segunda-feira, 24 de agosto de 2015

Porque uma mentira mil vezes repetida...


Uma incapacidade estranha


«Mesmo com o ruído mediático que tem sido a guerra Benfica-Sporting desde que Jesus deixou a Luz, na 1.ª jornada a equipa de Rui Vitória bateu por 4-0 o Estoril. Parecia que a vertente desportiva voltara ao normal, apesar da paupérrima exibição realizada até aos 70 minutos na estreia. A derrota, ontem, frente ao Arouca, volta a levantar grandes dúvidas.

Ao contrário do que diz Vitória, o Benfica não fez o suficiente para ganhar. Aliás, primeiro precisava de ter empatado. A equipa deveria ter feito mais, sim, porque os rivais já tinham perdido pontos e esta era uma grande oportunidade. E a jogar em casa, numa Aveiro vermelha, perante o Arouca, exigia-se uma superação que pura e simplesmente não se viu. A derrota caiu mal. E preocupa.

O Arouca não ganhou por acaso. A equipa orientada por Lito Vidigal teve várias chances e o Benfica não esteve a perder 3-0 porque Júlio César é um grande guarda-redes. O golo sofrido cedo dava tempo mais do que suficiente para emendar. Vitória parece preso numa teia de ideias que não se percebe bem se são suas. E o discurso confirma que o embate com a realidade está a ser difícil. E não ajuda. A condenação da derrota devia ter sido mais veemente. Paninhos quentes quando se entrega a liderança ao Arouca num estádio cheio de benfiquistas é não perceber a grandeza do clube que se representa.

A única coisa positiva da queda em Aveiro é não ter outra consequência além dos três pontos. Mas nada está perdido e a derrota pode ter até efeitos profiláticos. Resta a Rui Vitória, jogadores e restante estrutura perceber rapidamente o que está a falhar. O Benfica pode precisar de reforços, mas tem de valer mais do que isto. E depressa...»
(Bernardo Ribeiro, Entrada em Campo, in Record)

Sim, "ao contrário do que diz Vitória - e já agora os restantes 14 milhões! -, o Benfica não fez o suficiente para ganhar"!...

Porque uma mentira mil vezes repetida...

Leoninamente,
Até à próxima

5 comentários:

  1. As galinholas não fizeram o suficiente? Claro que fizeram! Só que a bola batia sempre num pino (eles eram tantos!), ressaltava sempre para um deles e o gajo do apito -que não voltará a apitar jogos benfas, até pedido de muitas desculpas e promessa de não voltar a repetir - o gajo do apito, dizia eu, nunca pegou num dos pinos e atirou-o fora.
    Chatice, pá.

    ResponderEliminar
  2. Conversa fiada... "À mulher de César não basta (pare)'s'er séria" (pois vejam com atenção a primeira pág de ontem e de hoje destes jornaleiros.... desonestos... para não ofender as senhoras suas mães....!!!

    Sporting - Inter Movistar 2-3 (3 golos do melhor jogador do mundo) "Ricardinho devora leões"
    carnide - Inter Movistar 2-3 (3 golos do melhor jogador do mundo) "Ricardinho superstar"

    Passo-me da 'marmita' quando vejo, p.ex. em Alvalade alegres sportinguistas com este folhetim debaixo do braço...

    QUANDO É QUE DEIXAM DE ALIMENTAR ESTES GAJOS...

    SL

    ResponderEliminar
  3. Caro amigo vamos lá ser, também nós... sérios e honestos....

    Não posso concordar com a sua contabilidade.... quando diz "Sim, "ao contrário do que diz Vitória - e já agora os restantes 14 milhões!" deveria dizer.... "Sim, "ao contrário do que diz Vitória - e já agora os restantes 13999999!"...

    ....ou será que o "Vitória" para si, já não conta....!!!! (é que em bom rigor... contando ou não... será sempre... menos um.....)

    SL

    ResponderEliminar
  4. Precisar de Reforços? E o Raul, 9m€ a metade, o Mitraglu a 7m€ emprestado não é dado?

    ResponderEliminar
  5. Nem o necessário quanto mais o suficiente. Era necessário empatar mas isso por si só não era suficiente. Bom mas o meu raciocínio é era necessário atacar mais e rematar mais mas sem finalizar não e o suficiente.

    ResponderEliminar

PUBLICIDADE