sexta-feira, 5 de setembro de 2014

Duas semanas inteirinhas de treino, talvez cheguem !...



Todos os sportinguistas estarão recordados do sofrimento que "a seca de golos" de Fredy Montero  nos provocou a partir do final do ano passado, muito em particular, no último terço do campeonato. 

Todos se lembrarão também de ter assistido aos escassos, breves e insípidos ensaios de Leonardo Jardim de colocar Fredy Montero em apoio a Islam Slimani, tentando harmonizar a criatividade do colombiano com a eficácia do argelino. Mas foi sol de pouca dura. Nunca se soube o porquê da desistência de Jardim. Falta de perspicácia? De paciência? A pressão da necessidade de resultados? A cabeça noutro lugar? Foi embora sem o dizer! E nós ficámos sem o saber e sem alguma vez sermos confrontados com a "prova dos nove"!

Dizem que a História nunca se repete, mas já por aqui expressei o meu pensamento, em absoluto contrário a tal... postulado barato. E a prova estará aí, à vista de todos. Uma conjugação dos "astros mendófilos", impediu a concretização do planeamento atempado de Alvalade e... o Granada roeu a corda e Yacine Brahimi fui "sacado" para os andrades. É a vida! E cá temos nós a repetição da história da época passada.

Mas, ou algum passarinho ouviu e foi contar a Nuno Farinha, ou este tem lá em casa uma bola de cristal daquelas que nunca falham, ou fosse lá por que fosse - estive quase a utilizar o termo muito em voga no futebolês, "pelo aquilo que fosse" -, o que é certo é que o novel director-adjunto de Record, "botou" cá para fora às primeiras horas da manhã de ontem, 02:31 mais precisamente, o artigo que a seguir vos deixo:

"O terceiro elemento"


"A candidatura do Sporting ao título passou a fazer mais sentido com duas notícias recentes que foram recebidas em Alvalade de braços abertos: a chegada de Nani e a continuidade de William Carvalho. O rei dos desequilíbrios e o pilar que sustenta todo o projecto. Sem eles não haveria sequer espaço para sonhar. Assim, há. E mais passou a haver depois do empate na Luz. Em comparação directa com os rivais, Nani e William talvez sejam, aliás, os únicos jogadores de campo do Sporting com capacidade para entrar sem discussão nos onzes de Benfica e FC Porto. Com tudo o que isso quer dizer.

Mas há ainda um terceiro elemento sem o qual será impossível o Sporting tornar real a corrida pelo 1.º lugar: Montero. Há jogadores que marcam golos todas as semanas e que nem isso chega para afastar dúvidas e silenciar os críticos e adeptos com níveis de exigência acima da média. E depois há casos como o de Fredy Montero – de alguém que pode estar praticamente um ano sem acertar com a baliza e que, mesmo assim, não perde capacidade de sedução.

Marco Silva sentou o colombiano no dérbi para apostar em Slimani. O feeling do treinador estava certo e pouco interessa para o efeito se o golo do Sporting “pertenceu” mais a Artur do que ao avançado argelino. Slimani fez em 20 minutos o que Montero está há uma eternidade para conseguir fazer.

A questão, porém, é que há mesmo vida para além do golo. Mal seria se a história do jogo se limitasse ao último toque. A melhor versão do Sporting será aquela que conseguir tirar mais proveito de Montero. Só falta saber se isso se vai conseguir com o jogador mais perto ou mais longe da baliza.".

Claro que pela sua originalidade e importância, muita gente terá lido e reflectido no texto de Nuno Farinha e menos de 24 horas depois, tinha o dia de hoje começado há pouco, encontrei um novo e curioso texto, assinado por José Marinho e publicado no blog que abaixo referencio que, partindo da ideia que o tal passarinho porventura tinha "soprado" a Nuno Farinha, acabou por chamar os bois pelos nomes. Ora prestem atenção:

Montero renasce na fuga aos golos!

"Se a ideia expressa num diário desportivo, de que o treinador do Sporting se prepara para deslocalizar Montero para a posição "dez" da sua equipa, creio que Marco Silva está perto de resolver dois problemas de uma assentada. O apoio ao ponta-de-lança e o ponta-de-lança, ele próprio. E o mais curioso é que resolve esse problema recorrendo ao mesmo jogador. Ou seja, Montero é, actualmente, o jogador ideal, para resolver, no plantel, os dois problemas com que a equipa se debate, nos últimos 30 metros, ou na zona de decisão, como gosta de lhe chamar Jorge Jesus.

E a astúcia da Marco Silva é suficiente para ver o que a Leonardo Jardim nunca lhe ocorreu. Que Montero pode ser um dos jogadores mais determinantes do plantel quanto mais escapar a uma lógica de finalização quase exclusiva na equipa. Ou seja, Montero na posição de segundo avançado, com a sua graciosidade e principalmente a inteligência com que pensa o jogo e as suas variantes e a servir um ponta-de-lança que mantenha com a finalização uma relação quase conjugal. Esse jogador é Slimani.


Apesar do talento de André Martins e da fogosidade de João Mário, o Sporting não dispõe de nenhum outro jogador com as características, inatas e apreendidas, para o desempenho cabal da função de número dez na equipa. Além de que permitir estabilizar emocionalmente o avançado colombiano, demasiado ansioso com a obrigação de marcar golos e permite a definitiva fixação de Slimani - un dos melhores e mais temerários avançados do nosso campeonato - como ponta-de-lança.

Mas é em Montero que devem recair todas as melhores expectativas em relação a esta possibilidade. O avançado colombiano pode renascer quanto mais fugir aos golos, nesta altura, e à função a que está obrigado a fazê-los. E a maneira como pensa e executa, com cheiro, elegância e graciosidade, faz dele o melhor protagonista possível, de uma decisão cuja autoria táctica promete reforçar as expectativas em redor de Marco Silva.".

E agora?! Agora só falta saber quem "tramou" Marco Silva! Terá sido mesmo um "passarinho" que cagou na cabeça de Nuno Farinha, ou este terá servido, exactamente, de "negaça" para Marco Silva apanhar "caça grossa"?! Creio que nunca o saberemos! Mas que poderemos muito bem tirar as nossas conclusões contra o Belenenses, ai isso talvez possamos! Sempre serão duas semanas inteirinhas de treinos. Talvez cheguem!... 

Leoninamente,
Até à próxima

4 comentários:

  1. Montero é um jogador que colhe (também...) as minhas simpatias...
    É um jogador com bons pés e para além disso...com cabeça...

    Não sei explicar o porquê da "seca" de golos...mas o futebol "ganha" quando a bola também passa pelos pés do Montero...

    Agora...Marco Silva "que prepare" o resto...!!

    SL

    ResponderEliminar
  2. Dois textos que me enchem de optimismo, tb simpatizo com o Montero, pelo que a televisão mostra dele parece-me excelente, como jogador e como pessoa, espero que o Marco o saiba pôr a jogar, na posição que melhor renda.....

    SL

    ResponderEliminar
  3. O sporting se quer ganhar aos clubes mais fracos tem que jogar com dois avançados. Foi assim que fomos campeões da última vez. Se em 4x4x2 - com montero e slimani à semelhança de Jardel e Niculae - se em 4x2x3x1 - com montero a fazer de joão pinto, cabe a marco silva escolher.

    Bruno Duarte

    ResponderEliminar

PUBLICIDADE