentamente, sem panos quentes, raiando até o politicamente incorrecto!...

Então será que, numa lista que um simples e despretensioso adepto do futebol como eu, faz de memória e ao correr das teclas, entre Rui Patrício, Anthony Lopes, Cedric, André Almeida, Antunes, Raphael Guerreiro, Ruben Vezo, Paulo Oliveira, Luís Neto, Yohan Tavares, William Carvalho, Danilo Pereira, Pedro Tiba, Adrien, André Martins, André Gomes, João Mário, Josué, Castro, Ricardo Horta, Rafa, Carlos Mané, Ivan Cavaleiro, Varela, Vieirinha, Candeias, Bebé, Filipe Chaby, Iuri Medeiros, Ivo Rodrigues, Eder, Gonçalo Paciência, Betinho e tantos outros que terão escapado à minha pobre memória ou andarão por aí perdidos à revelia da nossa atenção, não se poderá construir uma selecção que não nos cubra de vergonha, como agora está a acontecer no Brasil, com as "vedetas mimadas, afilhadas e cansadas" de Paulo Bento"?!...

Com o devido respeito pela opinião de Ribeiro Cristovão, de que "não se vislumbra quem possa receber o testemunho", o grande problema que se coloca, em termos de futuro, à nossa selecção, será de que "vamos ter necessidade de um debate urgente", que "as bocas que deveriam abrir-se" se abram efectivamente, que as mentes não "permaneçam abstrusas", para que possa nascer uma indomável vontade de mudar! Porque esta é a hora de mudar!...

E nunca será com mentes abstrusas como as de Paulo Bento, Humberto Coelho, Henrique Jones e outros que invariavelmente fogem para trás do biombo, que alguma coisa poderá mudar. De uma vassourada geral, é o que precisa toda a estrutura do futebol federativo, desde as selecções jovens até à selecção principal. Da recuperação da filosofia que nos fez campeões do mundo em Riad e Lisboa e nos projectou para a ribalta do futebol mundial!...

E quando todo o edifício do futebol federativo estiver de pé, com tijolos de qualidade inquestionável e espírito de missão e com a argamassa da competência em vez de favores e compadrios, então que se pense na cereja para colocar no topo do bolo! Que se pense num SELECCIONADOR/TREINADOR, na verdadeira acepção da palavra: inteligente, arguto, sagaz, competente, frontal, íntegro, dialogante e apaixonado pela causa!...

Que não é, nem nunca será... Paulo Bento!...

Leoninamente,
Até à próxima

P.S. - Cesare Prandelli demite-se e presidente da Federação renuncia após eliminação da Itália. Por cá, OBVIAMENTE, Humberto Coelho não vê razão para tal !...

Sem comentários:

Enviar um comentário

PUBLICIDADE