quinta-feira, 18 de junho de 2015

Vocês sabem do que eu estou a falar!...


Isto anda tudo ligado

"O Sporting está a tentar contratar Danilo, mas o FC Porto coloca-se como uma rocha entre as pretensões leoninas e o jogador, através do empresário deste. O Benfica está a tentar renovar com Maxi Pereira, mas o FC Porto também já se colocou no meio. Não se percebe bem se os dragões querem mesmo os dois futebolistas ou se voltaram aos bons velhos tempos de Pedroto: fazer constar que se quer contratar mesmo quem não faz falta (o que nem é o caso), só para evitar que vá parar a mãos "inimigas", e se a luta for perdida, pelo menos que isso custe bom dinheiro aos adversários. De uma forma ou de outra, o resultado final é claro: Danilo e Maxi ficarão com a oportunidade de inflaccionarem os salários.

Este tinha tudo para ser um defeso tranquilo, sem grandes atropelos entre os três candidatos ao título, sem gastos avultados em contratações, enfim, sem emoções fortes. Mas de repente tudo mudou, quando Bruno de Carvalho fez a movimentação do ano. Ao contratar Jesus, o presidente do Sporting teve o mérito de obrigar os adversários directos a mudarem de estratégia. Porque isto anda tudo ligado.

O Benfica "de portas abertas à formação" correu para o aeroporto a fim de receber Carcela e Taarabt, nomes que serviram para retirar o assunto Jesus da agenda mediática, antes mesmo da apresentação de Rui Vitória. E depois "plantou-se" a notícia certa: Vieira ainda vai contratar uma "truta". Não fossem os adeptos desanimar com as duas contratações marroquinas, em vésperas de comprar o Red Pass…

O FC Porto, na ressaca das vendas de Danilo, Jackson e Casemiro (três excelentes negócios), viu-se obrigado a mostrar trabalho. Se os regressos de Sérgio Oliveira e Carlos Eduardo foram recebidos com indiferença, e se a contratação de André André e Bueno não entusiasmaram, então nada melhor que atacar uma das maiores promessas do Brasil (Lucas Lima, um jogador a fazer lembrar Roger) e pelo caminho minar os desejos dos rivais.

Benfica e FC Porto lutam por todos os meios para partirem com vantagem. O Sporting avança para a nova época com o estatuto que, verdadeiramente, não tinha há muito tempo: sério candidato ao título. Nunca mais chega o dia 15 de agosto...
(José Ribeiro, Contas Feitas, in Record)

Uma excelente, brilhante e desempoeirada análise de José Ribeiro, que a mim não me surpreende de todo. Porque escreve bem e não andará propriamente a dormir no conforto dos gabinetes. Escrever o que escreve, não resulta de um estalar de dedos de alguém que bate o teclado com facilidade. Há coisas que antes de serem escritas e para o serem sem riscos ou surpresas,  dão muito trabalho...

Aliás, vocês sabem do que eu estou a falar!...

Leoninamente,
Até à próxima

1 comentário:

  1. Constata o óbvio, a contratação de JJ, por muito que neguem os carnidenses, foi uma jogada brutal !

    Jogou em 3 tabuleiros duma vez!!

    Vieira teme que a " estrutura " nao seja suficiente.
    PdC depois do all-in do ano passado que apenas chegou para os milhões da champions, já os está a hipotecar com novo all in.

    Se os processos doydoi e Marco Silva correrem bem não precisamos de contratações sonantes para sermos campeões da pré época --- mais um titulo, como jocosa mente diria um infiltrado carnidense... mas que tem piada têm !! (Temos de nos saber rir de nós)

    ResponderEliminar

PUBLICIDADE