segunda-feira, 27 de abril de 2015

Guia lógico e simples para entrevistas e comentários de treinadores do Sporting!...


"Não devemos fazer tanta publicidade de uma reunião. Da minha boca nunca vão ouvir que tivemos uma reunião ontem ou anteontem. Trabalho todos os dias com uma paixão enorme. Continuar? Não é uma questão de garantir ou não que continuo. O que posso dizer é que trabalho com a maior paixão todos os dias e é assim que vou continuar a fazer."
(Marco Silva, in Record)


Tinha a imagem e as palavras de Marco Silva gravadas como rascunho para publicação, logo que fosse capaz de alinhavar com serena propriedade, o profundo desagrado que me causaram.

Fiz várias tentativas e nunca fui capaz de traduzir o meu sentimento sem o mesclar com alguma dose de cortante e porventura excessiva ironia. E fui recorrendo ao "delete", uma e outra vez e uma vez mais ainda, tanto pelo respeito que me merece a pessoa do treinador do meu Clube, quanto pela delicadeza do momento actual do Sporting, nesta derradeira e importante fase da temporada.

Mas hoje julgo ter encontrado uma maneira airosa para me desembaraçar da minha falta de criatividade e, ao mesmo tempo, deixar a mensagem clara que sempre desejei transmitir a Marco Silva e que entendo ele mererecerá.

Passei por um dos meus blogs favoritos da blogosfera leonina - posso nomeá-lo agora, porque já por aqui manifestei tal sentimento -, "A insustentável leveza de Liedson", e lá estava exactamente o "ovo de Colombo", mas que cá em casa ainda não tinha saído sequer do cu da galinha.

Não sei como reagirá A. Trindade, o autor que não conheço e que conseguiu colocar o "ovo em pé", mas eu vou arriscar, nem que tenha de aceitar o seu desafio para um duelo físico e venha a acabar com o meu velho corpo todo "moidinho de porrada". Mas o Marco Silva é que não pode ficar sem resposta. E além disso, anima-me a esperança que o seu companheiro de blog, Rui Monteiro, e que tenho na conta de boa pessoa e com alguma consideração por mim, possa interceder a meu favor e eu não apanhe o "arraial de porrada" que talvez merecidamente se impusesse. Mas vou mesmo roubar o que ele também confessa ter "rapinado" - ladrão que rouba a ladrão... -, e deixá-lo aqui à consideração de Marco Silva.

Marco Silva, sob minha solena palavra de honra de sportinguista, entendo que deveria ler com muita atenção o diagrama a seguir e passar a agir, SEMPRE, em conformidade. Para seu bem, para o bem do Sporting e para o bem de muita gente do universo leonino:



Leoninamente,
Até à próxima

11 comentários:

  1. Álamo,
    Se o Marco Silva estiver realmente de saída (contra sua vontade), considera condenável o comportamento do ainda treinador do Sporting?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Caro João, as palavras proferidas por MS, que manifestamente me desagradarm e levaram a escrever este texto, foram: "Não devemos fazer tanta publicidade de uma reunião. Da minha boca nunca vão ouvir que tivemos uma reunião ontem ou anteontem...". Se forem profunda e sagazmente escalpelizadas, deverão ser consideradas imprudentes, desrespeitosas e inadmissíveis, por ser demasiado fácil identificar o alvo: exactamente quem lhe paga meio milhão de euros por ano! Muita paciência e delicadeza por parte do "alvo", para se manter, cortezmente, em silêncio.

      É só o que se me oferece dizer, tendo em conta aquilo que o "alvo" representa numa instituição com a grandeza do Sporting. MS foi apenas um garoto mal educado, independentemente de todos os objectivos, mais ou menos dignos, que persiga...

      Eliminar
  2. Caro Álamo
    Perante a mesma realidade há sempre mais do que uma forma de ver as coisas.
    Quando a pessoa X ou a entidade Y têm uma audiência com o Presidente da República, é sempre a presidência da república que confirma a reunião e, se entender, dá a conhecer o que lá se passou.
    Da mesma forma, se MS tem uma reunião com BdC, reconhecendo em BdC uma hierarquia superior, deixa à outra parte a iniciativa de gerir os tempos e de dar publicidade dos factos. Onde o caro àlamo vê má-educação, eu vejo uma manifestação de consideração.
    Como dizia António Gedeão "onde Sancho vê moinhos, D. Quixote vê gigantes / vês moinhos? São moinhos / vês gigantes? São gigantes"

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O caro "as" está coberto de razão quando traz para discussão uma qualquer audiência do PR e afirma, sem pruridos, dúvidas ou reticências: "é sempre a presidência da república que confirma a reunião e, se entender, dá a conhecer o que lá se passou.!...

      Ora será aí exactamente que os nossos prismas de observação divergirão, no caso de MS.

      Imagine que a pessoa X ou a entidade Y, algum tempo antes da audiência, vem para a CS afirmar: "Entendemos que não deve ser dada tanta publicidade à audiência!". Afinal, respeitando em absoluto o seu raciocínio, caro "as", quem é que deve achar se deve ser ou não dada publicidade à audiência? Não seria PROFUNDAMENTE DESELEGANTE da parte da pessoa X ou entidade Y, pronunciarem-se publicamente sobre se a PR deverá ou não fazer a publicidade que entender e quando entender sobre a audiência?!...

      Pois foi exactamente essa postura que eu considera ter sido um gesto de descortesia e mesmo má educação e falta de respeito pelo Sporting na pessoa do seu Presidente, ao presumir publicamente que não deveria ser dada publicidade à reunião. Ele, como empregado, nunca deverá emitir opinião sobre aquilo que sempre será competência EXCLUSIVA de quem lhe paga. E repare que lhe estará a pagar mais do dobro daquilo que o Estado paga ao mais alto magistrado da Nação...

      Que me perdoe o caro "as", mas tenho a convicção de que nem o Professor Rómulo de Carvalho seria tão benevolente para com a notória intenção de MS. E alerto-o para o facto de ser... reincidente nesse comportamento. O que agrava de forma relevante a sua deselegância.

      De boas intenções está o Inferno cheio...

      Eliminar
  3. A resposta à questão colocada no seu segundo parágrafo só pode ser positiva. Mas obrigo-me a elaborar um pouco sobre o assunto. Infelizmente não posso acompanhar a vida do Sporting Clube de Portugal com tanta assiduidade como gostaria e como tal não assisti à conferência de imprensa. Mas julgo poder dizer com alguma segurança que o MS só falou da dita reunião quando questionado pela comunicação social presente. A questão que se segue é quem teria "soprado" para o ar a realização da reunião para que a pergunta pudesse ser colocada. Teria sido MS? Teria sido BdC? Ou alguém por um ou por outro?
    Com o devido respeito por quem saiba mais, a própria existência de um rumores está longe de ser inocente. Falta o exercício especulativo de tentar avaliar quem ganha mais com estas "fugas de informação".
    Pela sua linha de raciocínio terá sido MS. Pelo meu lado, não coloco as mãos no dogo por ninguém.
    Creio que é público e notório que BdC se fartou de MS e o quer ver pelas costas. O problema de BdC foi ter avaliado mal a popularidade de MS. Quando percebeu que se se atrevesse a uma atitude ou "ou ele ou eu", as coisas lhe poderiam correr mal, optou por uma política de desgaste em lume lento. Esta política até poderá dar resultado em algumas situações (exemplo Paulo Fonseca no FCP que ás tantas só dizia "tirem-me daqui"), mas MS não cede e no final o clube que nós amamos é que vai sofrendo através desta luta de egos que parece não ter fim. PS: Sò estou a escrever isto porque muito aprecio as suas respostas e até me atrevo a dar uma sugestão para o seu próximo "post": "O Klop está desempregado..."

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigado pelo seu comentário, caro Asdrubal Silva.

      Para que perceba melhor o meu ponto de vista, creia que está muito longe de mim a ideia de que terá sido MS a "fonte de informação do jornal Record", o primeiro a noticiar que a reunião entre Presidente e Treinador do Sporting seria no decorrer da presente semana. E creia também que desvalorizo completamente a origem da "fuga de informação", se bem que há muito entenda que o Sporting continua teimosamente com "paredes de vidro". Compreendo porém, que algumas dessas "fugas" serão intencionais, por motivos estratégicos, matéria que só ao Sporting diz respeito e na qual MS jamais deveria meter a... "colherada", como tem feito demasiadas vezes, no meu modesto entender, e agora voltou a reincidir.

      No meu modesto entender apenas o Presidente do Sporting saberá o futuro de Marco Silva e embora possa ter amanhã que me penitenciar, vejo a sua continuidade como a atitude mais inteligente e sensata. E ainda que a sensatez nem sempre seja companhia fiel de BdC, reconheço-lhe a inteligência suficiente para isso, por todos os motivos que possam ser aduzidos.

      Outra questão será a de saber o que vai na cabeça de MS. E se todas as achas que "inocentemente" tem atirado para a fogueira, não conterão deliberada intenção. Tenho vindo, infelizmente, a ficar com a ideia de que terá optado por atirar de quando em vez a sua "pedrita", escondendo pressurosamente a mão. Perante a conivência da nossa CS, nomeadamente os três tablóides desportivos, Estarão por conhecer os verdadeiros motivos porque MS tem tão boa imprensa, mas que me pergunto muitas vezes, lá isso é verdade.

      Concluirei com a certeza de que se BdC não é nenhum santo, também MS dificilmente ganhará os céus. Ainda hoje tenho a sensação de que José Eduardo não terá dito tudo o que sabia, porque valores mais altos se levantaram...

      Sobre a sugestão que me dá para o próximo "post", dir-lhe-ei como os nossos craques costumam dizer no seu "futebolês", temos de ter os pés bem assentes no chão: qualquer treinador estrangeiro que eventualmente pudesse revelar atributos suficientes para fazer melhor do que LJ e MS já fizeram, custaria o dinheiro que o Sporting manifestamente não tem, com um quase ridículo orçamento de 25 milhões para o futebol, que significa 1/3 do orçamentado pelos dois nossos mais directos rivais. Penso que essa será uma das razões mais fortes para a continuidade de MS até ao termo do contrato de 4 anos que estabeleceu com o Sporting.

      Eliminar
  4. Amigo Álamo, concordo com o seu texto, e sim MS deve ler com mta atenção o diagrama exposto, pq apesar de ter boa imprensa acho que está a enveredar por caminhos que não são da sua competência, e por isso aconselho "cada macaco no seu galho", é tão simples qt isto....

    SL

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Estimada amiga Leoa Maria, o seu comentário apenas traduz bom senso. O que nos resta saber é se na agenda de MS, caberá o bom senso. Esperemos que sim...

      SL

      Eliminar
  5. Publique se quiser, estou-me borrifando. Deixo só uma mensagem. O seu "Bruno" sopra para a comunicação social uma reunião com o treinador, que nem devia ser notícia se o Sporting fosse um clube normal. Na linha das "notícias" sobre os aumentos de salários, que nunca saem do papel. Pois o treinador desdenhou dessa "notícia", dando o troco devido a quem passa a vida a mandar recados para os jornais. Só que para si o problema foi o treinador mais uma vez não se ter calado. Se isso atinge o Sporting, eh pá temos pena, ninguém nos manda meter um aldrabão na presidência, porque um aldrabão não deixa de ser um aldrabão por ser presidente do Sporting, e nem sequer é o primeiro.

    Você devia era sentir-se incomodado por isso, e pelo (ainda) treinador do Sporting sentir indiferença, quando não mesmo desprezo pelo seu presidente, de resto justificado. O "marquito" vai à vida dele, mas nós ficamos cá com o tretas mais dois anos. Parabéns. Não tem pena de ser um pau-mandado? Ou então anda a dormir.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Porque não haveria de publicar o seu comentário, caro Jordão?! É a manifestação da sua opinião, feita com toda a urbanidade e, portanto, valerá tanto como a minha.

      Mas permita-me discordar de si, quando se refere ao Presidente do Sporting como o "meu Bruno" e me questiona sobre se "não tenho pena de ser um pau mandado". Certamente que não acompanha o blog com a assiduidade suficiente, uma vez que manifesta publicamente essa ideia que faz de mim e me acusa de ser "pau mandado". Rejeito liminarmente as suas palavras e convido-o, se achar isso interessante e como arma que o impeça de voltar a cometer o insulto que agora me dirige, a recuar no histórico do blog, de modo a poder concluir com justiça e verdade, o que afirmou apenas pelas aparências.

      Sobre as suas certezas das "sopradelas para a comunicação social" do senhor Bruno de Carvalho, deduzo que serão tantas quanto as certezas que o levaram a pretender insultar-me de "pau mandado".

      Permita-me para terminar que lhe diga que, mesmo no caso de provas insofismáveis sobre as "sopradelas" de BdC para a CS, jamais estaria justificada a DESELEGÂNCIA de Marco Silva: nenhum crime justifica outro crime!...

      Eliminar

PUBLICIDADE