sexta-feira, 7 de abril de 2017

Contudo, não se terá livrado de novo processo!...




Nuno Saraiva SCP
há 15 horas
«O presidente do Conselho de Disciplina (CD) todo o direito de divergir da interpretação dos regulamentos que é feita por quem lhe faz chegar participações disciplinares. O que já não é tolerável é o teor do comunicado emitido esta noite pelo professor Meirim.

Em primeiro lugar, ao insinuar que o recurso legítimo ao CD por parte das SAD põe em causa o calendário desportivo, além de ser um exercício falacioso - nunca os atrasos da justiça desportiva comprometeram os prazos estipulados para as competições -, está a passar um atestado de menoridade ao organismo que lidera.

No fundo, o que o professor Meirim está a promover é a cultura de que o douto Conselho não pode ser incomodado com pequenos delitos ou infracções - se assim for esses compensam -, porque o palco só deve ser ocupado pela grande criminalidade. Numa analogia, certamente imperfeita, o que se defende é que sejamos tolerantes com o roubo de carteiras, porque a justiça só deve ocupar-se dos homicídios. Ora isto é uma visão absolutamente intolerável do Estado de Direito, a que a justiça desportiva não é, nem pode ser, alheia.

Por outro lado, nunca o professor Meirim veio a terreiro noutras ocasiões dar puxões públicos de orelhas a qualquer outra SAD que, legitimamente, exerceu o seu direito de queixa. E todos sabemos quem é esta época o campeão das queixinhas. Decidiu, o professor Meirim, fazer esta proclamação perante as participações do Sporting Clube de Portugal. Não sei o que lhe passou pela cabeça para ser acometido de tamanha imprudência. É que, ao fazer estas considerações, concedeu-nos total legitimidade para questionar a sua imparcialidade enquanto julgador.

Acresce que, a 29 de Março, ainda a entrevista ao Presidente do Sporting CP à TVI estava a decorrer, recebi um telefonema de um jornalista a relatar-me que, na CMTV, uma fonte do Benfica fazia saber que ou o CD abria novo processo ou entrava uma queixa no dia seguinte contra Bruno de Carvalho. Nem 24 horas depois, o diligente professor Meirim desencadeava novo processo disciplinar.

Não deixa de ser curioso, aliás, que esta visão de que deve ser o CD a deter o exclusivo da "queixa", que hoje o professor Meirim parece defender, tenha sido preconizada há uns dias na televisão por um comentador que vive com alguém muito próximo de um agente com ligação directa ao Benfica.

Por fim, e em abono da honestidade intelectual, seria bom que o professor Meirim tivesse algum decoro ao fazer juízos sobre processos em que não participou, como quando se refere ao "caso Slimani". É que, manda a decência e a honestidade intelectual, que quem julga se refira aos factos e não se dedique a fazer processos de intenção ou exercícios em que a verdade é truncada em benefício da narrativa que dá jeito.

Apetecia-me fazer um desabafo, mas porque não sei a cor do lápis do professor Meirim, o melhor é guardá-lo para mim.»
(Nuno Saraiva, director de comunicação do SCP, ontem, na sua página do Facebook)


Às pungentes súplicas do "professor Meirim", mandariam os mais elementares preceitos de Caridade que Nuno Saraiva respondesse em tom compatível e conforme lhe ditasse o coração! Julgo que o terá conseguido...

Contudo, não se terá livrado de novo processo!...

Leoninamente,
Até à próxima

3 comentários:

  1. Amigo Álamo, claro que o castigo a NS não deve tardar deve ser apenas questão do tempo, que o Meirim demora a interiorizar o castigo de mais uma "rebelia" ao seu poder, que quer impôr como absoluto, a continuar neste registo ditatorial, acredito que a sua demissão não deve tardar...

    SL

    ResponderEliminar
  2. Olá Aurélio !, tudo bem ?

    2/3 notas de "calimerice":

    (...)"Por outro lado, nunca o professor Meirim veio a terreiro noutras ocasiões dar puxões públicos de orelhas a qualquer outra SAD.....(...)

    (...)"Uma fonte do Benfica fazia saber que ou o CD abria novo processo ou entrava uma queixa no dia seguinte contra Bruno de Carvalho. Nem 24 horas depois, o diligente professor Meirim desencadeava novo processo disciplinar" (...).


    Se tivessem "colhões" em lugar de serem uns "conas moles" - perdoa-me-ás o meu francês - tomavam a seguinte posição pública (como, de resto, o GLORIOSO fez o ano passado a respeito de Islam Slimani) : "Queremos o Jonas e o Samaris no derby" - depois logo se vê.....assim como assim, se o slimani levou um jogo na época seguinte, talvez o Pistolas levasse sei lá, meia hora a aplicar em 2020/2021....entretanto, passavam por grandes / magnanimos....., era só isto que teriam a sublinhar.....assim....metem o saraiva a fazer comunicados.....é a diferença !

    P.S. esclarece-me lá: Agora que a Santa Aliança finalmente "deu o nó", também vais testemunhar ? HAHAHAHAHAHA se fores avisa aqui no blog pois ieri lá ver !

    ResponderEliminar
  3. Há imagens que valem mais do que mil palavras. É isto que o CD defende (http://tuvaisvencer.blogspot.pt/2017/04/a-coacao-que-os-jornalistas-da.html)? Se é, está tudo dito.

    ResponderEliminar

PUBLICIDADE