quarta-feira, 3 de agosto de 2016

Por mim, quero o Sporting Campeão!...


A ÉPOCA SÓ COMEÇA EM SETEMBRO

«A época vai começar e será em andamento, como de costume, que os treinadores vão formar as equipas. Antes do meio de Setembro – entre o fecho do mercado europeu e dos restantes – grassa a instabilidade com a qual os técnicos convivem (que remédio) e com a qual os dirigentes vivem e nalguns casos sobrevivem entre vendas, de preferência, e uma ou outra compra cirúrgica. Claro que um mercado como o português está mais exposto, quer a vender quer a comprar, embora ninguém esteja a salvo. Gigantes como o Real Madrid ou o Manchester United têm não só umas botas para descalçar como andam no mercado, ou a tentar negócios loucos ou à procura de oportunidades. É a vida ou melhor é o futebol e que ninguém se queixe porque o negócio prospera, pelo menos num certo patamar.

Que época vamos ter? No caso português já há muitos indicadores mas é difícil ter respostas, senão exactas ao menos aproximadas, tal o grau das mudanças em curso. Desde logo há um dado que merece ser realçado: o nível de conflitualidade baixou. Não desapareceu e, com toda a certeza, subirá de tom quando a bola rolar a sério. Há um ano, convém lembrar, a mudança de Jorge Jesus da Luz para Alvalade estava fresca e os nervos andavam à flor da pele. A vida mudou e o que temos é um Sporting mais focado em si mesmo, um Benfica mais seguro e o Porto a tratar da sua vida, que bem precisa.

Numa análise estritamente futebolística pode-se concluir que o Benfica mesmo com oscilações parece forte, desde logo muito mais forte do que estava na mesma altura da época passada. É preciso dizer que Luís Filipe Vieira nunca se deu mal com os negócios das vendas mesmo quando não parecia aconselhável fazê-las. As compras são outra conversa, mas mesmo aí o Benfica está bem mais moderado.

O Sporting se não perder ninguém – ou apenas João Mário – tem tudo para atacar o título como principal favorito. Sucede que parece difícil que todos os campeões europeus e ainda Slimani fiquem, mesmo conhecendo a arte negocial de Bruno Carvalho que se prepara para juntar ao grupo um cabeça de cartaz na linha de Mario Gómez. Vai acontecer? Convém não menosprezar o presidente do Sporting.

Quanto ao Porto, Nuno Espírito Santo está a criar um grupo - o seu grupo, mesmo que tal signifique deixar de fora talentos como Brahimi cujo rendimento é, de facto, dado a muitas oscilações. A estrela emergente do novo Porto é André Silva e há um duplo significado nesse facto: trata-se de um jogador feito no clube, portador da mística – o que quer que isso seja – e depois um jogador altamente eficaz na sua posição de ponta de lança. Eis uma boa notícia para o Porto e para o futebol português. Agosto começou e os dados estão lançados. Mesmo que as equipas só estejam afinadas em Setembro...»
(Nuno Santos, Ângulo Inverso, in Record)


Apesar da muita água que ainda há-de correr sob as pontes até Setembro, creio que no essencial estarei de acordo com a análise de Nuno Santos: "o Sporting tem tudo para atacar o título como principal favorito"!...

Não sei se esta minha convicção afina pelo mesmo diapasão e razões de NS, mas sei que é alicerçada na abissal diferença que vislumbro existir entre o treinador leonino e os outros dois! E porque entendo exactamente, que entre Jorge Jesus e Rui Vitória ou Nuno Espírito Santo, haverá uma diferença tão grande como aquela que existe entre a água e o vinho! Tão grande que sempre há-de resistir a todos os espalhafatos inventados pelos jornaleiros, comentadeiros e paineleiros que por cá vão vendendo as respectivas "banhas da cobra"! Como se costuma dizer lá pela minha querida Bairrada, "seria a mesma coisa que comparar o olho do cu com a Feira da Palhaça"!...

Claro que Bruno de Carvalho não deverá prolongar por muito mais tempo esta lenta agonia, na esperança de que os melões se venham a parecer no tamanho com as melancias!  Os melões são melões e as melancias nunca deixarão de ser melancias! E cada coisa deverá ser colhida e fazer as nossas delícias na altura própria! Pretender "Sol na eira e chuva no nabal" poderá ser demasiado perigoso!...

Dos "quatro da vida airada", parece-me crível que o caminho de três já estará quase alinhavado. O Zakaria estará a resultar mais difícil, mas deixá-lo contaminar os ares da Academia, será erro colossal!...

Depois, nem Bruno de Carvalho nem Jorge Jesus deverão cometer o erro de julgar alguém insubstituível e fazer de seja quem for condição "sine qua non" do título que todos desejamos. Sempre há-de valer mais quem "corre por gosto" do que quem "corre para inglês ver"! E que todos sejam muito felizes, cá, lá ou pelo caminho: quem bem fizer a cama nela se há-de deitar!...


Por mim, quero o Sporting Campeão!...

Leoninamente,
Até à próxima

3 comentários:

  1. Concordo com tudo menos com o endeusamento do treinador. JJ no ano passado perdeu campeonato, taca, liga, champions e uefa.
    É bom mas nem tanto
    e quanto ao titulo quem é tricampeao é o principal candidato. Nos corremos por fora e por amor de Deus sejamos humildes e deixemos de picar os benfas porque isso so os torna mais fortes.

    e vamos ver em 31 de agosto quem tem o melhor plantel

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ninguém aqui endeusou o treinador, sem no entanto esquecer ou omitir que foi considerado o 10º melhor treinador do mundo por uma revista iglesa bem mais credível que toda a nossa comunicação social junta! Exactamente a mesma revista que colocou esse treinador "principal candidato", praticamente trinta lugares para o fundo da classificação.

      Quanto à "humildade por amor dos deuses", nunca precisarei dos deuses para ser humilde, mas nunca estarei disposto a dar a outra face quando sou esbofeteado todos os dias: quem não se sente jamais será boa gente!...

      Querer ser campeão é um desejo absolutamente legítimo...

      Eliminar
    2. Desde que não a qualquer preço "Querer ser campeão é um desejo absolutamente legítimo..."

      Eliminar

PUBLICIDADE