domingo, 28 de junho de 2015

Ao ponto de vestir a pele do lobo que não será!...


Pela pena de José Pedro Pinto, jornalista, presumivelmente "católico apostólico romano" dos quadros da Rádio Renascença/Bola Branca, ficámos a saber que todos os "católicos apostólicos romanos" estarão muito preocupados com a inscrição de Jorge Jesus como treinador principal do Sporting Clube de Portugal. A fazer fé  nos atributos matemáticos deste presumível "católico escriba", a data limite para que o "protestante" Jorge Jesus possa dirigir da área técnica do estádio do Algarve, no primeiro grande derby da época, a sua também "protestante" nova equipa, será 5 de Agosto, faltando ainda por isso uns longos 38 dias, mas os seus, dele e deles, cuidados, serão atrozes e confrangedores.

Não sei se quando o treinador Manuel José foi despedido por incompetência, após a quarta jornada da época 97/98, José Pedro Pinto já sabia ler e escrever. Ou se os quase quatro anos seguintes, quando finalmente o litígio entre o treinador e o Benfica foi resolvido com honra para ambas as partes, terão sido suficientes para ter aprendido a juntar as letras e a rabiscar o "a, e, i, o, u" no papel. Mas sei que quando um presumível imberbe "católico apostólico romano" cospe para o ar, normalmente cai-lhe o cuspe na cabeça.

Mas se, pelo contrário, José Pedro Pinto já era adulto, crescidinho e dominava de forma capaz a língua de Camões, ou até, presumivelmente, ostentava com a habitual jactância de "católicos apostólicos romanos" a sua carteira de jornalista, então recomendar-lhe-ia um urgente teste da doença de Alzheimer e o subsequente tratamento no sentido de impedir que a doença avance até ao ponto em que já não haverá retorno. 

Porque se houve em Portugal processos vergonhosos de "despedimento com justa causa", aquele que o Benfica, na pessoa de Manuel Damásio e o reputado técnico Manuel José, protagonizaram em 1997, logo após a 4ª jornada do Campeonato, jamais será desalojado do primeiro lugar do "ranking da indecência"! Mas a memória de certa gente é tão curta quanto o efémero da sua apregoada glória!...

Mas se, por outro lado,  a fabulosa imagem que em cima publico, fizer algum sentido e puder significar absolutamente o contrário daquilo que presumi, então ver-me-ei forçado a reconhecer que José Pedro Pinto, ou terá exagerado na preocupação, ou se enganou na forma do recado e terá abusado de conceitos religiosos... 

Ao ponto de vestir a pele do lobo que não será!...

Leoninamente,
Até à próxima

10 comentários:

  1. hm, exacto. como há 18 anos o benfica fez uma sem vergonhice ao manuel josé, esta do sporting e marco silva agora não se pode criticar...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Todas as "vergonhices" cometidas por quem quer que seja deverão ser objecto de crítica.
      No caso do Benfica essa "vergonhice" foi discutida em tribunal ao longo de quase quatro anos. No caso do Sporting, nada ainda chegou aos tribunais. Que moral terão os benfiquistas para branquearem o que aconteceu no seu clube e criticarem aquilo que apenas presumem, porque não sabem, estar a contecer no Sporting?!...

      Eliminar
  2. O Benfica deu prestigio ao jj e ele retribuiu.
    Só espero é que vocês não estraguem o bom nome do jj que ele construiu em 6 anos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E eu espero que a hipocrisia jamais seja um valor a cultivar por gente decente!...

      Eliminar
  3. Aonde chega o desconchavo. O que tem o despedimento do Marco Silva em 2015 com o despedimento do Manuel José em 1997, quase vinte anos antes?
    Desculpar uma sacanice ilegal e nada ética com algo que aconteceu há 20 anos? Porque não vão mais para trás na História de Portugal?
    É assim que vão para os tribunais defender as vossas causas?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Lamento que as palas usadas pelo "anónimo das 21:19" lhe retirem completamente a visão e o discernimento!...

      Eliminar
  4. Olho por olho dente por dente é assim o modus vivendi da lagartada.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Lá no "galinheiro" as galinhas são anjinhos que sobem aos céus e ficam sentadas à direita dos deuses! É o "modus vivendi" dos galináceos.

      Eliminar
  5. Sinceramente, o amigo deveria ter vergonha de enveredar pelo caminho dos demais, isto é, invocar o passado para contraponto justificativo do presente. Damásio não deixou saudades aos benfiquistas, VALE Azevedo está lindamente onde está, o destino de VIEIRA o futuro o ditará pela lisura ou não da sua gestão e conduta. E se se descobrir que é um crapula só quero que a justiça aja para com ele. Nada disto invalida que bdc e jj, sobretudo o primeiro, se tenham comportado de forma miserável. É a minha opinião, que vale o que vale. O resto são as maravilhas da contemporaneidade, que permitem que todos escrevinhem as suas misérias para todos, começando por mim. Por último, considero que o que acabam de fazer com Godinho Lopes é absolutamente miserável. Mais ainda, porque me parece que só vai dividir as hostes e acicatar ânimos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ao caro Sisifo direi que não "invoquei o passado para contarponto justificativo do presente". Apenas pretendi alertar aqueles que tendo telhados de vidro, continuam a atirar pedras! Mais nada! Se assim o caro não entendeu o que escrevi, nada mais terei a acrescentar...

      Sobre o procedimento de CFD do Sporting no caso do eng. Godinho Lopes, apenas me pronunciarei depois de esgotado o prazo estatutário para a sua resposta e quando for divulgada publicamente a acusação. Nunca acusarei ninguém ou assumirei a sua defesa, sem que seja pública a acusação. Nunca alinhei em folclores veiculados pela CS,, seja do actual poder, seja de quem eventualmente for acusado. Para mim, os tribunais serão sempre insubstituíveis...

      Eliminar

PUBLICIDADE