quinta-feira, 20 de abril de 2017

VITÓRIA DO SPORTING!...


ANTES O ECO

«"Quem me dera que o avião da Chapecoense fosse do Benfica". O grito dos Super Dragões é, no campeonato da boçalidade, um hat-trick. Primeiro, a desumana falta de respeito pelo sofrimento dos familiares e amigos das vítimas do Chapecoense que, tendo atravessado o Atlântico, envergonhou o País. Depois, a demonstração de um fanatismo doentio. Por fim, a vergonha para uma instituição como o Porto, cujo o nome foi manchado, mais uma vez, pela sua claque. Não foi preciso esperar muitos dias para que alguém gravasse outro cântico, agora dos No Name Boys:"Foi no Jamor que o lagarto ardeu, na final da Taça o very-light é que o f....". Nos dois casos, as direcções dos respectivos clubes foram rápidas na condenação. Houve quem tentasse explicar estas aberrações morais com os exemplos de exaltação dados pelos agentes desportivos. Nem pensar que participo nessa desculpabilização. As pessoas que gritam isto são adultos e nenhuma crispação justifica a celebração da morte. O problema são mesmo as claques. Claro que ódio tenderá sempre exibir-se de forma mais clara no desporto, propício à irracionalidade. Não foram as claques que inventaram a imbecilidade. A diferença é que elas organizam e legitimam esse ódio. Há quem acredite que mais vale que assim seja, porque se torna mais fácil de controlar. Mas então controlem. Quando coisas destas acontecem, deixem de lhes dar bilhetes, lugares, viagens, ajudas, facilidades. Os estádios ficam mais vazios? Se é para ouvir estes cânticos sinistros, antes o eco num pavilhão vazio.

Nota: O que desejo para amanhã é que o Sporting ganhe. Se o jogo fosse com o Porto desejaria o mesmo e com a mesma intensidade. Não quero travar o Benfica na conquista do título. Infelizmente, esse é um problema do Porto. Quero apenas um grande jogo com uma grande vitória do meu clube.»
(Daniel Oliveira, Verde na bola, in Record)

Acho que Daniel Oliveira disse o que era preciso dizer sobre as claques. Acrescentar mais qualquer palavra seria dar-lhes a importância que não merecem. Todas...

Sobre o desejo dele, meu e nosso para sábado, já é diferente e resume-se a três simples palavras...

VITÓRIA DO SPORTING!...

Leoninamente,
Até à próxima

Sem comentários:

Enviar um comentário

PUBLICIDADE