quarta-feira, 8 de março de 2017

Até quando?!...


Pior do que não ganhar é perder

Ninguém saiu a ganhar com o regresso de Geraldes e Podence a Alvalade

«O Moreirense não voltou a ganhar desde a conquista da Taça da Liga, no final de Janeiro. Outra maneira de colocar as coisas é dizer que não voltou a ganhar desde que perdeu Geraldes e Podence para o Sporting. No total, são seis jogos, três derrotas e outros tantos empates que deixam o "campeão de Inverno" apenas com o pescoço acima da linha de água. Mas não foi só o Moreirense que perdeu com o regresso de Geraldes e Podence a Alvalade. Jesus bem pode dizer que um lugar no banco de suplentes do Sporting é melhor do que a titularidade na maior parte da equipas da I Liga, mas aos 21 anos jogar regularmente é fundamental. E se Podence ainda tem sido usado, mesmo que de forma intermitente, a carreira de Geraldes travou a fundo e entrou em "stand-by". O facto de não ser alternativa mesmo quando Jesus não tem Adrien e se vê forçado a improvisar soluções de recurso para o meio-campo diz qualquer coisa sobre convicção com que o treinador o foi buscar a Moreira de Cónegos. Mas mais do que o Moreirense ou os jogadores, foi o Sporting que perdeu com o regresso prematuro dos dois jovens à casa de partida. Não apenas por não conseguir rentabilizá-los, como os resultados demonstram para lá de qualquer dúvida razoável, mas sobretudo por ter travado o processo de amadurecimento que, se fosse levado até ao fim no Moreirense, onde até trabalha um treinador de confiança dos leões, lhe podia garantir dois reforços de peso para a próxima temporada. Assim, para já, perderam todos. E esse, já se sabe, é um péssimo resultado.»
(Jorge Maia, Opinião, in O Jogo)

E não me venham perguntar pela cor do jornalista ou pelo tipo de veneno com que terá preenchido as entrelinhas do seu texto. O que ele escreve é exactamente o que penso e a minha cor sabem-na todos os que me lêem e o veneno que eventualmente transporte dentro de mim está sempre reservado para quem todos sabem.

Tem sido uma estragação obscena que nenhum umbigo valerá!...

Até quando?!...

Leoninamente,
Até à próxima

6 comentários:

  1. Olhe o Mark Knopfler!

    Okenite

    ResponderEliminar
  2. A minha opinião, mesmo na altura em que muitos defendiam o regresso dos jovens, era que deveriam cumprir o que restava do empréstimo.
    Parecia-me óbvio que, enquanto a situação na tabela não ficasse definida, as oportunidades não seriam muitas. Nenhum adversário encara o jogo com o Sporting da mesma forma com que encara um jogo com o Moreirense, logo por aí a exigência e a cobrança será muito maior.
    Em defesa da opção, poderemos sempre afirmar que a equipa não são apenas 11, os suplentes são peça importante e terão de estar preparados e com conhecimento das dinâmicas para quando a oportunidade surgir a possam agarrar com unhas e dentes.
    Uma coisa sempre me intrigou, perdemos dois jogadores de craveira mundial e muitos pensam que vamos à equipa B buscar outros e o assunto fica resolvido?

    Com o Slimani era como começar o jogo com mais um jogador, gosto muito do Bas Dost, mas com Slimani a tarefa global de equipa ficava mais facilitada.
    João Mário, foi mais um achado, uma pérola da Academia e não é todos os anos que aparecem. Gelson, pode ser outra, mais ainda terá que crescer, melhorar a capacidade de decisão no ultimo passe. Com aquilo que já produz, em mais um ano ou dois fará o triplo de assistências e aí será claramente um jogador ao nível dos melhores do mundo.

    Geraldes e Podence terão de fazer o seu caminho, acreditar nas suas possibilidades, treinar com toda a garra e aproveitar as oportunidades que tenho a certeza ainda terão esta época. Acomodarem-se, acreditar que são titulares por decreto da comunicação social, apenas porque eram titulares no Moreirense e ganharam a taça da liga é meio caminho andado para falharem neste período de transição.

    Estou farto de ver falhanços em Alvalade, do género, André Martins, André Santos, Salomão, e tantos outros em que depositávamos enormes esperanças e que no fundo acabaram apenas por se tornarem bons jogadores mas insuficientes para as ambições do Sporting.

    ZZZ

    ResponderEliminar
  3. Ele há verdades, tão óbvias, quanto insofismaveis...

    Esta era fácil

    SAUDAÇÕES LEONINAS

    ResponderEliminar
  4. Desde que se falou do regresso destes 2 jogadores que digo que seria um erro trazer já o Geraldes.
    O Geraldes não consegue fazer de Adrien. No esquema tatico do Sporting só teria lugar nas alas. Como uma está ocupada pelo Gelson resta-lhe concorrer pela outra.
    Na outra tem a concorrência de B.César e B.Ruiz. Dois jogadores que conhecem bem o esquema tatico do JJ e que o JJ conhece bem.

    O Podence é um caso bem diferente. O Podence está e vai continuar a ter minutos

    ResponderEliminar
  5. Sem a pressão dos objectivos competitivos (já perdemos tudo...) ou com o objectivo mínimo de manter o 3º lugar, surge a oportunidade única para dar titularidade aos valores prometedores. Seria justamente agora, e não em amigáveis de pós ou pré época. A próxima época prepara-se agora. E mais nada caro TW ou anónimo das 07.17.

    ResponderEliminar
  6. Vou colocar o outro ponto de vista: e se o jogador, seja por que motivo, não render? Não seria crucificado? Já sabemos como é a CS, e o impacto que pode ter na confiança dos jogadores, especialmente os jovens.

    Ou que tal o Abalo que não seria para os seus colegas, a treinar desde o início da época com poucas oportunidades, verem o recém chegado Chico ir directamente para a 1a equipa?

    Adorava ver o Chico já a jogar, mas também compreendo que há que esperar pela oportunidade certa.

    Muita fé nos nossos meninos, e confiança q.b. no treinador.

    SL

    ResponderEliminar

PUBLICIDADE