terça-feira, 14 de março de 2017

O cumprimento de um sagrado desígnio histórico!...



JORGE JESUS E BRUNO DE CARVALHO UNIDOS PELA AMBIÇÃO (LINK)

Presidente e treinador têm o título na mira e já estão a preparar a próxima época

O "carvão" de múltiplos e  cromática e geograficamente variados rumores que pretendem dar conta de uma possível saída de Jorge Jesus para um outro qualquer campeonato, nem uma agulha consegue fazer bulir na serenidade e na determinação existente dentro da estrutura de futebol do Sporting: nem Jorge Jesus alguma vez pensou em abandonar o projecto leonino, nem Bruno de Carvalho está disposto a "perder" aquela que considera ser a principal sustentação deste.

A julgar por indicadores seguros e consistentes colhidos neste espaço temporal subsequente ao acto eleitoral, terão sido exaustiva e profundamente dissecadas pelos dois homens fortes do futebol leonino, cujo divórcio já nos cansámos de ver anunciado, as razões que estiveram na origem do inopinado e surpreendente fracasso desta época que agora se encaminha para o final e estabelecido um rumo substancialmente diferente em quase todas as vertentes que a seu modo poderão concorrer para o êxito tão desejado por todo o fantástico e ímpar universo sportinguista.

A clara e flagrante aposta no talento que iniludivel e permanentemente vai jorrando da Academia e uma nova e até há pouco inimaginável postura comunicacional, condimentada com o sal da há muito tempo tão reclamada reserva, serão porventura a parte mais visível e impossível de camuflar, do iceberg que constituirá a "neo-estratégia" concertada em Alvalade, para decepção e desgosto dos "carvoeiros", a cujas fangas e pás poucas alternativas sobrarão que tapar as respectivas "sepulturas".

Julgo entender porém, que para além do estabelecimento preciso de um "novo rumo" para a próxima época, ao Sporting ainda estará reservado e escondido na parte invisível do tão misterioso quanto imprevisível iceberg e ainda antes do fecho desta temporada...

O cumprimento de um sagrado desígnio histórico!... 

Leoninamente,
Até à próxima  

4 comentários:

  1. apesar do esforço de criação do binómio Futebol+Fátima, por parte da negra noite fascista, não há nada mais Profano que o futebol... para já não ir ao ridículo uso da expressão "manto sagrado", só conheço um: o da Nossa Senhora e, por azar, até é azul

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O "sagrado" jamais assinaria contrato, para mais vitalício, com o futebol. No domínio do "sagrado", as religiões mais não serão que a ponta do iceberg! Até um simples berlinde, um pião, ou um efémero balão, já terão sido "sagrados" para a grande maioria das crianças! E... as crianças nunca mentem!...

      Eliminar
    2. Aceito a correcção, amigo Álamo

      Eliminar
    3. Também eu aceito pacificamente aquilo que o amigo Más Semilla terá pensado mas preferiu não explicitar no seu comentário. Cabe-nos perdoar a muitas "crianças crescidas" certos hábitos profanos!...

      Eliminar

PUBLICIDADE