sábado, 7 de junho de 2014

Pão, pão, queijo, queijo !!!...



Alguém na estrutura leonina se terá descuidado com o "estrugido" que estava a ser preparado para a equipa B da próxima época, e deixou-o queimar. Aqui ao meu canto, apenas chegou o cheiro a esturro! Os pormenores ou "pormaiores" não os conheço. Mas não havia necessidade de colocar uma cereja podre no topo do bonito bolo que tem vindo a ser cozinhado pela estrutura - profissional - do futebol sportinguista. Alguém terá de se abeirar do confessionário...

Há tempos atrás, assinado pelo jornalista João Lopes, surgiu no jornal Record um texto a dar conta, entre muitas outras coisas, que Abel Ferreira, com mais dois anos de contrato com o Sporting, teria rejeitado alguns convites para treinar clubes das suas nortenhas origens, porque estaria bem mais interessado "em consolidar métodos na equipa B" e conjugar esse desiderato com a frequência e ascensão ao 3º nível de treinador, pelo que seria prematuro qualquer outro projecto. Nunca apreciei este tipo de artigos jornalísticos! Respeito muito a amizade que possa existir entre o técnico e o jornalista. Mas, a meu ver, um deles, ficará sempre mal na fotografia: nem a amiizade se deve sobrepôr à ética, nem isto são favores que se peçam a um amigo!

O mundo girou, os rumores sucederam-se, até que ontem, o mesmo jornal veio surpreender os sportinguistas, com mais uma achega ao delicado problema da manutenção ou substitução do líder da equipa secundária do Sporting, referindo como fonte uma entrevista que Litos teria dado na "Hora Record" da CMTV, sobre um pretenso convite que lhe teria sido feito pela estrutura do futebol leonino e que o mesmo se vira "obrigado" a recusar, alegadamente,“Por tudo aquilo que estava a passar-se nos últimos tempos e pela indefinição em relação a outros profissionais. Naturalmente que eu, como sportinguista, não poderia entrar num projecto em que sentisse que colegas e pessoas da estrutura não teriam os seus problemas resolvidos, nem iria criar qualquer situação desagradável para a instituição Sporting.”

É um facto que a culpa maior do "cheiro a esturro" que chegou às narinas dos sportinguistas, independentemente do "estrugido" estar a ser notoriamente mal preparado na Academia ou em Alvalade, se terá ficado a dever a Litos, que foi à CMTV levantar "a tampa do tacho" onde tem vindo a ser cozinhado o estrugido. Não lhe ficou bem o pouco inteligente gesto, que muito provavelmente terá equivalido à inscrição de uma cruz negra sobre a sua porta. Mas o que me importa relevar, aqui e agora, é que eu julgava que estes "estrugidos" haviam sido erradicados, definitivamente, de Alvalade!

Para mim, pão sempre há-de ser pão e o queijo também nunca deixará de o ser. Se for decidida a continuação de Abel Ferreira, que acabem os jogos. Se o trabalho por si desenvolcido durante a época que agora terminou, não se situou no plano desejado, termina-se a ligação e cada um vai à sua vida! 

Estou absolutamente convencido de que não serei o único sportinguista a pensar assim!...

Leoninamente,
Até à próxima

4 comentários:

  1. Meu caro Álamo:
    Como admirador confesso da sua prosa, receio que este seu post, se bem o compreendi, lhe vá valer comentários pouco simpáticos de lictores e pretores.
    Eu, como prezo muito a independência, se calhar por ter vivido ainda, e já bem consciente, noutros tempos, só posso aplaudir.
    De facto, é por este desassombro que eu gosto de aqui vir regularmente, ler o que o meu amigo escreve.
    Se calhar é a altura de eu, sem querer levantar polémicas, dizer aqui que, quando lhe disse há algum tempo atrás que alguém bem perto da actual Direcção me tinha dito que LJ saía, mesmo antes de cá fora se saber, esse mesmo prestigiado Leão também me ter dito porque saía. E também não foi por razões agradáveis.
    Esperamos que o tempo e a tarimba vão dando ainda mais lucidez a quem dirige o Sporting para, de fazer muita coisa bem, como está à vista, passar a fazer tudo bem. E mais não digo, e cá fico também à espera dos pretores, com a tranquilidade de quem sabe que os seguidores cegos não são os melhores.
    Um grande Abraço,
    José Lopes

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Amigo José Lopes, sei por via de uma grande experiência de vida, que o rei, não indo nu, porque não vai, felizmente para o fantástico universo leonino que se estendo desde o Minho a Timor, passando pelas Américas, Africas, Ásias e Oceanias, a transparência das suas vestes ainda causará alguma, pequena, preocupação, em espíritos menos dados a bajulações.

      O passo do "soberano", até que já é formoso, mas ainda não será suficientente seguro. Tenho a esperança que o chegará a ser, no dia em que olhar, a sério, para a sua corte. E vive em mim a convicção de que os espíritos de sportinguistas como nós, o hão-de ajudar. É esse o caminho que procuro trilhar!

      Um grande abraço também para si.

      Calorosas SL

      Eliminar
  2. Se calhar Litos é o menos culpado... alguém devia primeiro ter resolvido o problema Abel Ferreira com 2 anos ainda de contrato made by Godinho Lopes... e só depois endereçado convites fosse a quem fosse. Também eu pensei que esse tipo de problemas tinha desaparecido... Mas Litos foi até muito digno digo eu.... não pretendeu arranjar nenhum problema ao colega de profissão. Vejam que Leonardo jardim foi convidado e contratado antes do treinador oficial do Mónaco deixar de o ser

    ResponderEliminar

PUBLICIDADE