quarta-feira, 8 de abril de 2015

Vamos pintar o Jamor de verde!...



Mesmo num jogo extremamente pobre de condimentos, em que à falta de tempero do bom futebol sobre o relvado, se juntaram as bancadas vazias de adeptos e de alegria, o Sporting em nenhuma vertente do jogo terá deixado de vincar a sua esmagadora superioridade. Com o resultado alcançado na primeira mão, nunca esteve em dúvida quem seria o finalista em 31 de Maio, porque as palavras dos responsáveis e jogadores madeirenses, antes e depois do jogo, nunca serão suficientes para lhes dar uma dimensão diferente daquela pequenez que hoje exibiram no relvado de Alvalade, pouco diferente da que dias antes tinham mostrado do outro lado da rua.

Porém, verdade seja dita, que nem as palavras de Nani e muito menos o branqueamento tentado por Marco Silva, no final do "desastre" de Paços de Ferreira e no lançamento do jogo desta noite, terão sido suficientes para alterar a formatação deste Sporting, que dará a ideia de não revelar outra capacidade que não seja levar ao desespero e à decepção os seus adeptos e, pior do que isso, parece ter dado por encerrada a sua margem de progressão na presente temporada.

Nesta condição, pouco mais restará aos adeptos sportinguistas, que "pintar o Jamor de verde" no dia 31 de Maio e... esperar que nestas 7 semanas e meia, Marco Silva consiga o "upgrade" necessário por parte dos seus comandados, capaz de conceder ao fantástico universo leonino, a suprema alegria da celebração da 16ª Taça de Portugal!... 

Leoninamente,
Até á próxima

2 comentários:

  1. Não sei se concordo integralmente com a análise que é feita do jogo... Efectivamente as bolas... não entraram...!!! Mas nem sequer me apetece falar muito disso... Ganhámos e pronto...!!! Estamos no Jamor.... 'Que tem (muito) mais encanto... Pintado de verde-e-branco"

    Agora... não posso concordar com a "falta de alegria" que o meu amigo refere... Estive lá e a opção de fechar a bancada B foi muito boa pois concentrou, de facto, os poucos, que lá estiveram... (problema demasiadamente recorrente) Porém..., mesmo com o frio e a chuva que caiu, esses poucos, por via dessa concentração - pelo menos do meu lado - deram (demos) espectáculo... Aliás... Poucas vezes terei presenciado tamanho uníssono da parte da 'curva sul'.... Muito bom...!!!!

    SL

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sim, amigo ZE, será incontestável a velha máxima de "poucos mas bons" e acredito que o espectáculo tenha sido reconfortante, como nos conta. Mas, o que não seria com 50 mil?! Foi nesse sentido que pretendi abordar o facto de apenas terem estado em Alvalade 16 mil espectadores! Mas as condicionantes serão muitas, eu sei!...

      SL

      Eliminar

PUBLICIDADE