terça-feira, 2 de junho de 2015

O Tabu Segredos, um hino reles à presunção!...


Dizem que terá sido criado em 1932 pelo perfumista Jean Carles, pai de Miss Dior, Ma Griffe, Shocking. Tabu ganhou a fama de ser um “perfume de prostitutas”, e há algumas lendas a respeito de tais mulheres de vida nada fácil terem sido a real inspiração para o perfume… 

Ainda me lembro, lá pelos anos 50, 60 e 70 da minha juventude, Tabu era ao mesmo tempo muito usado e muito odiado, pois era fortíssimo e empestava o planeta. Havia quem defendesse  que para que armas, tanques, minas terrestres e bombas nas guerras que o nosso planeta testemunhou se calassem, bastaria espargir 50 litros de Tabu nas fileiras inimigas e a guerra estaria ganha sem destruição, as tropas inimigas entregar-se-iam implorando clemência, com os olhos lacrimejando e pedindo por um banho de água e sabão.

Diz quem entende da matéria, que tem cheiro de cabaré com sofás de veludo vermelho gasto e bebidas baratas servidas em balcão de madeira. E a trilha sonora conta com blues e jazz, invariavelmente. E será hoje coisa barata. Quem o terá destruído terão sido os falsificadores e contrabandistas.

Como não poderia deixar de ser, encontrou terreno fértil em Portugal. Nada mais natural que tenham sido os portugueses, contrabandistas, eternamente tesos e que sempre se hão-de presumir inteligentes por detrás da cortina da esperteza saloia, a levá-lo aos pináculos da fama. A prová-lo, estará o facto de o seu maior panfletário, ocupar hoje o mais alto cargo da magistratura portuguesa.

Mas rapidamente viajou da política para o futebol. Nem outra coisa seria de esperar! E hoje, vemo-lo por aí disfarçando de inteligência a citada, pobre, narcísica e bacoca esperteza saloia.

O Tabu Segredos é um hino reles à presunção!...

Leoninamente,
Até à próxima  

4 comentários:

  1. Concordo - que o JJ diga de uma vez se continua ou não

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Mas creia, caro Jorge Alemão, que haverá por aí mais "cristos" além de JJ!...

      Eliminar
    2. Cristos há muitos - estarmos a falar de dois é pelo menos melhor do que falar sempre do mesmo

      Eliminar
    3. E olhe caro Jorge Alemão, que os "cristos" não ficam apenas pelos dois que julga! Vamos esperar porque um passarinho disse-me que haverá mais!...

      Eliminar

PUBLICIDADE