quinta-feira, 29 de janeiro de 2015

No meio da construção e desconstrução de filhos de deuses menores!...


"De cabeça levantada, sem medo de errar, Wallyson voltou a mostrar que tem um pé esquerdo de enorme qualidade. Inteligente na ocupação dos espaços intermédios e na distribuição da bola, o brasileiro foi o motor da equipa, assumindo as transições com uma precisão no passe, quase científica...".
(in jornal Record)

Entra-nos pelos olhos dentro o talento e a maturidade deste "menino", ontem justamente votado peloa adeptos presentes em Alvalade, como o "melhor jogador em campo"! E se há coisa que os adeptos sportinguistas nunca hão-de ser, é loucos ou bajuladores!...

"Médio criativo brasileiro com origens alemãs, Wallyson Mallmann chegou à Europa com apenas 17 anos de idade e, estranhamente, nem tinha clube no Brasil, apenas se treinava numa equipa em Mato Grosso, embora tivesse sido inscrito no Espírito Santo Sociedade Esportiva.

Esteve à experiência em alguns clubes suíços, entre os quais o Basileia e chegou a estar perto de assinar pela Fiorentina, mas o Manchester City antecipou-se e Wallyson foi para Inglaterra, onde no entanto não chegou a ser inscrito, devido ao excesso de jogadores extra-comunitários.

Chegou ao Sporting no seu último ano de Júnior, assinando um contrato válido por uma época, cujo processo de renovação foi bastante demorado, sendo concluído apenas em cima da data do fecho das inscrições, altura em que Wallyson foi integrado na Equipa B, com a SAD leonina a ficar com a opção de compra de 70% do seu passe, fixada em 350 mil Euros.

Sendo um jogador sem escola, mas dotado com um excelente pé esquerdo, a sua evolução foi bastante rápida, confirmando-se como um médio completo, capaz de fazer todos os lugares do meio-campo e impondo-se progressivamente como titular, primeiro nos Juniores e depois na Equipa B.

Em Março de 2014, beneficiando do facto de Adrien Silva estar castigado, foi pela primeira vez convocado pelo treinador Leonardo Jardim, para um jogo da equipa principal do Sporting, no entanto não saiu do banco.

No inicio do mês seguinte a SAD leonina exerceu a referida opção de compra sobre 70% do passe de Wallyson, que em Julho assinou um contrato com o Sporting, válido até ao final da temporada 2018/19, com uma cláusula de rescisão fixada no valor de 45 milhões de Euros.

Prestes a completar 21 anos (1994-02-16) e dono de invejável estampa atlética, 1,83/77 kgs, Wallyson teve o privilégio de chegar ao Sporting em fase crucial da sua formação e a sua passagem pelo escalão de juniores e posterior salto para a Equipa B, permitiram-lhe uma tão rápida quanto surpreendente adaptação ao exigente futebol praticado em Portugal e não será difícil adivinhar que, após os soberbos desempenhos nesta fase de grupos da Taça da Liga, a sua chegada à equipa principal do Sporting será... irreversível, apresentando-se hoje como o natural sucessor de Adrien Silva, cinco anos mais velho, tornando possível a Marco Silva amenizar com critério e conveniente segurança, a carga competitiva que a este vinha sendo exigida, época após época.

Para além dos excelentes atributos técnicos que evidencia, parecem acrescer outros que derivarão das suas raízes culturais, como o carácter, o elevado grau de profissionalismo e a rejeição liminar de vedetismos, que tantas vezes cerceiam as carreiras dos nossos jovens mais promissores, sendo também de considerar o importante facto de, em resultado de difíceis negociações com a Sporting, SAD, estar ligado ao Clube por um contrato de longa duração que se estenderá até 2019 e a coberto de uma cláusula de rescisão suficientemente esclarecedora.


Em Wallyson Mallmann, como em tantos outros jovens da formação leonina, parecem estar as garantias de um futuro risonho para o Sporting Clube de Portugal. Mesmo que toda essa juventude e a gloriosa instituição que defendem, não beneficiem dos efeitos publicitários da desavergonhada e orquestrada "central de informação", instalada numa CS, que quase todos os dias constrói e desconstrói filhos de deuses menores!...

Mas o algodão não engana!...

Leoninamente,
Até à próxima

1 comentário:

PUBLICIDADE