terça-feira, 13 de janeiro de 2015

Luís Ferreira: o algodão não engana!...




Mais um advogado que nos calha pela proa! Luís Ferreira estará amanhã em Alvalade, para arbitrar o Sporting-Boavista, vindo de Barcelos e da A.F. de Braga, pois claro e com algumas histórias tristes na sua ainda curta carreira, onde se misturam as montruosidades cometidas nos relvados, com a defesa de colegas do apito, enterrados até ao pescoço, senão mesmo até às nádegas, no famigerado "Apito Dourado", de que acabou por não ser capaz de provar a inocência.

Inocente não terá sido ele, em tarde fatídica para a equipa B do Sporting, como bem mostra o vídeo a seguir:




Nesta condição, merecerá ser muito bem recebido em Alvalade, na certeza que os "caceteiros de Petit" poderão contar com o seu "critério largo", ao passo que para os leões ficará reservada toda a fruta podre que o homem vem acumulando, desde que lhe colocaram o apito na boca!... 

Este também é como o algodão: NÃO ENGANA!...

Leoninamente,
Até à próxima

4 comentários:

  1. Bem...então amanhã já sei com o que vou contar...!!

    E ainda por cima, se Deus quiser...vou lá estar...!!

    Vou apoiar os "nossos meninos"...mesmo "com fruta à mistura"...!!

    Abr e SL

    ResponderEliminar
  2. Vi o jogo (tv) e digo-vos que nunca, mas nunca, vi uma arbitragem como esta!
    Às imagens do penalti aos 31 seg, falta o árbitro, que apitou, apontou e dirigiu-se para a marca da grande penalidade. E, de repente...muda a direcção e aponta e dirige-se para o local onde o nosso jogador entrou na área...
    Faltam, ainda, as manifestações de alegria dos jogadores e dirigentes do carnide, parecia que tinham marcado um golo!
    Pudera! Percebeu-se, naquele momento, que o senhor Luís Ferreira dera as 1ªs apitadelas para ter uma longa e brilhante carreira pela frente...

    ResponderEliminar
  3. Caríssimo Álamo:
    Coloco aqui um comentário que não tem que ver com este post. Estive estes dias em Paris, e pude apreciar o entusiasmo com que os portugueses que por lá vivem e labutam ( um abraço especial para o David, franco/português filho de pais portugueses, que por sorte me levou de taxi de Orly ao Hotel, e sabia de cor todos os detalhes da época do Cristiano, em 2014) viveram a atribuição do Balon D'Or ao nosso Cristiano.
    A minha pergunta é: para quando a Academia Sporting passar a ter o nome do obreiro que, desde sempre, e sempre com grande humildade, descobriu tanto talento e é responsável, neste século, por quatro Ballons D'Or?
    Academia Aurélio Pereira, que bonito não era? Acorde, Bruno de Carvalho, esta homenagem é uma obrigação ética!
    Um Abraço grande,
    José Lopes

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Estimado amigo José Lopes, creio que um primeiro e importante passo já terá sido dado: Estádio Aurélio Pereira! E o Grande Mestre ainda é tão novo! Que tenha muita saúde, porque a sua missão ainda estará muito longe do fim!...

      Abraço grande e SL

      Eliminar

PUBLICIDADE