segunda-feira, 29 de agosto de 2016

O "elixir de Alvalade" só não vê quem não quer!...


O ELIXIR DE ALVALADE

«Reza a lenda que na China do século IX, ao procurar criar o elixir da imortalidade, um grupo de alquimistas descobriu a pólvora. Também o Sporting recorreu a um alquimista, Bruno de Carvalho, para inverter o rumo das desgraças que se sucediam em Alvalade. Podia é tê-lo tido mais cedo, logo nas eleições de 2011, quando Bruno tinha a batalha ganha até às 18 horas, para depois aparecer, sobre o fecho das urnas, a brigada do reumático, carregada de votos, a virar a coisa para o lado de Godinho Lopes, um azar dos diabos.

Conflitualidade permanente. O presidente leonino percebeu, desde a primeira hora, que a prioridade era recolocar o Sporting no mapa de que sucessivos erros desportivos e de gestão o tinham retirado. Daí as polémicas, os remoques, os contra-ataques, a estratégia da conflitualidade permanente. E a preocupação da comunicação. A saída de João Mário para o Inter foi "compensada", no próprio dia, com o anúncio da maior transferência de sempre de um jogador português para o estrangeiro e a contratação de Pedro Delgado – valha ela o que valer. Antes do clássico de ontem, soube-se, quase em simultâneo, da partida de Slimani e do desembarque de Bas Dost. 

Euforia controlada. São actos normais de uma gestão profissional? Sim, mas transmitem confiança aos adeptos e à estrutura, e geram um entusiasmo que se transmite aos jogadores, que retomaram o hábito de vencer e vêem os companheiros, que se valorizaram, conquistar o direito a novas carreiras e melhores salários. Foi esse clima de euforia controlada que esteve na base da volta que os leões deram ao resultado. Dominados na parte inicial do encontro e em desvantagem no marcador, tiveram alma e talento para chegar à vitória.

Barato. Contratar Jesus foi o pozinho decisivo no êxito da poção do alquimista de Alvalade. Com a ida à Champions e as vendas de jogadores, já ninguém se lembra dos milhões do salário de um técnico que se pode até considerar barato. Caros são os que auferem menos e não metem dinheiro em casa.

Mestre. No jogo com o FC Porto, encontrámos três bons exemplos dos milagres de Jesus: Bruno César – que exibição! –, João Pereira e Bruno Paulista. O primeiro errou pelo Mundo e exilou-se no Estoril, o segundo foi corrido do Valencia – por Nuno Espírito Santo (!) – e esteve meio ano sem clube, e o brasileiro parecia perdido na equipa B. Pois aí estão eles, de regresso ao alto rendimento, simplesmente porque na sua vida lhes apareceu um mestre.»
(Alexandre Pais, Futebol à Portuguesa, in Record)


Com esta crónica de Alexandre Pais, até me esqueci das "lágrimas de crocodilo" vertidas pelo excelentíssimo senhor sub-director do Record, Nuno Farinha - ou será farelo? -, com o "desplante" do Sporting em ter feito alinhar Islam Slimani contra o Porto, quando estará praticamente acordada a sua transferência para um qualquer clube inglês por, imagine-se, 30 milhões! Só "farelo"?! Mas olha que alguém aí no Record te terá dado uma facada nas costas, porque já por lá li qualquer coisa a rondar os 40!...

Já vi benfas a gostarem menos que o Porto vencesse o Sporting em Alvalade do que o "farelo" de forma asinina expressa na sua crónica e a preocuparem-se muito menos ou nada mesmo, com um cartão amarelo que eventualmente o árbitro pudesse mostrar ao argelino. Coitado do "farelo", está mesmo cada vez mais burro!...

Mas estava eu a dizer que a crónica de Alexandre Pais é do "caraças", exactamente porque, a meu ver, o prisma pelo qual observa o "Sporting de hoje" está em flagrante rota de colisão com a grande maioria dos assalariados que andam lá pelo Record a coçar o rabo pelas esquinas e a escreverem e a publicarem aquilo que o "farelo" lhes manda, António Magalhães e Bernardo Ribeiro incluídos!...

Claro que o "elixir de Alvalade" só não vê quem não quer!...

Leoninamente,
Até à próxima

6 comentários:

  1. É deixa-los falar. QUanto mais os jornais escrevem contra nós,o bruno, o JJ e quanto mais tentam prejudicar-nos mais força isso dá a nós, aos jogadores, aos adeptos, ao JJ e ao Bruno para melhroarem ainda mais o Sporting e a equipa em tudo.
    O Que os jornais escrevem ja nao afecta me nada os adeptos sportinguistas pois ´qualquer coisa que escrevam nós desvalorizamos logo enquanto ainda estamos a ler, pois ja sabemos ao serviço de quem estão

    ResponderEliminar
  2. Garotices. Este BdC vai acabar com o clube...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Das coisas parvas que tenho ouvido insistentemente, esta é uma delas. Mas é bom sinal. É sinal que BdC incomoda muita gente e isso é bom. Continuem assim que vão ter que engolir muitos sapos no futuro. BdC, para mim, será o MELHOR Presidente de todos os tempos (depois de João Rocha).

      Eliminar
  3. Excelente crónica de AP, ela exprime a realidade do Sporting actual, ora como esta realidade está a levar o Sporting para o topo, não é de admirar as críticas de toda esta cs lampiónica no seu estado da mais pura demência, segundo esta cs, qd o Sporting ganha é sempre beneficiado, qd na realidade é sempre prejudicado, creio que já não deve haver nenhum Sportinguista que ligue a estes "enfezados", por isso, sempre em frente SPORTING....

    SL

    ResponderEliminar
  4. Que grande post caro Álamo!! SL

    ResponderEliminar
  5. Caro Álamo,
    Como deve ter lido, o "farelo" no seu "Bloco de Notas" de hoje, no parágrafo final diz isto:
    ..."E por fim: se Slimani tivesse visto ontem um cartão vermelho, que implicação é que isso teria para o Sporting?"
    Sensibiliza-me a preocupação do merdas!
    SL

    ResponderEliminar

PUBLICIDADE