quinta-feira, 9 de março de 2017

"Felizmente há luar"!...



ABADAS


«Abada n.º 1: 6-1. A vitória de ontem à noite do Barcelona sobre o PSG é daquelas que ficará para sempre na memória dos adeptos do clube. O pénalti de favor em cima dos 90 minutos será esquecido, o golo em cima dos 90’+5 será inesquecível. Mais do que um jogo alucinante que desfez uma derrota clamorosa na primeira mão, o que vimos ontem foi um verdadeiro espetáculo de futebol, que mostra bem como a Champions se tornou uma grande competição não apenas financeira mas também desportiva.

Abada n.º 2: 4-0. Por mais que custe aos benfiquistas, a derrota de ontem frente ao Dortmund firma não só a enorme diferença entre as duas equipas mas mostra também como foi a vitória da primeira mão, que foi improvável. Na altura, uma conjugação de fatores permitiu-o, para gáudio dos benfiquistas. Mas uma equipa de Davids não pode sempre ganhar a equipas de Golias. Veremos se o Porto consegue desafiar essa lógica na próxima semana. É possível, não é provável.

Abada n.º 3: 86,13%. A vitória de Bruno de Carvalho no Sporting não surpreende, mas a expressão do resultado eleitoral mostra que ele tem os sócios consigo. Receber 17 em cada 20 votos, numa eleição tão concorrida, é um excelente resultado. Isso volta a legitimar a confiança na liderança do clube, sendo essa confiança não só o reconhecimento do trabalho feito pela equipa de Bruno de Carvalho mas também um depósito de esperança no cumprimento de uma promessa: ser campeão nacional de futebol.»
(Pedro Santos Guerreiro, Abrir o jogo, in Record)

Na noite escura como breu em que vai vivendo e vegetando o jornalismo desportivo em Portugal, de vez em quando, muito de quando em vez, o movimento das nuvens, quiçá empurradas por alguma turma de revoltosos revolucionários saturados de tanta escuridão, deixa que a Lua brilhe por alguns instantes para descanso dos nossos olhos e "desamargura" dos nossos corações. Assim, ás vezes...

"Felizmente há luar"!...

Leoninamente,
Até à próxima

Sem comentários:

Enviar um comentário

PUBLICIDADE