quarta-feira, 24 de junho de 2015

Gonçalo e Iuri, os nossos heróis improváveis!...



Com uma perigosa igualdade a zero a manter-se e a Suécia a remeter a equipa portuguesa para o seu meio campo, aos 73 minutos Rui Jorge receando o pior, arriscou, colocou Iuri Medeiros no lugar do esgotado Ricardo e nada mais foi como antes: três minutos depois uma combinação entre Gonçalo Paciência e Iuri Medeiros, permitiu a este um remate colocado de pé esquerdo que, não fora a espectacular defesa do guarda-redes sueco, colocaria Portugal na frente; e bastaram mais cinco minutos, para Iuri, após jogada de infiltração magistral, lançar a bola com conta peso e medida para Gonçalo receber na área, ludibriar dois defesas e colocar Portugal na frente com um golo que recordará para sempre e que bem pode agradecer ao seu companheiro.

Depois, com oito minutos para jogar, se tivessemos aprendido alguma coisa no jogo anterior com os italianos, nem uma invasão de "vikings" nos arrebataria a vitória. Mas o "patológico lirismo tuga" permitiu que os escandinavos, a um minuto do final do tempo regulamentar conseguissem, com esforço e denodo o empate, numa jogada de muitas tabelas e ressaltos dentro da nossa área. Nunca mais aprendemos...

Garantimos depois, escaldados com o susto e usando da matreirice que antes desprezáramos, o empate, o apuramento para os JO do ano que vem e o primeiro lugar no grupo que nos concede o "privilégio" de defrontar os alemãos na meia-final já do próximo sábado às 17.00 horas, cabendo aos nossos adversários de hoje, também apurados, defrontar a Dinamarca, também no sábado, às 20.00. A final será no último dia do mês às 19.45.

Para ser justo, Iuri Medeiros e Gonçalo Paciência foram os homens do jogo: apesar de terem entrado apenas durante a ùltima meia hora de jogo, foi mercê do seu espírito de luta, inconformismo e acutilância, sempre com os olhos colocados na baliza adversária, que terá resultado este apuramento. Nem quero pensar o que poderia ter acontecido, sem o safanão destes nossos...

Heróis improváveis!...

Leonianmente,
Até à próxima  

Sem comentários:

Enviar um comentário

PUBLICIDADE