quinta-feira, 20 de abril de 2017

A perfeição não existe!...


QUEM VAI GANHAR O DÉRBI?

«Um Sporting-Benfica é sempre um jogo de nervos, o deste sábado é mais um jogo de gente nervosa com particular destaque para os dirigentes e para quem os acompanha, incluindo os comentadores que enchem o espaço público, em especial os inúmeros ‘papagaios’ que pululam numa televisão perto de si.

Os jogadores têm, como sempre, a noção e o peso da responsabilidade, mas no resto não são deste filme. A maioria são estrangeiros e mesmo os que andam cá há anos ainda dizem ‘partido’ e não jogo, ‘hecho’ e não feito, ‘torcida’ e não adeptos, entre outras palavrinhas. Vivem muito mais à margem da guerrilha diária do que os próprios dirigentes dos clubes imaginam.

No jogo jogado o Sporting está melhor. Na verdade, por muito que isso desagrade ao regime e contrarie a classificação, o Sporting é melhor. Sucede que o futebol não é feito de construções teóricas e sim de resultados práticos e, no terreno, a equipa falhou várias vezes de forma contundente ao longo da época. Está a pagar o preço, mas voltou ao bom futebol. Num erro de posicionamento, fará da recepção de sábado o jogo do ano e não é o jogo do ano. Essa é até uma forma de menorizar o clube. Claro que no discurso oficial ninguém o vai assumir, mas, aqui chegados, ganhar ao Benfica é desmesuradamente importante para o Sporting e deve ser apenas importante. 

O Benfica, não o esqueçamos, fez verdadeiros milagres no início da época quando a equipa, sacrificada por lesões, estava presa por arames. Rui Vitória não é o homem dos problemas, é o homem das soluções e esse lado pragmático compensa as suas fragilidades enquanto treinador. Seria surpreendente se Vitória, como por exemplo José Mourinho – e salvas as devidas distâncias – criasse um esquema que travasse o caudal criativo do Sporting, como Mourinho travou o do Chelsea há uma semana. Também, por outra razão, o Benfica, não precisando de jogar fechado, não tem necessidade de assumir a iniciativa do jogo. 

Sobre o que pode acontecer fora das quatro linhas, há legítimas razões, se não para alarme, ao menos para séria preocupação. O clima criado nas últimas semanas, para não irmos mais longe, foi de uma total irresponsabilidade. Sem inocentes, mesmo quando há falinhas mansas. Um destes dias temos outras vez uma tragédia. Anda no ar. 

Sei que me estou a tornar repetitivo, mas a Liga, por razões formais, e o presidente da Federação, pelo seu peso institucional, têm, talvez nos bastidores, trabalho importante para fazer. Acima deles só o Presidente da República. Ao menos não se cansa.»
(Nuno Santos, Ângulo Inverso, in Record)

Uma pena que o Sporting não tenha adoptado uma "cartilha" como o seu vizinho do outro lado da rua e Nuno Santos seja homem de costas direitas! Mas...

A perfeição não existe!...

Leoninamente,
Até à próxima

5 comentários:

  1. Tanta coisa por causa do jogo de sábado, eu acho que os 3 primeiros lugares Já estão decididos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ah mulher de pouca fé! Oxalá o Jorge Nuno nunca venha a ler este comentário! Era capaz de ficar triste! Muito triste!...

      Eliminar
    2. Decididos pelo Criador?

      Eliminar
  2. Com toda a certeza, decididos na secretaria...

    ResponderEliminar
  3. Não concordo com cartilhas... Da mesma forma como, livremente, não concordarei com muitas das opiniões que, divergentes das minhas, legitimamente, muitos sportinguistas terão...

    Mas pior que o 'melhoral' são os fármacos que só fazem mal... Especialmente a um dos lados... e quando esse lado é o nosso... e vem dos 'nossos', a coisa azeda um pedacito...

    Militância...!!! Militância é o que se quer... Coerente, consciente mas produtiva e que acrescente algo que promova a marca e o conceito SPORTING... Se for para por em causa, deixar a dúvida..., ..., por muito democrático que seja..., e é... que fique lá dentro da cabecita que, nesta era, é coisa que não precisamos...

    Omitir não é mentir...!!! E entre o mentir e o não opinar... vai uma distância como daqui até... ali...!!! Como do vermelho... ao verde..., p.ex.!!!

    Nuno Santos é, vezes demais em minha opinião, politicamente correto, metendo tudo no mesmo saco e promovendo o fraco argumento de que... "no fim, acaba sempre por ganhar o melhor"... Ora, no mínimo, é um argumento incoerente... Não consigo entender dois tipos de alinhamento num mesmo pensamento... Ou o Benfica domina o sistema ou o Rui Vitória faz milagres... Podem dizer-me... "Mas não vês que são as duas faces da mesma moeda"... pois, mas as moedas só tem valor facial numa das faces... a outra são só 'bonecos'...

    SAUDAÇÕES LEONINAS

    ResponderEliminar

PUBLICIDADE