quinta-feira, 12 de junho de 2014

E o Mundial arrancou pobre e polémico!...

Foto retirada de MaisFutebol

E aí está o Mundial! No jogo de abertura, a equipa canarinha foi o reflexo da desordem social que vive o país. Não há Ordem nem Pogresso no escrete! Muito menos entrosamento e concentração. Não há Neymar, nem Daniel Alves, não há meio-campo, na defesa salve-se quem puder e no ataque só Óscar salvou a honra do convento.

O Brasil deve estar grato ao árbitro japonês Yuichi Nishimura! A grande penalidade que desbloqueou o empate e empurrou a canarinha para uma vitória feliz, nunca existiu e nenhum dos quatro golos do encontro merecerá nota positiva.

Apesar de acérrimo crítico da convocatória de Paulo Bento e da confusão que consequentemente estará instalada na sua cabeça, apreciei bem mais o futebol exibido por Portugal contra a República da Irlanda, que aquele que o Brasil hoje exibiu. Scolari que se cuide e os brasileiros que mantenham as bandeiras em baixo...

A Croácia pareceu-me demasiado retraída e cautelosa neste jogo, mas a meu ver tem um meio-campo superior ao Brasil e trabalha bem nas alas. Modric, Rakitic e Olic foram as estrelas da companhia e se o seu seleccionador ganhar uma pontinha mais de audácia, poderá acompanhar o Brasil nos oitavos de final.

Amanhã há mais. Pode ser que a qualidade melhore...

Leoninamente,
Até à próxima 

3 comentários:

  1. Para ser sincera, tb gostei mais de ver a nossa selecção a jogar com a Irlanda, achei o futebol do Brasil mto pobre, pode ser que a equipa tivesse sido contagiada, pelo mau ambiente que por lá vai...vamos esperar por jogos melhores...

    SL

    ResponderEliminar
  2. Eu para ser sincero tenho de lembrar a diferença existente entre a Croácia e a Irlanda...
    E será "menos doloroso", se não nos pusermos com ideias...pois...!

    Quanto ao penalti...foi falso como Judas...!!

    SL

    ResponderEliminar
  3. Foi uma arbitragem à Portuguesa, a Croácia vestia de verde e branco e o Brasil na 1ª parte vestiu de azul e branco e na 2ª surpreendeu tudo e todos e equipou-se de encarnado. Neymar ficou em campo quando deveia ter ido tomar banho mais cedo, Daniel Alves rasteira por trás Olic com este isolado (mais um p'ro mais cedo) o penalti não existiu e o 3º golo do Brasil começa com uma falta, salvo erro sobre o Modric. Começa bem ... faz lembrar 2002.

    ResponderEliminar

PUBLICIDADE