quinta-feira, 20 de agosto de 2015

Para que como antes, o quartel-general permaneça em Abrantes!...

Antonino Pulvirenti, confessou ter comprado cinco partidas por 100 mil € cada.
O Catania, clube siciliano que militava no segundo escalão do futebol italiano, foi punido com descida à terceira divisão e sancionado com uma penalização de 12 pontos, pelo tribunal da Federação de Futebol Italiana, devido a um caso de viciação de resultados ocorrido na pretérita temporada. (LINK)

Este último escândalo de viciação de resultados foi tornado público em Junho, tendo o então presidente do clube, Antonino Pulvirenti, sido detido, juntamente com outros seis dirigentes, vindo mais tarde a admitir no decorrer do inquérito, ter comprado cinco partidas por 100 mil € cada, com o objectivo de que o seu clube fosse benificiado.

Num dos países mais corruptos do mundo, pátria da "mafias e camorras", ainda vamos tendo o privilégio de assistir à aplicação da Justiça, por uma magistratura que preza a sua honra e dignidade. Por cá, poucos saberão o que isso significa.

Em Portugal, extinta a incómoda CII da LPFP, vai-se protelando a implementação e o arranque do Tribunal Arbitral do Desporto e a extinção dos CD e CJ da FPF com a concomitante "reforma compulsiva e definitiva" de Ti Herculanos, Maneis da Serra e quejandos...

Por cá, enquanto o "fiúza das peúgas" vai esbracejando, os juizes preferem assobiar para o lado de cada um dos bolsos das calças, a Autoridade Tributária e a Segurança Social vão passando certidões falsas e o Governo, depois de ir a banhos, apenas parece ter o 4 de Outubro no horizonte...

Para que nos próximos 4 anos, tudo como dantes, o quartel-general permaneça em Abrantes!...

Leoninamente,
Até á próxima

Sem comentários:

Enviar um comentário

PUBLICIDADE