terça-feira, 23 de junho de 2015

Pena que deveria tê-lo feito ontem!...


Como agradar a Jorge Jesus?

"Ter um onze de qualidade foi uma das coisas que trouxeram Jorge Jesus ao Sporting. O técnico acreditou que era capaz de repetir em Alvalade os êxitos conseguidos na Luz. Para isso pediu a Bruno de Carvalho a manutenção dos jogadores-chave e a contratação de mais três a quatro craques experientes que trouxessem aos leões aquilo que lhes faltou a época passada: um plantel equilibrado. Não é por isso tarefa fácil a do presidente leonino. Satisfazer os desejos do treinador sem realizar qualquer encaixe financeiro com uma das trutas da casa dificulta os negócios. Danilo está mais longe porque o FC Porto está disposto a gastar mais dinheiro, e mesmo Bryan Ruiz tarda em chegar porque a proposta leonina existe mas não é de perder a cabeça. Como agradar a Jesus então?

Essencial é manter os jogadores em que está assente a espinha dorsal da equipa. Rui Patrício, Ewerton, William Carvalho, João Mário e Slimani. Mas há mais. Adrien, por exemplo. Um médio que tem um salário elevado, e que a SAD via no mercado com bons olhos, é considerado importante por Jesus por ser um dos líderes no relvado, um homem que já conhece os cantos à casa e que pode ser importante no decorrer da época. No fundo, tudo o que seja perder titulares obriga a ir ao mercado.

É por isso complicado o equilíbrio pedido à SAD. Resistir ao assédio por nomes como Slimani ou William e acrescentar ainda qualidade que se veja. Bruno está a jogar uma cartada arriscada, mas que visa o regresso ao título de campeão e abalar o acordo FC Porto-Benfica para a divisão dos direitos televisivos. Ideal era conseguir o financiamento através de jogadores menos importantes, como Cédric. Mas entre aumentos salariais e investimento joga-se um desafio arriscado. Interessante, mas arriscado."
(Bernardo Ribeiro, Entrada em Campo, in Record)

Creio não ser ficção o pensamento que tenho de que a época prestes a arrancar, pretenderá dar expressão ao "tratado de tordesilhas", subrepcticiamente estabelecido por detrás da pública mas sempre negada "santa aliança": nesta nova época, o título de campeão calhará ao Porto e o segundo lugar ao Benfica!...

Bernardo Ribeiro não será tonto e muito menos ingénuo, ao assinalar que "Bruno está a jogar uma cartada arriscada, mas que visa o regresso ao título de campeão e abalar o acordo FC Porto-Benfica para a divisão dos direitos televisivos", porque enquanto do acordo da "santa aliança" sobre estes direitos até as crianças destes país  não terão dúvidas, já sobre o acordo da "divisão paritária de títulos", nem os túmulos de ambos os subscritores do tratado algum dia falarão, quanto mais pretender que quaisquer provas irrompam das "catacumbas do pântano" para a luz do dia. Qualquer jornalista suficientemente inteligente, sabe que não poderá escrever aquilo que pensa, sem encontrar alicerce sólido, prerrogativa que apenas parece assistir à magistratura portuguesa, quando decreta a prisão preventiva de um qualquer cidadão, sem que nem os caboucos estejam abertos.

Bruno de Carvalho poderá ser acusado de muita coisa, excepto de estupidez! Ele há muito que terá concluído que apenas haverá um caminho para evitar o monopólio da "santa aliança", seja nos direitos televisivos, seja nos títulos: reduzir a pó a insustentável mas há muito sustentada bipolarização do futebol cá do sítio, abrindo um novo ciclo de vitórias completamente à margem do "status quo". A instauração desse ciclo novo, será a única via capaz de conduzir à tão necessária e pretendida regeneração do futebol português. Há orelhas em todas as estruturas do futebol português que, de tão moucas, apenas entendem um tipo de linguagem: a dos poderosos!

O Sporting Clube de Portugal, para se fazer ouvir, terá de berrar ainda mais alto e grosso, que todos aqueles que berram alto e grosso!.. 

Pena que deveria tê-lo feito ontem!...

Leoninamente,
Até à próxima

10 comentários:

  1. Caro Álamo, Vai ser difícil acabar com este paradigma de "pântano clausum" e torná-lo num mare liberum.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sim, caríssimo Helder Mestre, uma quase "quadratura do círculo"! Mas penso ser, hoje por hoje, uma questão de sobrevivência. Ou vencemos, ou seremos tragados pelo "pântano", que significará o mesmo! Então, como diria Che Guevara se fosse sportinguista: PÁTRIA OU MORTE!...

      Embora crítico em muitos campos da actuação de Bruno de Carvalho, nesta importante, relevante e decisiva questão, estarei sempre a seu lado. Porque não há impossíveis!...

      Eliminar
  2. É isto tudo sim senhor. Mas para isso acontecer gostando mais ,ou gostando menos de BC temos de estar UNIDOS! O Sporting unido será IMPARÁVEL!!!(as nádegas sabem disso).

    ResponderEliminar
  3. Cerco ao Benfica

    Marco Ferreira ficou em último lugar na classificação final de árbitros de 2014/2015 e foi o Carmo e a Trindade, como se de repente tivesse passado pelo futebol português um fenómeno atmosférico de efeitos devastadores, quando, em concreto, apenas se verificou uma situação que de anormal nada apresenta: o árbitro madeirense, no somatório dos seus desempenhos, em determinado período, correspondente a uma época desportiva, foi o que obteve pontuação mais baixa.
    (LEMBRAMOS QUE SÓ EM TRÊS JOGOS INCLINOU 9 PONTOS PARA O FCP EM PREJUIZO DO BENFICA. BRAGA X BENFICA, RIO-AVE X BENFICA E SETÚBAL X PORTO )
    Surpreende por ser quem é, mas somente por isso, porque, no resto, as coisas mudaram quando os procedimentos de observação, avaliação e classificação de árbitros e árbitros assistentes das competições organizadas pela Liga passaram a reger-se pelo regulamento do Conselho de Arbitragem da FPF.
    Foi o primeiro passo para a democratização do setor, com o objetivo de o tornar mais justo e transparente, permitindo que todos os árbitros do quadro principal beneficiassem de idênticas oportunidades e eliminando qualquer tentativa de retirar do baú os arranjinhos e os tráficos de influências que desembocaram no Apito Dourado.
    (NAQUELE TEMPO NÃO SÓ NÃO DESCERIA COMO TALVEZ FOSSE PREMIADO COM O 1º LUGAR
    Ó RUI SANTOS QUANDO É QUE FALAS NISTO????)


    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Realmente, há coisas que não se devem fazer ao melhor clube do mundo e arredores! Estou completamente de acordo com o "anónimo das 10:44"! E mais, além da despromoção de MF, é urgente entregar as insígnias da FIFA ao Capela e ao Mota, árbitros modelo no nosso futebol...

      Eliminar
    2. Desde o início, porém, o 'grupo de elite' olhou com preocupação para a mudança, antevendo o risco que corria, porque, como alguém alertou, até 2012, árbitro escolhido para internacional que não desalinhasse nem afrontasse o sistema assegurava a insígnia FIFA até à idade de reforma...
      Terá sido, aliás, para afrontar situações de comodismo dos mais conceituados e gerar boas expectativas entre os que querem impor-se, estabelecendo-se aqui interessante quadro de equilíbrio, que Vítor Pereira, pelo que julgo saber, aprova idênticos critérios de avaliação sem valorizar a intensidade do brilho dos galões de cada qual..
      .
      Questiona-se, então, a lógica de nomeação de Marco Ferreira para a final da Taça de Portugal.
      Desconheço-a, obviamente, mas deduzo que, depois de Carlos Xistra, 3.º na temporada transata, ter sido indicado para dirigir a final da Taça da Liga, com Proença aposentado e seguindo a mesma linha de raciocínio, o escolhido deveria ser, como foi, o 2. º classificado em 2013/2014, ignorando o nomeador, no entanto, o reflexo das más notas obtidas pelo árbitro madeirense na presente época, dado que, provavelmente com excesso de rigor, mas com base na apreciável intenção de eliminar favores, pedidos e compadrios, a FPF protegeu-se... ao proteger a classificação final de todo o tipo de intrusões.

      Há quem alvitre, agora, um cenário de injustiça ao contrapor ao último lugar de Marco Ferreira o segundo de há um ano, de maneira a retirar credibilidade ao processo. Estratégia condenada ao fracasso, pela razão simples de o árbitro da AF Madeira, no seu historial, ser frequentador regular da parte inferior das tabelas classificativas: 19.º, em 2013; 13.º, em 2012; 11.º, em 2011; 17.º, em 2010; 17.º, em 2009; 16.º, em 2008..

      .O alarido em redor deste caso creio ser o pretexto que faltava para se instalar a confusão e promover o regresso a um esquema de interesses que não se recomenda. A arbitragem sempre lidou mal com a clareza, de aí que, por coincidência ou não, foi a partir do momento em que se injetou rigor na complexa ordenação classificativa dos árbitros desde 2012/2013, que o Benfica conseguiu traduzir em mais Campeonatos Nacionais conquistados a qualidade d foi Bruno de Carvalho, através das chamadas redes sociais, a falar de uma «herança das últimas épocas de gestão» e a sublinhar que, além do «desrespeito ser total» pelo clube a que preside, quando os árbitros erram «é sempre o mesmo que sofre»...

      Depois, Pinto da Costa, de viva voz e em estilo mais eloquente, igualmente a privilegiar a arbitragem como tema do defeso, o que logo foi encarado como triunfal reentrada em cena, aparentemente suficiente para garantir um FC Porto mais pujante na época que se avizinha...
      Os dois presidentes não se falam, mas sabem que existe um adversário comum que os tem superado e que precisam de eliminar: Benfica. Não são aliados de verdade, mas dá-lhes jeito investirem na mesma ladainha, porque a diplomacia tem uma linguagem própria, como ouvi um dia destes a quem se considera mestre no assunto...

      Fernando Guerra, in A Bola

      NOTA. AS LETRAS MAIUSCULAS FORAM ACRESCENTADAS

      Eliminar
    3. Melhor que a visão do anónimo, só mesmo o que, um dia, a Leonor Pinhão escreveu n'ABola: "Faltas para o Benfica são sempre bem marcadas, faltas contra o Benfica são sempre mal marcadas".
      Limpinho, limpinho, limpinho... que vergonha na cara parece-me ser coisa que nãp abunde p'ráquelas bandas.

      Eliminar
  4. Ó anónimo da 10h44, isso de o Carnide perder pontos é que não pode ser! Não estás nos planos da Liga!

    Olhe, já que referiu o assunto da despromoção do Marco Ferreira num post a que não lhe correspondia o tema, e com os argumentos que utilizou, explique-me como se eu tivesse o Q.I. de um lampião: "em concreto, apenas se verificou uma situação que de anormal nada apresenta: o árbitro madeirense, no somatório dos seus desempenhos, em determinado período, correspondente a uma época desportiva, foi o que obteve pontuação mais baixa." - porque é que este 'miserável' árbitro foi o escolhido para apitar a Final da Taça de Portugal?

    Será que ainda podia 'corrigir' a sua 'avaliação' caso fizesse um bom 'trabalho'? Realmente ele bem tentou mas não deu o tudo por tudo... e pagou-o.

    ResponderEliminar
  5. Eu só não percebo é uma coisa... nestes jornaleiros....!!! Se os gajos dizem, às vezes verdades...., porque não dizer sempre....

    Isto só faz com que o crédito que lhes dou seja... no máximo NULO....!!! É UMA PERFEITA VERGONHA a INCOERÊNCIA destes 'gaijins'

    Ainda ontem... (ainda estou para saber porquê...!!!) detive-me a meio de um zapping naquele senhor que o anónimo acima evoca...

    Então fiquem com esta pérola (e podem chamar-me estúpido pois preciso que me expliquem como se eu fosse.... loura....!!!)

    Diz o caracolinhos.... fazendo mais uma das suas, iluminadas, dissertações acerca de.... quase tudo

    "...o nomeador (vitor pereira), é verdade que não tem acesso às classificações durante a época, mas - e é preciso que as pessoas entendam isto - recebe, após todos os jogos, um sms com as notas dos observadores..."

    òH Caracolinhos... VAI-TE ENCHER DE MOSCAS.... E FECHA A MATRACA...

    Eu repito aquilo, que tu não queres dizer..., que eu já disse... (AOS 82 MIN... O FERREIRA (para não haver dúvidas quanto a Marco's) até estava bem classificado... O PROBLEMA FOI QUANDO HOUVE A REVOLTA, não na Bounty, MAS NO JAMOR... e lá foi tudo por água abaixo... QUE INCOMPETÊNCIA...!!! - Aqui até estamos de acordo... - COM UM JOGO TÃO CONTROLADO DESDE O INÍCIO... COMO É POSSÍVEL PERDER UM CANECO DESTA MANEIRA...)

    EPÁ... A SÉRIO.... chamem-me estúpido, ignorante, incapaz... o que quiserem... mas façam-no na cara... NÃO GOZEM É COMIGO.... pensando que me ensinam a pensar.... DASSSEEE.....

    Em bom português.... e sem C'US.... "PUTA QUE OS PARIU" Eruditos, até à quinta casa, mas é do monopólio........

    SL

    ResponderEliminar
  6. p.s. EPÁ.... Não perecam o texto do javardeiro (Leão de Plástico) na Tasca do Cherba... "é devinale...!!!!"

    ResponderEliminar

PUBLICIDADE