quarta-feira, 25 de junho de 2014

Na FPF mora um bando de criminosos !!!...



Com Junya Tanaka e Rami Rabia, aparentemente, à espera do final das curtas férias de Bruno de Carvalho e a seis dias do arranque da Época 2014/15 e da SportingTV e da realização da I Gala Honoris Sporting, e sendo bem mais do que previsível o afastamento da selecção de Paulo Bento, da fase final do Mundial do Brasil, as atenções de todo universo sportinguista começam a centrar-se quase exclusivamente naquilo que a nova temporada poderá trazer ao Sporting Clube de Portugal.

Depois do brilhantismo conseguido ao longo da época finda, seria natural que por esta altura alguns dos melhores atletas leoninos já tivessem sido objecto do apetite dos grandes clubes europeus. O Mundial do Brasil, sendo um evento capaz de provocar reacções inesperadas do mercado, não terá provocado até agora em Alvalade, qualquer convulsão em termos de eventuais saídas, mantendo-se os potenciais interessados numa atitude de prudente expectativa, facto que acaba por ser gerador de uma certa indefinição, pouco benéfica para os nossos interesses.

Nesta condição, confirmadas as contratações de Paulo Oliveira, Simeon Slavchev, Oriol Rosell, André Geraldes e Jorge "Gazela" Santos, colhe-se a ideia de que apenas faltarão a aquisição de um lateral esquerdo e, porventura um ala, sem levar em linha de conta aquelas que poderão vir a ser determinadas pelas saídas que o mercado vier a impôr e as opções que Marco Silva vier a tomar no decorrer da pré-época, relativamente a um conjunto de atletas ligados contratualmente ao Sporting, que na última época actuaram com menos regularidade na equipa principal - Eric Dier, Vitor Silva, Wilson Eduardo - ou, actuando na equipa B, a sua ascensão esteja a ser ponderada - Ricardo Esgaio, Dramé, Wallyson Mallman,  Iuri Medeiros, Filipe Chaby, Ruben Semedo, Tobias Figueiredo - e finalmente, o regresso ou permanência dos que terminaram a época na condição de empréstimo - João Mário, Zezinho, Nuno Reis, Betinho, Diogo Salomão.

Tendo em conta a realidade actual, será de admitir que Marco Silva tenha à sua disposição a partir do próximo dia 1 de Julho:

GR (2) - Patricio, Boeck
LD (2) - Cedric, Geraldes
LE (2) - Jefferson, nova contratação
DC (5) - Paulo Oliveira, Mauricio, Dier, RojoRami Rabia Ruben Semedo, Nuno Reis, Tobias Figueiredo
MD (2) - William, Rosell, Zezinho
MC (4) - Adrien, Slavchev, J.Mário, A.Martins, Vitor Silva, Wallyson
ALAS (5) - Capel, Heldon, Carrillo, Shikabala, Mané, Wilson Eduardo, Ricardo Esgaio, Filipe Chaby, Iuri Medeiros, Diogo Salomão, Gazela
AV (3) - Slimani, MonteroJunya Tanaka, Dramé, Betinho

Ora tendo Marco Silva, a fazer fé naquilo de que alguns OCS já deram conta, manifestado a intenção de ter apenas à sua disposição um plantel de 25 jogadores, adivinha-se o trabalho ciclópico que estará guardado para a estrutura do futebol leonino! Para nada menos de 14 jogadores, terá de ser encontrada uma solução, que de algum modo compatibilize os múltiplos interesses em jogo, sendo que os primeiros a ser salvaguardados, terão de ser, natural e obrigatoriamente, os do Sporting Clube de Portugal.

E declara-se como atroz realidade, a um clube formador, com os pergaminhos internacionalmente reconhecidos ao Sporting, o quadro negro que se perspectiva em todos os mais importantes estabelecimentos de ensino do país: que saída para os seus formandos?! O terrível desemprego, ou a emigração?!...

O Sporting Clube de Portugal, como grande clube formador, terá no seu quadro principal de futebolistas, eventualmente, mercê de um política própria, mas condicionado tanto pela permissividade da legislação federativa em relação à "importação" de atletas estrangeiros, quanto pela concorrência desleal que ela acaba por determinar, 10 atletas produto da sua Academia! Mas, e os outros 17 clubes que com ele concorrem na I Liga portuguesa?! E os outros 23 clubes com quem disputará a II Liga?!...

Se Fernando Gomes e os seus acólitos federativos, em vez de permanentemente focados nas desgraçadas campanhas circenses de Óbidos, Estados Unidos e Brasil, em busca dos milhões que escorrem da FIFA, em proveito sabe-se lá do quê e de quem, se preocupassem com a defesa e evolução do futebol português, e copiassem a sua congénere inglesa, com a limitação qualitativa e quantitativa dos profissionais estrangeiros que invadem Portugal e com a proibição incontornável da inscrição de jogadores pertencentes a entidades estranhas aos clubes - vulgo fundos! -, a situação do futebol português mudaria como da noite para o dia!

Se a todos os clubes fosse imposta pela Federação do senhor Fernando Gomes e seus acólitos, a obrigação de fazerem alinhar em cada jogo disputado, metade dos atletas com origem portuguesa, poderíamos passar a ter campeões de Potugal em que a grande maioria dos seus atletas fosse portuguesa, em vez das sociedades de nações com que anos a fio somos confrontados.

Se a todos os clubes fosse imposta a propriedade total dos passes dos jogadores, não assistiríamos à contratação desenfreada de jogadores de qualidade mais ou menos duvidosa, através do mais que promíscuo recurso à utilização de fluorescentes fundos, em operações da mais produnda deslealdade competitiva - vide casos de recentes contratações por parte de Benfica, Porto, Estoril e até, imagine-se, Braga, autênticos entrepostos de lucros fáceis e rápidos. absolutamente à margem da Autoridade Tributária, fazendo tábua rasa dos direitos dos profissionais de futebol portugueses.

E depois admiram-se que a selecção nacional portuguesa se cubra de ridículo lá pelo Brasil, sem que se perspective uma renovação capaz de nos permitir a recuperação de um patamar que já foi nosso!...

Na Federação Portuguesa de Futebol, mora um bando de... CRIMINOSOS !!!... 

Leoninamente,
Até à próxima

4 comentários:

  1. Para já... e muito rapidamente só me apraz dizer que.... por 6M... tb tinha ido buscar o Garay....!!!

    Anda em saldos o galinheiro...!!!

    SL

    ResponderEliminar
  2. http://www.record.xl.pt/Futebol/Nacional/1a_liga/Sporting/interior.aspx?content_id=891261
    45 dias!!! Por apresentar factos!?????!!
    Mais vale dizer como o orelhas que eles são corruptos e mais alguma coisa que só apanha 15/20 dias

    ResponderEliminar
  3. E o triste espetáculo não só continua como está a começar: http://www.record.xl.pt/Futebol/Nacional/1a_liga/Sporting/interior.aspx?content_id=891261.

    ResponderEliminar
  4. Leia a deliberação:

    "PROCESSO DISCIPLINAR N.e 46-13/14 - Sancionar a "sporting Clube de Portugal - Futebol, SAD", com a pena de multa no valor de €2.773.O0 (dois mil setecentos e setenta e três euros) pela prática de uma infração disciplinar p.e p.pelos artigos 112.º, n.os 1 e 3 do RD/LPFP, em face da reportagem divulgada pelo Jornal "Sporting", na edição de 26/12/2O13, sob o título "Quem é quem no Conselho de Arbitragem"; e ainda o seu Presidente do Conselho de Administração, Dr. Bruno Miguel Azevedo Gaspar de Carvalho, com a pena de 45 dias de suspensão e, acessoriamente, na multa de €1.148,00 (mil cento e quarenta e oito euros), pela prática da infração disciplinar p. e p. pelos artigos 136.º e n.º 1 e 112.º, n.º 1, ambos do RD/LPFP, na sequência de declarações feitas na sua página pessoal da rede social Facebook e no programa "Bola Branca" da Rádio Renascença transmitido no dia 19 de Março de 2014."

    Ena pá...levaram tempo a chegar a uma conclusão...!!

    SL

    ResponderEliminar

PUBLICIDADE