quarta-feira, 10 de agosto de 2016

"O povo é sereno! É só fumaça"!...


Mais um dia em que a pasquinada se atrapanha na ânsia desenfreada de encontrar incautos que lhes comprem as capas!...

Sobre aquilo que realmente deveria importar discutir e desmontar, consubstanciado na ridícula posição que o Benfica cuidou de "semear" ontem nas margens do pântano, apenas este excerto da crónica "Entrada em Campo" escrita por Bernardo Ribeiro em momento de rara coragem:

«... A ameaça encarnada de faltar ao jogo em Tondela é uma coisa que fica mal a tão grande emblema. Os problemas resolvem-se com diálogo e não chantagem. A preocupação com o relvado é mais do que legítima, mas os regulamentos são claros em relação às faltas de comparência. Digamos que se espera mais de um clube que pretende ter uma conduta exemplar. Não é com ameaças que se resolvem problemas...»

Já quanto às reacções de Pedro Proença e Gilberto Coimbra, apenas umas ridículas e envergonhadas palavras do director de comunicação do CD de Tondela, Vitor Ramos, a desmentir que o seu clube tenha recebido qualquer comunicação do Benfica e a pronunciar-se sobre o caricato da questão levantada:  

"É mais o efeito visual. A bola rola normalmente."

Alguém que conhecia de sobejo este pobre povo "que nem se governa nem se deixa governar", dizia há mais de 40 anos:

"O povo é sereno! É só fumaça"!...

Leoninamente,
Até á próxima


1 comentário:

PUBLICIDADE