quinta-feira, 30 de março de 2017

Esta corja toda apenas merece silêncio, desprezo e o Sporting campeão!...



A entrevista de ontem na TVI e as declarações de hoje à saída do Campus de Justiça, em Lisboa onde se deslocou para prestar depoimento no âmbito do processo resultante da Operação Fénix, onde terá afirmado,

«Estive quase para dizer aqui aos juízes que não podia falar, porque estava impedido, mas decidi cumprir o meu dever cívico, que era o de falar.[...]

Isto porque, supostamente, não podia falar de nada e essa regra não faz sentido, como não faz sentido um castigo, quanto mais o maior castigo depois do Apito Dourado. Não faz sentido nenhum, mas isso já tinha transmitido ontem.

Acato tudo, que remédio tenho eu senão acatar. Agora, desde que tenha a ver com as quatro linhas e áreas técnicas. Nunca deixarei de cumprir o mandato que os sportinguistas me deram, pois isso faz parte da Constituição, da lei, e ninguém me pode retirar o que me foi dado por eleições. Podem retirar-me do terreno de jogo, do banco [de suplentes], da área técnca, mas não me podem retirar o poder de representar em público, seja onde for, o Sporting.» (LINK)


mesmo tendo em conta o facto de em nenhum momento, nem uma vírgula dos discursos que saíram da boca do Presidente do Sporting Clube de Portugal poderá ser objecto de qualquer crítica, antes do mais veemente aplauso, nunca poderão ser entendidas como o silêncio que por aqui vinha sendo contabilizado e que no meu entendimento será a postura mais adequada ao pântano em que vai vivendo o futebol em Portugal.

Nesta condição, a ampulheta do "count up" necessariamente teria de regressar a zero, numa terceira fase de silêncio que espero e desejo suplante as duas anteriores. Porque...

Esta corja toda apenas merece silêncio, desprezo e o Sporting campeão!...

Leoninamente,
Até à próxima

3 comentários:

  1. «Estive quase para dizer aqui aos juízes que não podia falar, porque estava impedido, mas decidi cumprir o meu dever cívico, que era o de falar.[...]"

    Brilhante.... é o mínimo que se pode dizer... (Lindo... ao melhor estilo que se pretende...)

    SAUDAÇÕES LEONINAS

    ResponderEliminar
  2. Concordo com o amigo Álamo, qd diz que a ampulheta tem de regressar ao zero, pois a questão aqui é marcar o tempo de silêncio do presidente e independentemente deste ter ou não razão qd fala o silêncio é quebrado, agora que teve razão em falar lá isso teve pq o que estava em causa, não era apenas uma crítica que lhe foi dirigida, mas sim uma tentativa de o amordaçar pq sabem que aquilo que ele diz é a verdade, e para esconderem os rabos de palha que andam lá pelos quatro cantos dos órgãos federativos e não só, têm que o calar a todo o custo.

    A frase proferida hoje para a imprensa pelo presidente «Estive quase para dizer aqui aos juízes que não podia falar, porque estava impedido, mas decidi cumprir o meu dever cívico, que era o de falar.[...], penso que caíu como uma luva naquela corja toda, afinal foram expostos ao ridículo pois o facto de se querer amordaçar alguém por críticas, ao corrupto "bitinho" ainda mais sendo verdadeiras, e ainda mais grave num país, em que a censura já foi abolida em 25 de Abril de 1974.

    PS: Aconselho todos os Sportinguistas a ler a entrevista do Drº Jorge Bacelar Gouveia ao DN no blog do "Grande Artista Goleador" e em contraste vejam o post do Ricardo Leão no "camarote" que fez um corte "espectacular" manipulando a verdadeira essência da entrevista, tudo para dar "vazão" ao ódio visceral que tem a BdC, parece que não aprenderam nada com a retumbante derrota que tiveram nas eleições, pior para eles. e para toda a corja que quer mal ao Sporting ...

    SL

    ResponderEliminar
  3. por mim caladinho está bom...

    ResponderEliminar

PUBLICIDADE