quinta-feira, 5 de junho de 2014

A verdade acerca das contas !...



A verdade acerca das "contas"


A semana que passou foi marcada pelas campanhas quase circenses de informação e contra-informação a propósito das contas do Sporting.

Tudo seguindo uma cadeia lógica: primeiro, em forma de entrevista em ‘prime time’ num canal público; depois, através de colunas de opinião em jornais privados; de seguida, através de notícias em publicações privadas que se orgulham de fazer um serviço quase público de referência; por fim, através das redes sociais o espaço com mais acesso público e, em paralelo, menos privacidade.

Uma estratégia básica, até com o seu quê de lógica. Ingredientes que pareceram servir para tudo menos para analisar o verdadeiro passivo do nosso Clube. E que, tamanha a ousadia e desonestidade intelectual, transformou uma não notícia num circo mediático.

Primeira falha no plano: os números que vieram a público estão errados a partir do momento em que não cumprem os princípios básicos de uma consolidação, em que se devem eliminar passivos e activos entre empresas do grupo algo que em nenhuma altura foi feito, apesar do tempo que houve para subir ao palco e montar o espectáculo de peito cheio assente num tema vazio.

Além disso, as contas auditadas e respectivos relatórios de auditoria das contas do Sporting Clube de Portugal, de Junho de 2013, são públicas no site oficial do Clube, para todos, há oito meses (ao contrário do que acontece noutros locais, que atiram pedras tendo uma casa com telhados de vidro).

Das duas uma: ou foi guardada uma grande notícia durante quase um ano, ou o facto de apresentar de forma transparente e pública todas as informações passou a ser ‘castigado’ com direito a notícias figuradas em espaços de última hora.

Isto sim, é matemática.

Para não baralhar as contas com que outros tentam jogar sem saber fazer a prova dos nove, acrescente-se que a auditoria às contas individuais do Clube nada tem a ver com a auditoria de gestão que se encontra agora a ser feita. Pode-se até avançar com uma notícia em primeira mão (respeitando todos os princípios da mesma, para dar o exemplo): as contas consolidadas do Sporting Clube de Portugal serão apresentadas brevemente, em Assembleia Geral da SAD.

Algo que outros não fazem e podiam começar a fazer.

Aliás, ficou bem patente que o chavão “tempo é dinheiro” tem tanto de velho como de actual: em vez de fazer o trabalho de casa dos rivais, o Benfica deveria aproveitar para preparar as folhas de Excel, a calculadora, o lápis ou o caderno quadriculado para se comprometer, como o Sporting fez, a reduzir custos operacionais como os gastos com pessoal e outros.

Até porque, ao contrário do que apregoa, os 404.481 milhões de euros de passivo consolidado da Benfica SAD, conforme divulgado à CMVM, não representa a totalidade do universo do Grupo Benfica por não incluir as contas do Clube ou da SGPS. Mas a política do Sporting não é olhar para a casa dos outros. Mesmo quando estas estão a cair e se mantêm erguidas por uma mera questão de aparência.

Os espectáculos circenses, mesmo estando fora de época, são sempre divertidos para início de mês sem campeonato. Mas perdem toda a graça que poderiam ter quando são apenas números de trapézio e malabarismos básicos com a intenção de renegociar as próprias condições da dívida.

Só não vê quem não quer. E mais cego é o que não quer ver. Com maior ou menor contra-informação.

Eis a resposta do Sporting Clube de Portugal à contra-informação orquestrada pelo clube do outro lado da rua!...

Vai direitinha para lá longe, para os leões que ainda não tiveram a possibilidade de receber o Jornal Sporting, muito em especial para o grande leão e amigo JOSÉ LOPES, na Alemanha, a quem daqui endereço um grande e leonino abraço.

Leoninamente,
Até à próxima

18 comentários:

  1. Meu caro Álamo,

    O que não pode deixar de surpreender nesta rocambolesca encenação por parte dos galináceos, e agora frontal e desassombradamente desmentida pela NOSSA Direcção é o alheamento da comunicação social deste paiszinho... Então quando isto começou a ser noticiado, uiiiiiii, parecia que tinhas ido descoberta a 'última coca cola do deserto', debates, opiniões, dedoas acusadores, etc, etc... E agora?!? Nada? Nem uns debates nem nada? Andaram a fazer fiigura do que tentam disfarçar que são...

    É uma tristeza viver num país onde a coluna vertebral da esmagadora maioria destes jornalixos é mais do tipo gelatinosa... Quais vermes rastejantes... Espero que quando o mega-autoclismo fizer a sua descarga leve muita desta gentalha na enxurrada!

    SL

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Amigo YaZalde, o mundo que nos rodeia é um "mundo cão", onde quem adoptou valores e princípios para a a sua conduta nesta vida, sente muita dificuldade em conviver. É muito difícil viver em paz com essa realidade. Mas é a cada um de nós que caberá fazer um esforço para prosseguir a jornada, reconhecendo a sua insignificância face ao mal que nos rodeia. Todos sabemos quanto custa, mas teremos de saber encontrar ânimo, dando as mãos àqueles que como nós partilham a mesma forma de estar no mundo.

      É assim na política, no desporto, no trabalho, na escola, na sociedade em geral. Aqui neste pequeno torrão e de forma generalizada por esse mundo fora.

      Alguns povos já foram capazes de caminhar mais rápido rumo à construção de um mundo melhor e inevitavelmente hão-de arrastar os outros consigo. Com os clubes passa-se um fenómeno parecido: alguns clubes e a sua massa adepta, já caminham na vanguarda e o seu exemplo arrastará mais tarde ou mais cedo aqueles que ainda não conseguiram descobrir o valor da dignidade. Nós no Sporting, sem presunção ou água benta, creio estarmos nessa vanguarda. Então orgulhemo-nos disso e... continuemos, felizes por termos sido capazes de o conseguir. É um privilégio ser do SPORTING ! E essa felicidade ninguém nos tira!...

      Abraço e SL

      Eliminar
  2. Caríssimo Álamo:
    Tenho três motivos para agradecer ao meu querido Amigo:
    - a prontidão com que respondeu ao meu pedido de ontem, posto que não tinha tido acesso ao Jornal Sporting;
    - a abrangência do seu post, que creio reproduzir um comunicado do Clube. E permita notar a qualidade da linguagem, e a assertividade do mesmo. Aqui não nos refugiámos no burlesco, antes no sábio adágio que diz contra factos não haver argumento;
    - por último, a dedicatória do mesmo; querido Amigo, muito obrigado, como dizia o outro, " não havia necessidade!"
    Fico-lhe devedor de um abraço, um dia em que, queira Deus, nos encontremos num dos caminhos desta vida.
    Enorme Abraço,
    José Lopes

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Um dia havemos de nos encontrar, amigo José Lopes: Em Alvalade, supostamente. E então daremos esse abraço e celebraremos com alegria a nossa leoninidade. Até lá, seremos amigos e partilharemos este sentimento bonito que é ser sportinguista: dando e recebendo, como os verdadeiros amigos!...

      Abraço grande e SL

      Eliminar
  3. Como é que se embarca nisto?
    Tive a curiosidade de ver o extracto das palavras do presidente do Benfica. Por aquilo que disse deduzi que se estaria a referir ao Porto. Afinal quem acusou o toque foi o BC. Linda obra, temos que concordar. Agora vem o presidente BC com entrevistas mal cheirosas, que uns quantos até acham que assim é que é. Pessoalmente como sócio e eleitor deste presidente, não me revejo neste tipo de palavreado. Não me recordo nem imagino o saudoso João Rocha algum dia, ao longo dos seus 13 anos de mandato, ter um tipo de linguagem que se assemelhe a este.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Penso que o Mário anda distraído, mas eu se me permitir, eu posso elucidá-lo.

      Por ordem temporal:

      1-Vieira diz o que disse na sua entrevista.

      2-Nos dias seguintes em jornais com fortes ligações ao benfica, vários cronistas falam sobre as palavras de Vieira e colocam o nome do Sporting no meio da conversa, associando o Sporting a todo aquele tema. Um deles um tal de Pedro Guerreiro, assumido benfiquista.

      3-No seu facebook, Rui Gomes da Silva, faz várias referências ao Sporting, falando sobre as contas do Sporting e reclamando para o seu benfica um tratamento igual da banca, que, dizia ele, estaria a ser demasiado bondoso para com o Sporting. Querendo dar a entender que o Sporting teria recebido um qualquer perdão de dívida, o que é falso.
      O que ele se esqueceu de falar foi dos vários cortes extremos e ajustes a que o Sporting teve que se sujeitar e que esta direcção teve que fazer para cumprir o que acordou com os credores. Mas ainda bem que assim foi, porque queremos um Sporting equilibrado.

      4-No mesmo dia à noite, na Sic notícias, Rui Gomes da Silva volta a afinar pelo mesmo diapasão atacando o Sporting relativamente ao mesmo tema.

      -------------------------------

      O palavreado do Presidente não foi o melhor, é um facto. No entanto se você der mais importância ao conteúdo do que à forma, vai ver que o presidente do Sporting tem toda a razão naquilo que disse.
      E quando se tem razão, ela não se perde apenas pela linguagem usada.

      Até João Rocha e outros tiveram os seus momentos de maior exaltação e menor controlo. Acontece a todos.

      SL

      Eliminar
  4. Meu caro Mário Castro, compreendo a sua decepção perante a "explosão vernácula" de Bruno de Carvalho! Compreendo que cultive valores e princípios que apontem noutra direcção. Porque também os partilho. Porém a vida já me deu suficiente lucidez para compreender que um homem por vezes tem o direito de se deixar apoderar pela indignação!...

    Permita-me que lhe conte rapidamente um acontecimento passado no Porto, onde fiz grande parte da minha vida académica. Havia um sapateiro que a Natureza havia condenado a carregar desde que nascera uma proeminente corcunda. E aconteceu que em cada dia do seu trabalho, enquanto batia as solas na sua oficina que dava para a rua, era surpreendido por um energúmeno que de passagem, se abeirava da porta e dizia, do fundo da sua maldade: MARRECO! Durante muitos e muitos anos a cena repetiu-se, até que um dia, o sapateiro pegou na forma de aço que tinha nas mãos e atirou-a na direcção do provocador. Tanto azar que o aço bateu-lhe na fronte e o homem tombou! Morto! O sapateiro foi preso. E quando chegou o dia do julgamento, o seu advogado, consciente da dificuldade de provar a inocência, jogou uma cartada inteligente: na hora das alegações finais e começou assim: Sr. Doutor Juiz, senhores jurados, minhas senhoras e meus senhores! E fez uma longa pausa, para a seguir, voltar a repetir exactamente as mesmas palavras. E disse-as uma boa dezena de vezes, até que o Juiz, enfadado e irritado, disse ao advogado para prosseguir, que já estava farto da ladaínha. Então o advogado, perguntou, se o Sr. Doutor Juíz, se apenas com uma dúzia de frases respeitosas, embora repetidas, estava a perder a calma e a deixar-se invadir pela irritação, como não compreender a reacção do sapateiro que durante anos tinha ouvido pacientemente os insultos, especialmente a palavra MARRECO? O Juiz, abriu a boca de espanto e o sapateiro foi julgado inocente!...

    Não pretendo comparar o crime do sapateiro com a tirada escatológica de Bruno de Carvalho. Esta, será sempre uma brincadeira de crianças, se comparada com o crime perpetrado pelo sapateiro. Mas se o sapateiro foi julgado e a meu ver bem, inocente, porque não compreender a indignação do Presidente do Sporting, que vem assistindo há dezenas de anos aos sitemáticos e permanentes insultos de "MARRECO", dirigidos pelo "sistema" ao Sporting?!...

    Perdoe-me a extensão da minha resposta ao seu comentário, mas não encontrei outra maneira de lhe dar a conhecer o meu sentimento!...

    Termino dizendo-lhe, que João Rocha, essa eterna saudade, foi para mim o melhor presidente da História do Sporting. Mas permita-me também dizer-lhe, que não acredito que nunca se tenha indignado e perdido as estribeiras! Há sempre uma primeira vez!...

    Cumprimentos e SL

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Amigo Álamo, a justiça e lucidez com que analisou a resposta, ao caro Mário Castro, fez com que o admire cada vez mais....foi brilhante o exemplo dessa "história do sapateiro", embora o conteúdo seja totalmente diferente, acho que a moral que daqui se extrai só pode ser uma: "Tudo na vida tem um limite, se esse limite for ultrapassado, um indíviduo tem toda a legitimidade de se indignar, embarcando por vezes por caminhos, totalmente opostos aos seus valores, mas que a indignação pode mto bem justificar"...
      A propósito do nosso presidente, respeito a opinião de todos, mas não posso deixar de dizer aos sportinguistas que, falar é fácil qd se está de fora, mas para quem diáriamente é obrigado a conviver com a podridão, que se apoderou do futebol português, acreditem que é difícil, e aqui surge a tal IINDIGNAÇÃO de que falei em cima...

      Abraço Leonino

      Eliminar
    2. Poder-lhe-ei dizer que conheci bem JR, para além do futebol e antes do Sporting. Não tinha nada a ver com isto. Talvez na minha idade e nos princípios que cultivo e não quero dizer que sejam melhor do que os de outros, seja um crítico desta linguagem. Fico por aqui; o tema não vale mais do que isto.

      Eliminar
  5. Carissimo Álamo,

    Mais uma vez revejo-me na íntegra no que escreve, e posso-lhe dizer que se, ao longo dos últimos 30 anos, temos sido "AMARRECADOS" pelo sistema, com maior incidência nos últimos 4 ou 5 anos, através de desigualdade de tratamento não só nos bastidores do futebol (Liga e FPF) como também no próprio campo, onde os árbitros até greve aos jogos do SCP fizeram. Já para não falar na comunicação social que temos, esses sim "MARRECOS" porque senão não passavam no grifo que os conduz "à terra prometida", ou seja, poderem escrevinhar o que alguém lhes dita... E depois disto temos que andar "mansinhos"?!?!

    Olhe eu fui ensinado a "não fazer aos outros o que não gosto que me façam a mim", mas também que "quem não se sente não é filho de boa gente"... E se nós, sportinguistas, não nos sentirmos e unidos lutarmos contra este sistema bacoco e decrépito continuaremos a ficar cada vez mais "MARRECOS".

    Abraço Leonino,

    SL

    ResponderEliminar
  6. Eu por mim, creio já ter dito o que devia...mas vou repetir embora sucintamente...:

    Não é (todos concordamos) a linguagem mais escorreita em termos linguísticos,mas todos também devemos concordar que foram as palavras "necessárias"...!
    E porquê...? - Porque com elas, BC atingiu perfeitamente o que queria, ou seja "acordar" toda a gente para a realidade...!

    Todos nós sabemos (pode haver uma minoria convencida de que tudo vai bem ...), como ao longo de muitas décadas tem sido orientado o futebol português...

    Todos nós já nos apercebemos que tudo vai ser feito para continuarmos na mesma...a mudança que se está a tentar poderá conduzir a uma mudança...: o benfas "a fazer o papel" do porto...e o Sporting relegado para onde o tem "empurrado o sistema"...

    Perante tudo isto e depois de um ano de luta, ao constatar que as cartas estão a ser distribuídas, mas "os trunfos" vão continuar nas mãos dos mesmos do costume...
    Alguém se admirará que BC tenha dado um murro na mesa e tenha gritado bem alto...:

    "Chiça porra qu'é demais...um homem não é de ferro"...!!

    Eu que não uso por norma essas linguagens...entendo-o e desculpo-o na totalidade...!!

    SL

    ResponderEliminar
  7. Bem-haja caro Álamo. Espero que esteja tudo bem.

    Faz muito tempo que por aqui não escrevia. Depois de tantos festejos, só tive tempo de descansar.

    O que me traz por cá é o seguinte, se o Vieira não se referiu a nenhum clube em específico na entrevista que deu (na altura até pensei referir-se ao Porto), porque razão Bruno de Carvalho veio falar do Benfica em específico? Complexo de inferioridade? O Sporting já era um clube dito Grande antes deste senhor aparecer...

    E atenção, que não levo nada a mal tudo o que os adeptos sportinguistas escrevem e escreveram, aqui acima, ou noutros "sítios" verdes. São espaços verdes e por isso não espero loas ao vermelho ;)

    Abraço e continuação de bom trabalho. E desculpe lá a provocação da festarola. Mas foi mais forte que eu. Achincalhar o rival é um acto de amor... Ainda hoje, só mando ao esterco quem me é mais chegado. Os outros pouco interessam.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sendo assim, o Carlos Pereira anda pouco atento àquilo que os senhores do seu clube dizem e fazem, senão vejamos:

      1-Vieira diz o que disse na sua entrevista.

      2-Nos dias seguintes em jornais com fortes ligações ao benfica, vários cronistas falam sobre as palavras de Vieira e colocam o nome do Sporting no meio da conversa, associando o Sporting a todo aquele tema. Um deles um tal de Pedro Guerreira, assumido benfiquista.

      3-No seu facebook, Rui Gomes da Silva, faz vários referências ao Sporting, falando sobre as contas do Sporting e reclamando para o seu benfica um tratamento da banca, que, dizia ele, estaria a ser demasiado bondoso para com o Sporting. Querendo dar a entender que o Sporting teria recebido um qualquer perdão de dívida, o que é falso.

      4-No mesmo dia à noite, na Sic notícias, Rui Gomes da Silva volta a afinar pelo mesmo diapasão atacando o Sporting relativamente ao mesmo tema.


      Bem... Suponho que não seja preciso fazer um desenho. Para nós, Sportinguistas, não foi preciso, porque felizmente percebemos bem a campanha que estava a ser montada pelo benfica contra o Sporting.

      Eliminar
  8. Somos tão inocentes, que nem percebemos que a campanha foi desencadeada por um tal que brincou no BPN e continuada por um dos seres mais execráveis que andam por aí: no Dia Seguinte.Alguém percebeu que o dito que liquidou o Alverca se estava a referir ao Sporting. Basta ver o blog do Gosma da Silva para compreender que a campanha era contra o "amigo FC Porco"...

    ResponderEliminar
  9. Vê-se por aqui cada ave mais ridícula!!!!......estes cobardolas, ao contrário do SPORTING nunca chamam os bois pelo nome, dp ainda se consideram virgens ofendidas....Bolas!!!! Não há pachorra para aturar isto.....

    SL

    ResponderEliminar
  10. O que todos ficamos a saber com esta palhaçada é que o sporting tem uma divida muito superior à do benfica. Divida que andou a ser escondida dos sócios em empresas do grupo sporting e que as contas do sporting nunca vão poder consolidadas.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Errado.
      O Sporting não tem 300M de dívida escondida, e isso já foi explicado para quem se deu ao trabalho de procurar por informação.

      E as contas vão ser consolidadas sim, e apresentadas em Assembleia Geral da SAD. Tal foi confirmado pelo próprio Sporting no seu jornal.

      Preocupe-se com o seu clube! E não venha mandar pedras aos outros, como fez o seu presidente Vieira e o seu colega Rui Gomes da Silva... porque vocês têm muitos telhados de vidro!

      Eliminar
  11. As dívidas do Carnide e do Porco é que ninguém conhece, porque eles não fazem auditorias, e auditorias de gestão muito menos.

    ResponderEliminar

PUBLICIDADE