terça-feira, 3 de junho de 2014

Entre activos e passivos, apenas consolido o meu sportinguismo! SEMPRE !!!...



Se por alguma ironia do destino que a Natureza tivesse para mim determinado, eu pudesse algum dia ser benfiquista e me visse confrontado, por parte de todo um universo sportinguista, com uma notória e mais ou menos sofisticada campanha, concertada e milimetricamente implementada, no sentido de pintar de cores terrivelmente negras, a realidade económico/financeira do meu clube, eu classificaria, do alto da minha incorrigível fanfarronice e da minha incontrolável e cega presunção, todos os factos vindos a público nesse sentido, de HEDIONDAS, PÉRFIDAS E CALUNIOSAS MENTIRAS, e clamaria ao mundo toda a VERDADE E TRANSPARÊNCIA sempre exaltadas pelo meu suserano!

Mas sou e sempre serei até ao fim dos meus dias, um sportinguista convicto e consciente das colossais diferenças entre as trincheiras que me acolhem e as cópias que outras gentes e outros carácteres e mentalidades vão abrindo no tempo e do modo que melhor lhes apraz. 

Nesta condição, recusarei, em princípio, colar o rótulo da MENTIRA E DA CALÚNIA, a este artigo publicado no semanário Expresso,



do mesmo modo que o faço, em relação às declarações do presidente do Benfica na sua badalada entrevista, aos comentários de Rui Gomes da Silva no programa da SIC Notícias "Dia Seguinte", aos diversos textos sobre a matéria publicados na blogosfera benfiquista e às repercussões pouco lisonjeiras para o Sporting Clube de Portugal que, da forma a que nos habituaram, se poderão encontrar dispersas pela generalidade de quase todos os orgãos da CS, sobre o PASSIVO OCULTO DO SPORTING.

Aqui no meu canto, tenho um mocho onde costumo sentar o cu e, usando de paciência oriental, esperar que o azeite suba à tona da água! O dia 30 de Setembro do ano corrente, é a data limite concertada entre os Conselho Directivo e Conselho Fiscal e Disciplinar do Sporting Clube de Portugal e a empresa Mazars, para a apresentação das conclusões, relativas à I Fase da Auditoria Externa à "Gestão Imobiliária, Gestão Desportiva, Gestão de Fornecimentos de Bens e Serviços e à Gestão de Recursos Humanos". Até à divulgação dessas conclusões, serei aquilo que sempre fui desde que me conheço: SPORTINGUISTA !!!...


Leoninamente,
Até à próxima

7 comentários:

  1. Caro, está a dar munições ao inimigo. Na última frase quer dizer que o seu sportinguismo depende dos resultados da auditoria? Na minha opinião, está na hora de mostrarmos todos um sportinguismo incondicional

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Parece que o caro Asdrubal apenas leu a última frase do meu texto e mesmo assim não terá compreendido o seu verdadeiro alcance! O meu sportinguismo jamais me permitirá dar qualquer aval aos "sportinguistas" que dirigiram o Sporting na "era roquetista"! O que não significará que os meus princípios me permitam acusar quem prejudicou o Sporting sem a existência de provas irrefutáveis! Essa será sempre a grande diferença entre os sportinguistas e... os outros!...

      Eliminar
  2. Urge esclarecer este tema, mas não há dúvida que o empolamento do mesmo, interessa, e muito, aos benfas.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Amigo Herder Mestre, claro que essa dúvida é a arma de arremesso que estará a ser usada. Talvez para explicar as 22 mil acções hoje vendidas pelo "orelhas", e outros "negócios" que talvez não demorem muito a ver a luz do dia. Já outra coisa será colocar as mãos no lume pelo que fizeram alguns dos responsáveis da "era roquetista"! E nesse caso, por muita urgência que o caso mereça, teremos de esperar pelas conclusões da Auditoria.

      Eliminar
  3. Penso que este tema será esclarecido em local próprio, no momento próprio - 30 de Setembro?
    É evidente que as galinholas cacarejam, cacarejam, porque querem o foco no Sporting. Porque os incomodamos? Não! Apenas e só porque, mais uma vez, querem perdão de dívidas, querem juros a taxas irrisórias. Ou seja, querem avançar para uma reestruturação financeira desenhada a seu gosto, que não os faça cair para um emagrecimento como o nosso.
    Sei que é só uma opinião, a minha, mas não devo andar longe da verdade.
    As vendas de Janeiro, mais as que se avizinham (Garay e Enzo, com Gaitan e Markovic em fila de espera), a perda de Siqueira, o melhor defesa esquerdo que tiveram de há muitos anos para cá, são indícios de quê?"
    O Sporting foi forçado a "deixar" saír (felizmente...) as suas "pérolas pesos-pesados da folha salarial", os ilustres Boullarouz, Labyad, Bojinov, etc, etc e, humildemente, socorrer-se do que tinha na sua formação.
    Só que a nossa formação vale o que sabemos e a deles está longe do que nos querem impingir. Daí que seja necessário "abafar" a situação e, para isso, criam-se factos políticos nos rivais e pedir à reverente CS que desvie o foco para "o outro lado".
    E atente-se na coincidência da entrevista a don orelhone, a pergunta sobre o passivo e a senha difundida ("Há um clube com um passivo maior do que o das gaivotas"), a que se sucedeu uma série de artigos, notícias e comentários em certa CS que, daí em diante, nem na seleção vê tema sufiente e relevante.
    A nossa cruz é pesada, mas já a vamos carregando com algum equilíbrio; pela deles vamos esperar para ver, que a procissão ainda nem ao adro saíu...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Caríssimo Liondamaia, subscrevo palavra por palavra, vírgula por vírgula e ponto por ponto, todo o seu consequente comentário e reforço o seu último parágrafo:

      "A nossa cruz é pesada, mas já a vamos carregando com algum equilíbrio; pela deles vamos esperar para ver, que a procissão ainda nem ao adro saíu..." !!!...

      Abraço e SL

      Eliminar
  4. Pessoal,
    O que é que andam a fumar. Metam mais tabaco nisso...

    ResponderEliminar

PUBLICIDADE