quarta-feira, 7 de janeiro de 2015

Este é o meu SPORTING!... Há sempre alguém que diz... NÃO !!!...


"Não faz sentido fazer uma votação a meio da mandato. Votação de quê? Os órgãos sociais foram eleitos e estão legitimamente mandatados. Não há razões para votar o que quer que seja. Nem isso foi solicitado no requerimento que a direcção me enviou a solicitar a marcação da Assembleia Geral.

Os órgãos sociais vão apresentar o trabalho feito durante estes dois anos e depois haverá um período aberto aos sócios, durante o qual podem fazer perguntas e declarações. Acho que isto é inédito no Sporting: não me lembro de uma direcção ter esta abertura com os associados para lhes explicar o que tem feito e o que vai fazer."
(Jaime Marta Soares, in MaisFutebol) 

Um condensador eléctrico consiste num dispositivo que possui capacidade para armazenar cargas eléctricas. É constituído por duas armaduras condutoras, entre as quais se encontra um material dieléctrico (não condutor), como, por exemplo, o ar, papel, vidro, cerâmica, mica, entre outros. Ao submeter as armaduras a uma diferença de potencial determinada, verifica-se a acumulação numa das armaduras, de uma carga eléctrica +Q,  enquanto a outra armadura se carrega com uma carga -Q, dependendo da tensão aplicada a essas placas, a quantidade de electricidade armazenada.

Quando a quantidade de electricidade armazenada no condensador atinge valores muito elevados, estes podem representar um perigo iminente para os humanos que, a um simples toque, poderão ser seriamente afectados fisicamente, pela sua descarga. A menos que esse potencial seja descarregado para outro corpo capaz de o absorver, como por exemplo, para a terra.

O Sporting terá sido nestes últimos tempos, um real e autêntico condensador, que foi acumulando uma quantidade de electricidade tremenda e perigosa, que nem a superior capacidade dieléctrica da sua fantástica massa adepta, conseguiu impedir.

Para gáudio de  todos os inimigos do Sporting - nem só os externos! - estava aprazada para o dia 17 às 15.00 horas, uma tremenda e perigosa descarga do condensador leonino, imagine-se, sobre a nobre, leal e inteligente massa adepta sportinguista, que bem poderia arrastar na sua queda, algumas das conquistas ultimamente conseguidas pelo Clube.

A experiência, a inteligência, a competência, o bom senso e o sportinguismo de Jaime Marta Soares, permitiram afinal o mais simples e aconselhável: provocar que toda a perigosa carga eléctrica acumulada no condensador, fosse descarregada para a terra, alcançando assim a tão desejada diferença de potencial ZERO e, para desespero de tantos, a sua completa inocuidade!...

Este é o meu SPORTING!...
Há sempre alguém que diz... NÃO !!!...

Leoninamente,
Até à próxima

1 comentário:

  1. Jaime Marta Soares é um chato!
    Então, logo agora que a CS, empurrada ou em comunhão com o grupo dito croquetes, tinham encontrado novo manancial de notícias em substituição do finado diferendo BdC x MS, aparece este "comandante de bombeiros" a pôr água na fervura? (e se já havia sportinguenses a ferver, santo Deus!).
    Chiça, isto não se faz! Vá lá que abilha e ogozo até trazem uma capa a condizer com um dia desportivo sem relevância: dum lado, temos um GR a bater todos os recordes (sem subentendidos) do mundo, perdão, da instituição; do outro, um matador, a prometer ultrapassar todos os recordes (outra vez sem subentendidos) intestinos (Jardel, Gomes, Falcão...quem foram esses tipos?).

    Para mim, este dia fica (desportivamente) marcado por um acontecimento histórico: hoje, 7 JAN 2015, É O DIA EM QUE A TAÇA DE PORTUGAL DEIXA DE TER IMPORTÂNCIA !!!
    Querem apostar que foi substituída pela Taça...da Liga?
    Epá, nunca mais chega o dia 14...

    ResponderEliminar

PUBLICIDADE