quinta-feira, 11 de junho de 2015

A ambliopia vermelha é uma doença terrível e incapacitante!...


E se dá certo?!...

"Bruno de Carvalho arriscou, até, definir sucesso: o Sporting ser campeão nacional de futebol nos próximos dois anos. E portanto, se o não for, terá sido um insucesso. Esse sucesso ou insucesso será não apenas de Jorge Jesus mas sobretudo do próprio Bruno de Carvalho.

O movimento de contratação do treinador bicampeão no Benfica foi inesperado, brilhante e arriscado. Em relação ao Benfica, é como vencer um duelo antes de ter sido lançado sequer um desafio. Luís Filipe Vieira levou um baile na dança que costuma liderar. Para o Sporting, o risco está sobretudo no dinheiro, porque não é possível fazer uma jogada destas sem aumentar o orçamento no próximo ano. Até porque Jesus há-de querer jogadores na equipa.

O orçamento do Sporting é controlado pelos bancos, e se houve margem para alargar os custos só pode ser porque se espera aumentar as receitas, ou porque se espera entrada de capital para reduzir o passivo. É preciso não esquecer que, por muito que todos digam que não, o Sporting teve um perdão de dívida há dois anos. O salto que está a ser dado pode ser maior que a perna. Isso não significa que corra mal, mas significa que se estão a correr riscos.

O Sporting está, por todas estas razões, não só comprometido, mas obrigado a vencer. Bruno de Carvalho quer acelerar a recuperação do Sporting mas arrisca atrasá-la. E Vieira tem contas a acertar com pelo menos duas pessoas. A guerra não é apenas entre Sporting e Benfica, é entre os seus dois presidentes. Um ganhará, o outro perderá. Bruno leva vantagem. Vieira quer vingança."
(Pedro Santos Guerreiro, Abrir o Jogo, in Record)

Sempre coloquei os textos de PSG no patamar de excelência que, invariavelmente, me atrai a atenção. O texto de hoje, não constituiu excepção, mas... talvez pela primeira vez, julgo que terá descurado as defesas e deixou que a "urticária" lhe invadisse as partes mais visíveis da sua pele de benfiquista. Pouco habitual nele, mas profundamente natural e humano. Se eu fosse benfiquista, admito que teria uma reacção em tudo semelhante à dele...

Porém, como sportinguista, devolvo-lhe a interrogação que coloca: "e se dá certo"?! E se JJ, não em dois anos, mas logo no seu primeiro ano de liderança do futebol leonino, alcançar o primeiro lugar do pódio na Liga portuguesa?! E se Bruno de Carvalho tiver sucesso no seu "inesperado, brilhante e arriscado movimento de contratação do treinador bicampeão"?! E se o "orçamento do Sporting, controlado pelos bancos" vier a revelar um inesperado e compensador "superávit"?! O que dirá então PSG, depois de agora a "urticária" lhe ter imposto tantas e tantas reservas, talvez demasiadas para a sua proverbial isenção?!...

Pois é, nem PSG conseguiu fugir à onda de surpreendente despeito que varreu toda a grande nação vermelha! E quanto mais se somam as ondas de choque, mais o brilhantismo da acção de BdC sai reforçado! E no meio deste amálgama de reacções tão naturais quanto antagónicas das duas massas adeptas de ambos os lados da rua, sobra-me uma supreendente questão que ainda não vi ser colocada por nenhum adepto vermelho, com PSG à cabeça do touro e Rui Gomes da Silva relegado para o lugar subalterno e rancoroso de mau perdedor, agarrando o rabo do bicho com as mãos cheias de uma mistura de terra e merda que sobrou no chão "glorioso" da arena: porque razão Jorge Jesus se atirou para a cabeça do "Leão de Alvalade", quando o "exército leonino" foi considerado por toda a "troupe" de comentadeiros, paineleiros e jornaleiros, como o mais fraco e limitado dos pretendentes ao título na campanha que ora terminou e quando o "porta moedas" de BdC apresenta tão degradado e lastimoso estado de conservação?!...

Torna-se demasiado óbvio que Jorge Jesus, no segundo seguinte a ter atravessado a rua, deixou de ser "um dos melhores treinadores do mundo" ! E que os dons que exibiu durante seis anos e dez títulos, se esfumaram como que por milagre e terá entrado abrupta e definitivamente no reino da vulgaridade, senão mesmo da mediocridade.

A ambliopia vermelha é uma doença terrível e incapacitante!...

Leoninamente,
Até à próxima

12 comentários:

  1. O futebol não é uma ciência exacta mas confio nos dotes de JJ.
    Saudações leoninas.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Uma coisa seria exibir a eufórica e incorrigível arrogância dos benfas. Outra, bem diferente, sentir que a qualidade do futebol leonino terá tudo para sofrer um incremento! O que virá depois, ninguém se atreverá a prognosticar: uns têm fé os outros exibem figas! É a vida!...

      Eliminar
  2. Ao atravessar a rua, JJ deixou de ser o melhor treinador do Mundo. Mas ao entrar em Alvalade, ganhou imediatamente essa condição. Já não há "colinhos" nem Apaf. Vai ser tudo limpinho, limpinho. O Problema, vai ser pagar-lhe o ordenado.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Até depois de ler o texto a ambliopia não revela melhoras!...

      Eliminar
    2. Não basta ver as letras, é preciso saber, no mínimo, ler. E já agora, interpretar -esforço medonho para muitas galinhas...

      Eliminar
  3. Pois, eu deste texto retirei que perdoaram divida.

    ResponderEliminar
  4. Amigo Álamo, a ambliopia vermelha insiste, insiste e volta a insistir, não há volta a dar, é deixá-los insistir...Eu ando comovida até às lágrimas, com tanta preocupação dos vermelhos, com a forma como vamos pagar ao JJ....Imagine que hoje o RV já está num pedestal, e JJ de repente perdeu todos os atributos que tinha no carnide....

    SL

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Amiga Leoa Maria, solidário com as suas lágrimas, já gastei uma porção de caixas de lenços! Porque a acompanhar as lágrimas, muita baba e muito ranho! Já não sei o que faça se as galinhas não deixarem de esvoaçar por aqui. Tenho o ventilador ligado e dirigido sobre a guilhotina e não imagina como continua quente! Acho que vou de férias até ao dia 1 de Julho! Raios me danem...

      SL

      Eliminar
  5. Gostaria de ser tão optimista como o amigo Álamo, mas nunca o Sporting Clube de Portugal esteve ao longo da sua história dependente de um único jogo, como está da Supertaça, e nunca um "jogo a feijões" foi tão valioso. Tanto pode o SCP entrar a ganhar e gerar-se uma autêntica "onda verde", como podem as coisas começar mal e entrar-se na espiral recessiva.
    Como sempre o futuro trará todas as respostas.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Se o caro "as" me falasse dos jogos do "playoff" da Liga dos Campeões, ainda lhe daria o benefício da dúvida! Agora do jogo da Supertaça, francamente, meu caro, estamos a brincar ou quê?! Então e o "colinho", acha que já terminou?! Isso é que era bom!...

      Eliminar
    2. Caro Álamo, não tenho presentes os calendários, mas assim de memória, creio que a Supertaça é a competição que inaugura a época desportiva e como só um dos contendores pode ganhar, acredito que o resultado trará um acréscimo de motivação para o que ganhar e será desmotivador para o que perder.
      FIco triste de não poder contar com o beneficio da sua dúvida, mas a vida é como é e temos de continuar em frente.
      PS: Feliz Santo António para si e para os seus.

      Eliminar

PUBLICIDADE