terça-feira, 27 de janeiro de 2015

Há sempre alguém que diz... NÃO !...



Soube-se hoje que a "verdade desportiva" terá ontem sido salva "in-extremis", no estádio da Capital do Móvel, por um único dos quatro juizes em campo: Manuel Mota, o quarto árbitro!...

Conhece-se o percurso algo acidentado e porventura sinuoso, deste árbitro da A. F. de Braga. Mas manda a justiça que nesta hora lhe seja reconhecida a dignididade de, contra tudo e contra todos, ter pugnado pela verdade, quando a posição mais fácil teria sido "encolher os ombros"!...

Só Manuel Mota saberá porque o fez! Mas outro Manuel, Alegre de seu nome e poeta da dignidade, um dia terá escrito algo que para sempre nos deixará como legado:

"... Mesmo na noite mais triste,
Em tempo de servidão,
Há sempre alguém que resiste,
   Há sempre alguém que diz... NÃO!...

E que ninguém argumente que o futebol é coisa menor, neste mundo globalizado onde os valores parecem contar cada vez menos! A dignidade não é pertença exclusiva de nada, nem de ninguém!...

Amanhã, em Alvalade, olharei com outros olhos para Manuel Mota! E espero que aquilo que o coração hoje me diz, seja verdade! Espero que Manuel Mota, depois do exemplo de integridade que ontem nos deu, não mais volte a vacilar no caminho que, embora algo tardiamente, decidiu trilhar!...

Leoninamente,
Até á próxima

6 comentários:

  1. O quarto árbitro?
    Mas este não estava lá do outro lado?
    Ai Paixão, Paixão...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Caro Sandro Fino, o Paixão foi para Paços de Ferreira com a "bateria" descarregada! Apenas deu para marcar o penalti que o Lima falhou e quando chegou o momento de ajudar mais, já não tinha carga e teve que se sujeitar ao grito de PENALTI que o Mota deu e se ouviu em todo o estádio! Faltou-lhe... coragem! Se é que que não terá sido outra coisa...

      Eliminar
  2. Agora percebo! Foi por falta de bateria que o Paixão não apitou para marcar o penalti cometido pelo Luisão!
    (Vá lá, que no tempo que ainda decorreu até aos 90 mnt, a bateria lá carregou um bocadinho, o suficiente para sair a apitadela. Demorou, mas saíu! Ah e como a bateria voltou a descarregar, o homem não conseguia acabar o jogo...)

    ResponderEliminar
  3. Caro Alamo,
    Este artista do apito vive aqui perto deste seu amigo e treina numa mata aqui perto, amigos meus que gostam das corridas passam por ele e chamam-lhe tudo e ele vai rindo...
    So continua na apitadeira na 1liga pq ta bem coberto.
    Uma vergonha, so apita o clube do coracao e perdeu a vergonha toda, ele nao ia dar penalty!!
    Eles tem de ganhar o campeonatp, ta tudo minado.
    SL

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Penso que o amigo João Antunes se refere ao Paixão! Pois, ele será como a hiena! E ainda não terá descoberto por que ri!.. Mas enquanto continuar a não apitar jogos do Sporting, pode ser que vá conservando os dentes!...

      SL

      Eliminar
  4. Resta saber se o Mota actuou "ao serviço da outra nádega..."...ou foi mesmo um "rebate de consciência"...e então sim... nesse caso..."há sempre alguém que diz não..."...
    ...
    Abr e SL

    ResponderEliminar

PUBLICIDADE